• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: tendências

    • ligando as antenas

      bola

      Saiu fresquinho essa semana um novo estudo do coletivo Lupa Códigos Culturais, especialista em pesquisa qualitativa, análise de tendências e criação de conteúdo. Quem adora estar antenada com as novidades vai querer conferir. Vem:

      2

      O estudo aborda os novos formatos de interação entre marcas e consumidores – um dos assuntos da vez. A galera da Lupa explica que o RelationShop surgiu pra simplificar as pesquisas (às vezes vistas com uma cara “pesada”), trazendo essas percepções pra mais perto do público.

      1

      Essa edição ainda conta com participação de pesquisadoras Stella Scagiloni e Elis Vasconcellos, e da agência de branding trustme, responsável pela concepção visual. Uma verdadeira união de forças e mentes. Ficou curiosa? O conteúdo é bem rico, a linguagem é simples e o download… gratuito! É só clicar aqui nesse link!

      20.10.15
    • #nyfw

      unnamed (8)

      Se no ano passado a leveza dos anos 70 dominou a cena na semana de moda de NY, nesta temporada um forte perfume dos sisudos anos 40 pairou pela cidade that never sleeps.

      Marc Jacobs - Runway - Mercedes-Benz Fashion Week Fall 2015

      Em releitura mais glamourosa, a década que reinventou a elegância esteve presente em quase todos os desfiles, mas ninguém fez melhor que um inspiradíssimo Marc Jacobs, que combinou os 40´s com toque oriental em aclamada homenagem a Diana Vreeland.

      unnamed

      Michael Kors/ Marc Jacobs/ Michael Kors/ Marc Jacobs

      A época apareceu em silhuetas alongadas pelos comprimentos abaixo dos joelhos, no militarismo, em saias ora plissadas, ora levemente evasê e na mistura de gêneros que vem pontuando debates importantes no mundo inteiro.

      unnamed (1)

      Michael Kors/ Proenza Schouler/ Marc Jacobs/ Marc Jacobs

      Nos anos 40 as peças masculinas migraram definitivamente pros armários das mulheres, que aprenderam a reaproveitar peças dos maridos que estavam nos fronts de guerra.

      unnamed (2)

      Marc Jacobs/ Creatures of the Comfort/ Michael Kors/ Marc Jacobs

      Essa bela releitura apareceu em combinações de saias femininas e paletós estruturados (enlaçados por cintos delicados, truque de styling da vez!), e nas calças rejuvenescidas por uma modelagem mais ampla e curta.

      unnamed (3)

      Michael Kors/ Delpozo/ Calvin Klein/ Jason Wu

      Outro forte coming back da década de 40 está no xadrez, que saiu dos forros de paletós e virou artigo de luxo graças as restrições dos anos de guerra. Na versão contemporânea ele aparece vestindo mulheres poderosas e cheias de atitude.

      unnamed (4)

      Michael Kors/ Altuzarra/ Rodarte/ Altuzarra

      Já o glamour da época, também marcada pelos anos dourados de Hollywood, apareceu em golas fortes, mangas e estolas de pele fake que brilharam principalmente no impecável desfile de Michael Kors.

      unnamed (6)

      Michael Kors/ Ralph Lauren/ Altuzarra/ Michael Kors

      Mas nem só de anos 40 viveu a temporada de NY, que também apresentou um pouco de japonismo em amarrações e looks desestruturados, e uma deliciosa influência 60´s em vestidos de modelagem A e muita gola rolê (pode anotar!)

      unnamed (7)

      Delpozo/ Marc by Marc Jacobs/ Creatures of the Wind/ Calvin Klein

      E pra fechar, vermelhos impressionantes esquentaram as passarelas em looks de festa que nos fizeram sonhar.

      unnamed (5)

      Delpozo/ Marc Jacobs/ Rosie Assoulin/ Zac Posen

      Agora estamos de olho em tudo que está rolando em Londres, já já voltamos aqui pra cochichar todas as novidades só pra você!

      24.02.15
    • vai ter em 2015

      bola_tendencias

      Tem um ano inteirinho pela frente e a gente foi conversar com uma galera antenada pra saber quais as promessas de 2015 na música, comportamento, trips, comunicação e design. Ufa! Tem é coisa boa pra rolar, anota aí:

      tendencias0

      Pra falar de música, assunto que a gente curte bem (alô, Rádio FARM), a gente bateu um papo com o querido Bruno Natal, do Queremos, que aposta na movimentação que tá rolando com as festas gratuitas e diurnas por aí: “tem as mais conhecidas como a WobblePool me in: Manie Dansante e novidades como a SOMM, que eu faço parte, e o Furduncinho, nos finais de tarde no Arpoador, organizado pelo Omulu”.

      tendencias1

      A ideia é reforçar a maneira interessante de ocupação do espaço público e um jeito mais relax de ouvir boa música. O Bruno contou que tá de olho no que o Neguim Beats tem lançado e curioso pelo disco novo do produtor Diogo Strausz (com participações de artistas produzidos por ele, como Alyce CaymmiJacob Perlmutter e Castello Branco) e da Lila (cantora do ‘Fogo e Paixão’ e outros projetos’).

      tendencias2

      Ah! Música boa combina com pegar a estrada e sair por aí, certo? Os meninos da Trippics já deram a dica dos melhores destinos (e disso eles sabem bem!): “O Brasil é o destino pras melhores trips e a boa é fugir do básico e explorar Boipeba, Bahia, e São Miguel dos Milagres, Alagoas. No inverno, com nossos vinhos e espumantes em alta, aproveite o Vale dos Vinhedos, se joga por Bento Gonçalves e curta as inúmeras vinícolas, cantinas e restaurantes caseiros da região”. Lá fora, o Sudeste Asiático é a parada!

      tendencias3

      Se a gente fala sobre sair de casa pra descobrir novos picos, a gente também fala sobre voltar pra casa. A galera do ‘Apêzinho’ deu a dica quando o assunto é decoração: “2015 será um ano de contrastes. Antigos e novos, lisos e com texturas, claros e escuros. Os tons serão mais sérios, como azul marinho e berinjela. Azulejos coloridos permanecem renovando os ambientes mais morninhos, texturas de madeiras quentes e tecidos étnicos aparecem bem e a Turquia, Marrocos e Índia ditam as tendências globais!”, contam.

      tendencias4

      Pra saber das apostas de 2015 na arte, a gente papeou com a Tati Viana, nossa gerente de Design, que aposta no movimento dos “makers”: “É acesso fácil à tecnologia (impressora 3D + arduíno) e à experimentação, que acaba trazendo um produto inesperado, único. É o artesanal e o tecnológico juntos. Basta ter uma ideia, fazer um vídeo e colocar em uma plataforma de crowdfunding”, comenta.

      UNFOLD_VK_1705 (1)

      A outra dica da Tati é a atenção à estética do “imperfeito”, aquela arte que parece inacabada, sabe? O bacana é explorar o material em si, na sua forma pura, e o que você faz de novo com ele é o grande lance: “mas é a imperfeição com intenção, e não por falta de qualidade”. Dá play no vídeo pra entender!

      Comportamento é um assunto que não pode ficar de fora por aqui e o nosso gerente de Branding, Carlos Mach, antecipou o que vai rolar: “Vejo muitos movimentos acontecendo, é um despertar de consciência. Penso em mais pessoas se desconectando do universo digital pra viver a vida real, um consumo mais consciente, que já está rolando, e a abertura de novos negócios e marcas. O empreendedorismo acontece!”, conta.

      tendencias10

      “As questões que envolvem a minoria, a conscientização da democracia e de pertencimento também estão em pauta. Há uma nova feminilidade da mulher, uma personalidade menos frágil, e, no geral, aposto também nas viagens pra América Latina e pro Brasil, nosso entorno, e nos bazares entre amigos e nos zines como uma forma de expressão bacana!”, finaliza.

      tendencias9

      Nessa onda colaborativa, a nossa coordenadora de conteúdo, Mariana Ferrari, fecha com chave de ouro: “acredito que a colaboração entre amigos e desconhecidos vai ser cada vez mais forte, desde modelar pra marcas de amigos até trocar conhecimento e objetos. Um bom exemplo de rede colaborativa é o Bliive e o Tem açucar?, que já apareceu no adoro!. Uma troca combinada a partir de redes sociais e grupos digitais”, conta.

      Anotou? E é claro que a gente torce pra que novas ondas e movimentos surjam por esse ano, que já começou com coleção nova e boas energias pra gente. Vem, 2015! ♥

      19.01.15
    • como usar: sandálias com meia

      bola_sandalia

      Deu na gringa e já há algum tempo a gente tem visto meninas super estilosas investindo na dupla meia + sandálias nos cliques de street style por aí. É uma das tendências mais bacanas e diferentes pra sair do comum de vez! Curtiu? Vem conferir as dicas e inspirações:

      sandalia1

      Como dá pra perceber, das sandálias tipo Birken, passando pelos chinelos e até sandálias mais femininas, tem pra todos os gostos! Dá pra brincar com cores vibrantes nas meias e estilos diferentes também. 😉

      sandalia2

      No lookbook de Vamos Fugir, nossos produtores de moda combinaram as meias com um look fofo, contrastando as cores das meias com as estampas. Uma produção leve e divertida. Ah! Pra usar com o midi, a meia deve ser bem curtinha, tá? Assim, não achata a silhueta. Quem é baixinha também pode usar. É só apostar em modelos mais curtinhos, como macaquinhos e saias acima do joelho.

      sandalia3

      Se ainda não se sentir segura com uma sandália baixinha, é só optar pelo salto.  As sandálias com salto grosso de madeira e bem vazadas fazem um efeito super bacana quando combinadas com uma meia vermelha, laranja ou até estampada! Outra dica é o jeans, que combina perfeitamente com a tendência porque é neutro e fica fácil de montar o look.

      sandalia4

      Bora testar novas combinações? Passa no e-FARM pra conferir nossas sandálias!

      22.09.14
    • mistura mediterrânea

      bola_mediterranea

      Um dos moods da nossa coleção de inverno se inspira em outro destino, mas com uma paixão em comum: a vida perto do mar azul.

      mediterranea1

      Seja no litoral da Grécia ou numa viagem incrível pela Turquia, a mediterrânea encontra abrigo em peças fluidas, leves e confortáveis, super femininas. Como se tivesse em eternas férias, sempre com os cabelos ao vento e os pés no chão.

      mediterranea4

      A cartela tem como principais tons o azul, o branco e o vermelho, que contrastam perfeitamente com a  paisagem.

      mediterranea8

      Batas, e vestidos são as peças desejo, daquelas tem que ter. Super funciona brincar com a mistura de padrões e estampas e caprichar nos acessórios maxi, como brincos e pulseiras, em tons neutros (como branco, nude, tons terroso e off white).

      mediterranea6

      É pra caminhar sendo uma só com o local, fazendo parte do quadro… As estampas ajudam nesse equilíbrio. Além dos grafismos, tem também os efeitos machados, como se fosse tie dye.

      mediterranea5

      A combinação das duas, inclusive, dá super certo. E a mistura se estende pras bolsinhas estampadas também, sem medo de errar.

      mediterranea3

      Os macacões também aparecem, pra lembrar que o conforto é fundamental, mas sem perder o charme.

      mediterranea2

      Tudo lindo, né? Agora, é só passar lá no e-FARM pra escolher os looks e conferir as novidadinhas, que entram todo dia. 😉

      27.02.14
    • moda pra eles

      bola_principal

      A temporada de desfiles gringos de outono/inverno 2014  já começou, como sempre trazendo primeiro as coleções masculinas. A gente foi dar uma espiada no que tá rolando de mais bacana pros meninos…

      aventureiros

      Adoramos os looks total cáqui, com pegada aventureira, em desfiles como Calvin Klein e Prada. Meio astronauta, meio Indiana Jones, a proposta é preparar os meninos pro dia a dia agitado da selva urbana…

      oversized

      Vimos na Emporio Armani e na Missoni também: capas e casacos gigas, que cobrem quase toda a silhueta dos modelos. Seguindo um pouco a ideia de partir pra uma aventura, seja de bike, moto ou a pé mesmo, pra se perder nas montanhas… Vai ser um inverno agitado!

      encapuzados

      Temos sobretudos, capas e capuzes também — esses, na Fendi e na passarela da divertida Vivienne Westwood, que sempre brinca com proporções e cores fortes.

      desconsstruidos

      E falando em proporções, tanto a Prada quanto Vivienne Westwood trouxeram ternos desconstruídos, ou misturados com outros conjuntos. Muita sobreposição e cores quentes pra tirar o guarda roupa dos meninos da mesmice!

      novos_nerds

      Mas também tem espaço pros moços mais comportados, como os nerds fofos de Marc Jacobs e Fendi. Alinhadinhos e devidamente encasacados, eles também vieram com um toque criativo e bom humor nas estampas.

      E aí, curtiram as novidades pra eles? Já já chega a vez de observar as tendências pras meninas, oba!

      18.01.14
    • farm entrevista: carol althaller

      bola_carolalt

      Ela é amiga de longa data do adoro, além de colab já deu pinta aqui de todas as maneiras, sempre musando e acrescentando (pra não dizer agregando valor… hehe) um pouco do seu super know-how em pesquisa de tendências e comportamento.

      carolalt_1

      Carol Althaller foi, durante 4 anos, editora de conteúdo da WGSN para América do Sul e atualmente trabalha com planejamento estratégico atendendo as marcas da The Coca Cola Company no Brasil. Sabe tudo! E a boa nova é que Carol se juntou a antropóloga Hilaine Yaccoub, expert em antropologia do consumo, num curso espertíssimo, olha só:

      carolalt_2

      Nós que não somos bobas nem nada vamos nos inscrever. Veja abaixo o porquê! 😉

      O que é preciso pra ser uma boa coolhunter? 

      Olha, você precisa estar atento a tudo e a todos, costumo dizer que não tenho hora de trabalho e hora de descanso… tudo é observado e devidamente registrado. Precisamos ficar de olho no que nos chama atenção, que nos toca de alguma forma. Diria que é preciso curiosidade, empatia e uma boa dose de intuição.

      carolalt_3

      Ah! E eh importante pensar que estamos olhando sempre o cool e o uncool Muitas vezes o que é mais relevante é super uncool. Nossa vida não é só viagens e procurar coisas descoladas, para ser pesquisador, é necessário ter disposição para ir do morro ao asfalto, gostar de pesquisar do alto luxo à pobreza. Acho que o legal desse curso é a mistura de cool hunting com antropologia do consumo.

      carolalt_4

      Eu digo que o cool hunting é a versão pop da antropologia. Enquanto as pessoas acham que eu só viajo e vejo coisas legais, a Hilaine está lá defendendo tese sobre o hábito do gato na rede elétrica das favelas. A verdade é que a gente tá se despindo de qualquer preconceito e indo entender a verdade das pessoas, afim de buscar insights relevantes. A gente brinca que vamos de funk ostentação ao rei do camarote nesse curso. E o bom é que nós duas usamos a desculpa de estar fazendo pesquisa pra tudo, assim vamos do Barra Music ao Copacabana Palace, hahhaha.

      carolalt_6

      Onde nascem as tendências?

      As tendências nascem das pessoas! Seus sonhos, anseios, desafios, vontades. São elas que criam tudo e ajudam a disseminar essas tendências.

      No que ficar de olho?

      Em tudo! Moda, arte, arquitetura, mídia, gastronomia, sociedade, tecnologia, design… e então buscar a recorrência nesses campos. O que se conecta com quê?

      carolalt_7

      Só uma cola, sobre o que todo mundo vai falar ano que vem?

      Cada vez mais o retorno às raízes, as pessoas criando novas tribos próprias (pense no Burning Man e outros festivais que levam a plateia pra “outra dimensão” buscando crenças e misticismos em coisas banais.)

      carolalt_5

      Mas diria também que as pessoas vão ser cada vez mais ligadas em suas presenças digitais. Por isso, alternativas pra deletar essa presença pipocam a cada minuto. Além disso, começamos a usar aplicativos como sleep cycle, entre outros, para controlar nosso dia a dia.

      Não é simplesmente maravilhoso usar a tecnologia a nosso favor e saber quanto dormimos, se estamos nos boicotando pra ir a academia, ou quantas calorias estamos ingerindo?

      Maravilhoso é saber mais, vamos nessa?! 😉

      25.11.13