• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: pantanal

    • o pantanal é aqui

      summer_hunter_bola

      Ver o sol se por no horizonte infinito do Pantanal é, sem dúvida, uma das coisas mais bonitas que podemos experimentar na vida. A cultura, tão rica em cada detalhe, também nos leva pra viajar a cada nova emoção. O dia começa com o canto dos papagaios, que dançam nas copas das árvores, e depois de um verdadeiro café da manhã de sabores pantaneiros, a gente tá pronto pronto pros encontros que estão por vir.

      8

      O Refúgio Ecológico Caiman fica no Pantanal Sul, mais precisamente na cidade de Miranda, interior do Mato Grosso do Sul, e é conhecido como um dos santuários mais espetaculares dessa região. Com uma estrutura que é puro conforto e aconchego, o hotel fica em meio a RPPN Dona Aracy, uma reserva de mais de 5 mil hectares, totalmente preservada.

      7

      Além do ecoturismo, a Caiman também trabalha com projetos de conservação superimportantes, entre eles o “Projeto Arara Azul“. Lá é um dos poucos lugares no Brasil que ainda conseguimos encontrar essa espécia tão especial, feliz em seu habitat natural. Aliás, graças a esse trabalho, 50 novos filhotes nascem por lá todo ano.

      3

      Outra iniciativa brilhante é o “Projeto Onça Safari“, que monitora as onças da região. Sim, um dos passeios que você vai experimentar por lá é um safari noturno – e pode ser que você viva a emoção de encontrar uma onça majestosa no caminho. As jaguatiricas sempre aparecem para dar um oi.

      10

      Pra ficar de olho em todos os projetos deles, é só colocar aqui! A gente dá mais uma dica: aproveitar o momento arrebatador das aulas de astronomia sob o céu maravilhosamente estrelado do Pantanal. É coisa linda de sentir, somos levados a observar e descobrir novas constelações… e expandir as nossas galáxias.

      6

      Continue lendo no The Summer Hunter.

      26.06.15
    • todo sossego do pantanal

      bola_pantanal

      Você vai de casa pra facul, pro trabalho, pra yoga e pro barzinho na maior naturalidade, todo dia é dia e você ama de paixão essa rotina. Mas, às vezes, bate aquela vontade de fazer o mundo parar e se refugiar em um lugar no meio do nada, com cheiro de terra, céu super estrelado e barulhinhos de bichos ecoando pelo silêncio. Quem nunca? 0/

      pantanal1

      Pois foi assim que a nossa colaboradora, a Luciana Agnese, resolveu passar o carnaval, lá no interior do Mato Grosso, em pleno Pantanal. Aqui, ela conta um pouquinho dessa trip e dá umas dicas pra quem quiser se aventurar por aquelas bandas. Vem ver!

      pantanal2

      “Chegamos em um grupo de 22 pessoas na fazenda de uma amiga que fica a 4 horas de Cuiabá, depois da cidadezinha de Cáceres, há poucas horas da Bolívia. Por lá, não existe quase nada além de fazendas, mas quem quiser visitar  encontra pousadas e hotéis em cidades próximas.

      pantanal3

      Fomos durante a estação chuvosa, que no Pantanal se estende de outubro a junho, portanto mesmo que o calor fosse forte, dava pra refrescar e avistar os arco-íris de ponta a ponta mais incríveis que vi na vida. A paisagem também fica completamente diferente com os pastos alagados por causa do transbordamento dos rios.

      pantanal4

      A gente tinha 5 dias e uma agenda apertada: passeio de barco, visita às piscinas naturais, bailinho de carnaval improvisado e dois dias pra aproveitar a fazenda que era enorme. A parte mais bacana de ficar na fazenda foi, sem dúvida, poder fazer tudo que não fazemos normalmente – pelo menos não eu. Andar à cavalo (morria de medo na infância), acordar ultra cedo pra ordenhar as vacas, tocar o gado, subir no alto da caixa d’água pra ver a vista…

      pantanal5

      Vimos búfalos, tuiuiús, jacarés … Tudo incrível! Comemos até churrasco de búfalo e rabo de jacaré frito pra fazer uma linha exótica. De 0 a 10 o búfalo é 11 e o jacaré eu passo, obrigada, hehe 😉

      pantanal6

      O primeiro passeio foi pras piscinas naturais. Elas ficam em fazendas particulares e algumas têm número limitado de pessoas. É uma visita gostosa, que pode durar o dia todo, você escolhe um cantinho no gramado, estende as cangas, leva um iglu com cerveja (a gente acrescentou uns vinhos brancos), aluga bóias e voilá, farofa pronta.  A gente foi nas da fazenda Progresso que tem piscinas legais, até com peixinhos.

      pantanal7

      No terceiro dia, fizemos um passeio de barco pelo rio Jauru. Fomos de carro até a fazenda do Edno (tel: 65 9989-2976, ele também pode ‘bookar’ a ida nas piscinas), um sujeito simpático que já tava com uma frota de barquinhos equipados com isopores recheados de cerveja, água e refri pra nos atender.

      pantanal8

      Foi um misto de Globo Repórter com Indiana Jones. Seguimos uns 20 minutos, até pararmos num restaurante alagado, tipo uma ‘praia’ onde mergulhamos e curtimos. Pena que não conseguimos ver os jacarés e outros animais que aparecem por ali na época de seca, quando o rio está mais vazio.

      pantanal9

      O último dia foi pra andar à cavalo (de novo e com mais jeitinho) – a gente levou umas caixinhas portáteis e soltou um Jhonny Cash de despedida – curtir a piscina e agradecer por um carnaval inesquecível. De presente, o pôr do sol mais lindo da nossa estadia lá.

      pantanal10

      Fica a dica:

      #1- Quem quiser estender a viagem vale a pena conhecer a Chapada dos Guimarães e Nobres (cidade com umas piscinas naturais de azul incrível e paisagem aquática surreal, que captaliza com os mergulhos de snokel e cachoeiras).

      #2 – Não esquece de levar repelente (um muito bom), vela de citronela e tomar complexo B pra se proteger dos mosquitos.”

      Fala aí… deu vontade de preparar o mochilão agora, né?

      01.04.14
    • brasil na passarela

      O Brasil está na moda, até na alta costura italiana. A Gucci, em homenagem à abertura da nova loja da marca no Shopping Jardins, lançou uma coleção com o tema Pantanal!

      As estampas com muito verde e bichinhos, como as araras azuis ♥, vão enfeitar bolsas e lenços de seda em uma quantidade limitadíssima.

      Vão ser só 50 peças, inicialmente, na loja nova e mais outras 70 que vão ser distribuídas entre as duas filiais (SP e Brasília). Não é todo mundo que pode sair com uma Gucci por aí, mas que a homenagem merece um registro, isso merece! 😀

      23.03.12