• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: black retrô

    • criando junto

      bola_erika

      A gente descobriu a Érika Soarez de amigo em amigo. A afinidade foi tanta que a amizade virou parceria profissional e ela, que é designer e fundadora da marca Erikaz, criou alguns dos acessórios de ‘Black Retrô’ pra gente. Brincos lindos de madeira pintados à mão, cheios de geometria e de história do jeito que a gente gosta.

      erika_3

      “Sempre tive uma relação curiosa com os objetos. Prendedor de cabelo desfeito pra virar anel, sandália cortada pra mudar de cara, cinto que vira colar… É uma dança dos objetos com o corpo. Em 2007, quando iniciei a faculdade de Design de Moda, no SENAI Cetiqt, comecei a desenvolver mais o olhar e por aí foi. A minha paixão é joalheria artística!”, conta.

      erika_6

      E viver do que se ama é privilégio, a Érika sabe bem. Com o retorno positivo dos amigos, ela manteve a prática e se aperfeiçoou, começou a expor em eventos pra criadores independentes e a marca foi ganhando ares profissionais, cara e até coração: “a Erikaz trabalha com as formas geométricas e consequentemente é muito gráfica. A base são as cores vermelho, azul e amarelo.”, explica.

      erika_4

      Toda essa referência estética nas criações já foi o suficiente pra identificar um pouquinho da personalidade de ‘Black Retrô’ também. Em uma vinda da Erika ao escritório, a gente se apaixonou pelos brincos que ela usava, de criação própria, e a ideia nasceu: que tal uma parceria nossa pra transbordar esse amor pelo criar?

      erika_5

      “A troca me fez amadurecer muito, afinal foi a primeira vez que firmei parceria com uma marca de grande porte e que me identifico. Black Retrô traz referências étnica e cultural marcantes, então pude manter as bases do que costumo criar na minha marca, que em geral são peças fortes, tanto em cores vibrantes, como nas formas geométricas na madeira”, conta. E o resultado é lindo, como dá pra ver em um dos brincos abaixo:

      erika_7

      As coleções da Érika, inclusive, são feitas quase todas em madeira, com compensado de sumaúma ou de alguma outra madeira tão resistente quanto. Ah! E é importante dizer que tem um serzinho fundamental no processo criativo, acompanhando tudo bem de perto, é o Nicolau, gatinho que ela só consegue chamar de Nico! ♥

      erika_1

      Pra conferir o trabalho dela com detalhes, passa na loja virtual da Erikaz ou na fanpage que tá sempre cheia de novidades.

      Valeu, Érika! 😉

      12.03.15
    • criadores ♥

      bola_marcas

      Há quatro anos, quando a gente viajou pra alguns países da África, veio junto uma bagagem infinita de aprendizado e inspiração (a semente de ‘Black Retrô’ nasceu daí!). O continente é referência e vale muito conhecer algumas das marcas e designers de lá que têm feito nosso coração bater mais forte! 😉

      marcas3

      Ele foi eleito o designer do ano de 2014 pela Elle da África do Sul. Nascido lá mesmo, o artista Laduma Ngxokolo tem chamado a atenção pela criação de uma linguagem própria e visionária e pela influência na tradição e nos rituais dos Xhosas, grupo étnico sul-africano, segundo maior grupo cultural do país.

      marcas4

      A gente ama a forma como o Laguma, que é especializado em tricot, coordena cores fortes e padronagens diferentes. As peças são quase uma obra de arte, dessas bem modernas e geométricas, sabe? Na foto aqui de cima, as gêmeas Suzana e Suzane Massena (que são nossas modelos também!) estampam a capa da Elle África do Sul do mês passado, vestindo o estilista. E o clique do desfile dele no Labo Ethnik Fashion Week, em Paris, mostra o poder.

      marcas5

      A Laurence Airline é uma marca de moda masculina do jeito que a gente gosta: com produção consciente. Ela fica em Abidjan, na Costa do Marfim, e em Paris, e cria coleções sempre mergulhadas na cultura e na ancestralidade africana com shapes atemporais, perfeitas pro dândi moderno. O mais legal é que, além de lindas, elas são produzidas na oficina e no ateliê da marca, em Abidjan, por pessoas locais, sempre de olho nas práticas de sustentabilidade e reforçando o mercado têxtil de lá. É além da inspiração. É colaboração!

      marcas6

      A gente suspirou também com Pichulik, marca de acessórios da Cidade de Cabo, África do Sul. A marca, que foi criada por quatro mulheres, se inspira na relação entre o feminino e as jóias. É impossível não se identificar com a linguagem, com as peças ou com a forma sinestética e afetiva que eles apresentam as coleções. A mulher tem papel protagonista em todos os processos, da inspiração à criação.

      marcas7

      Prova disso é a série ‘Brave Woman‘, criada por eles pra empoderar o feminino e reunir histórias de vida de mulheres inspiradoras. Pra gente, que acredita na força da mulher, conhecer projetos assim só reforça as certezas. A Talia Sanhew, da foto aqui de cima, é uma dessas mulheres que cederam suas histórias pro projeto. Ela é uma jornalista premiada e trabalhou em prol da prevenção da AIDS na África através do empreendedorismo social. Claro que a gente se apaixonou por tudo! ♥

      marcas8

      Ah! Não podiam faltar a irreverência dos angolanos Shunnoz Fiel e Tekasala Ma’at Nzinga. Eles criaram o ‘Projecto Mental‘, em 2003, um projeto que propõe usar a moda e a arte para ressignificar a imagem cultural da Angola, além de levar a moda de lá pro mundo. Tekasala foi criado em Londres, é antropólogo e Shunnoz é poeta, músico e psicólogo. Os dois respiram arte e fazem bom uso dessa diversidade intelectual na criação de roupas que vestem o corpo, a alma e a mente!

      marcas1

      Pra fechar, a BLKKANGAROO, marca criada pelo Seyi Ogunlesi e com sede em Toronto, Canadá. São os traços fortes da cultura e das raízes tribais africanas com uma pitada de cultura pop, sabe? O que a gente achou mais legal é que as peças da marca podem ser usadas tanto por homens quanto por mulheres (a blusa deles vira vestido pra elas, ó), além da criação de projetos de arte com telas bem bacaninhas que dá vontade de ter em casa, como essa aqui debaixo:

      marcas2

      A gente adorou conhecer e se reconhecer em tantos projetos bacanas e inspiradores. Todo nosso amor a essas pessoas que criam com a alma! ♥

      10.03.15
    • lançamento: minicoleção tribo!

      bola_tribo

      Tem lançamento fazendo a gente suspirar: é a Tribo, minicoleção do nosso inverno  ‘Black Retrô‘, que chegou às lojas e ao e-FARM. Vem saber mais! 🙂

      5

      Tribo é a nossa mini mais étnica, que garante o mergulho na ancestralidade e nos leva pra tradição dos trabalhos artesanais com muito bordado. Pra dar vida a tudo isso, a gente foi pro sul da Islândia numa cidade chamada Vik, fazer os cliques da campanha. Ó que lugar incrível!

      3

      “Na Islândia, há uma paisagem monocromática e apoteótica, assim como Lençois, que foi cenário das minicoleções anteriores. Foi a partir dessa conexão que surgiu a ideia de estabelecer um diálogo entre esses dois lugares distantes, mas com muito em comum esteticamente”, conta o gerente de branding Carlos Mach.

      4

      Na minicoleção, a inspiração boho ganha notoriedade com franjas, pontas e estampas e a preferência pelos tons vermelho, branco e preto dita a cartela da linha. As fotos foram feitas pelos fotógrafos Raphael Lucena e Carol Wehrs, com direção criativa do Carlos Mach e beleza de Frida Maria.

      2

      Bonito, né? Então vem conhecer os detalhes e garantir suas peças preferidas aqui! 🙂

      24.02.15
    • é um presente

      bola_luna

      Black Retrô’ tem trazido pra gente encontros incríveis, desses que dá vontade de celebrar todo dia e toda hora. Um deles veio em dobro com as meninas Juliana Luna, do Project Tribe, que já é figurinha marcante aqui no adoro, e Diane Lima, do NoBrasil. Elas acompanham de perto as ações da nossa coleção e participam de cada processo numa verdadeira curadoria e colaboração criativa. Virou família! 🙂

      luna_4

      Tudo começou quando a gente entrou em contato com a Luna pra iniciar uma colab com os turbantes que ela desenvolve pro Project Tribe. A Lu percebeu que seria uma boa oportunidade unir essa parceria ao projeto que a Diane já desenvolve no NoBrasil, reforçando o compromisso de pensar através da criatividade o empoderamento da mulher negra brasileira. Elas explicam, ó:

      luna_8

      “Humildade, aprendizado, longevidade e verdade são alguns dos drivers que a gente adotou pra nortear nossa participação, que tem como objetivo abrir o diálogo e entender o momento pra discutir a representatividade e celebrar a auto-estima e a diversidade da beleza das mulheres brasileiras através da marca”, contou a Di.

      14

      “Entendi que a FARM está disposta a dar esse passo, valorizando a multidisciplinaridade e o cruzamento de informações. Representar isso dentro de um contexto de brasilidade, ainda com um olhar global e com uma visão de dentro, de quem sente, porque sou negra, me orgulha e me motiva!”, completa Luna.

      luna_1

      Aliás, a Lu, que é fundadora do Project Tribe com a Wanessa Wright (já viu a ação que elas fizeram com a gente nas lojas pra lançar a nossa linha de turbantes lindona?), morou cinco anos em Nova York e trabalhou por lá com arte, moda e cultura. Ela também trabalha como coordenadora de Ações Internacionais do Instituto EixoRio, que integra ações criativas que rolam na zona norte e na zona oeste, e é consultora de imagem e estilo no programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’. Bacana, né?

      luna_9

      A Di é designer estratégica e de experiências com foco em arte, moda e contemporaneidades e atua em equipes criativas de inovação realizando desde pesquisas de tendências à direção criativa. Ela estudou na University of the Arts London e vem tocando o NoBrasil como forma de dividir seu olhar sobre a cultura brasileira e sobretudo a cultura negra. O site, que é uma plataforma aberta de experimentos criativos, conecta pessoas que estão transformando o Brasil e tem a missão de inspirar e empoderar a comunidade criativa brasileira. Lindo!

      luna_2

      Falando nisso, empoderar é uma palavra que quase pode resumir todo esse processo. Quase porque são tantos os laços que ainda podemos criar e estreitar que seria injusto definir com uma palavra só, né? “Passada essa primeira fase de ouvir e aprender, o nosso desafio agora é desenhar a nossa atuação em outros setores da empresa, além de mantermos e fortalecermos a ações de curadoria e insights criativos que promovam mudanças positivas e relevantes e que tenha um olhar sobre a diversidade“, conta a Di.

      luna_6

      O que vem além? Black Retrô é todo dia, é estado de espírito, é passado, presente e futuro. Continuação. E, claro, a gratidão de poder contar com a confiança das meninas que fazem toda diferença no caminho: “O medo de não conseguir representar milhares de mulheres rolou, mas ainda assim optamos pelo diálogo. Demos o primeiro passo e a coleção é um divisor de águas pra moda brasileira e pra FARM. Esse crescimento a gente constatou com a comoção geral e nossa quando falamos na convenção (tem mais sobre a convenção aqui!)!”, conta a Di.

      luna_3

      “Agora vem uma fase mais profunda nesse processo de entender o que conseguimos criar a partir daqui, principalmente pensando em longevidade. Estar dentro disso junto com uma marca que é gigante no Brasil, que inspira e influencia tantas outras e é capaz de criar novas perspectivas dentro do mundo da moda, me faz entender que o momento chegou. Estamos nesse contexto com muita segurança e coloco muita verdade em todos os projetos que me envolvo”, conta a Lu.

      luna_12

      foto: Saints and Evans

      Trocar com a Lu e com a Di é sempre sinônimo de aprendizado, energia renovada e alma leve. Elas falam com os olhos, com os gestos, com o que acreditam. E acreditar junto faz toda diferença. A gente tá muito feliz pelos múltiplos caminhos que Black Retrô tem aberto e com a certeza de que ainda vem muito mais por aí. E vem mesmo. 🙂

      Valeu, meninas!

      13.02.15
    • a cara de black retrô

      bola_vm_black

      Nossa loja tá sempre linda e refletindo em cada cantinho parte da coleção e da nossa energia, e tudo que se vê por lá é o resultado do super trabalho das equipes: Visual, que orienta nosso Visual Merchandising e Produção de Moda. Das vitrines às cabines, tudo inspira, então vem saber mais sobre o que a gente preparou pra Black Retrô! 🙂

      vm_black_1

      No VM, uma das novidades pensadas foi aproveitar os produtos desejo da linha Quero pra ambientar a loja, assim fica tudo mais ainda com a nossa cara, sabe? Tem o fone colorido todo lindo, o livro do nosso gerente de marketing, André Carvalhal, ‘A Moda Imita a Vida”

      vm_black_2

      E a nossa vitrola portátil Crosley, que integra o climinha retrô da coleção e é ideal pra resgatar o hábito gostoso de curtir um vinil em casa com os amigos. Aproveita pra dar um bizu nas nossas sugestões de música na playlist da coleção na Rádio FARM!

      vm_black_4

      Outra alternativa legal de ambientação é a adesivação na parede em tons de madeira pra trazer o aconchego do vintage. Aproveitar objetivos afetivos, aqueles que a gente tem desde sempre, sabe?, também ajuda a compor. Os livros servem como suporte. Dá pra fazer em casa! 😉

      vm_black_5

      A nossa equipe de Visual, que abraça e cuida de toda a imagem da loja e das campanhas (da fotografia à produção do look das vendedoras) fica de olho pra manter tudo alinhado com o conceito da coleção, passeando da cartela de cor até as estampas. A produção de moda cria os looks das vendedoras e das manequins e o VM arruma tudinho pra ficar harmonioso.

      vm_black_6

      Apostando na versatilidade e no novo, a gente usou o tapete típico da feira como porta brincos e tá curtindo os novos manequins. E anota aí: a boa é abusar das produções com turbantes nas lojas e na vida real! 😉 Ah, vale olhar o tapete mágico listrado no e-FARM.

      vm_black_7

      A gente não pode esquecer de dizer que, durante o lançamento, pra manter a vibe retrô, rolaram a clássica Coca-cola de vidro (delícia!) e os biscoitos amanteigados decorados (como Donuts) da ‘A Pequena Fábrica de Doces‘. Só amor!

      vm_black_9

      O girassol também foi um dos fortes elementos adotados na ambientação das mini-coleções Beyond Retrô e Nova Bossa (e, é claro, as flores já fazem parte da nossa cartela de estampas!) e os caixotes, que a gente reutilizou como porta-objetos.

      vm_black_8

      Fotos: Carol Wehrs​

      Ninguém duvida que a coleção tá linda, né? Pra imergir ainda mais na onda de ‘Black Retrô‘, vale correr pra uma das nossas lojas e aproveitar tudo. É uma instalação de coisas lindas, música boa e gente de coração aberto.

      11.02.15
    • enquanto isso, no desfile…

      bola2_desfile

      A gente contou por aqui sobre a convenção de Black Retrô que aconteceu dia desses e foi linda, linda, lembra? E aí, além da super festa, rolou também o desfile de apresentação da coleção, inspirando e mostrando os detalhes das peças. Vem saber mais!

      desfile12

      Os silks, com referência na cultura africana desde os movimentos de rua e personalidades ao cotidiano, ganharam destaque no desfile. Aproveita as modelagens mais amplinhas pra deixar o look confortável e leve!

      desfile1

      Pra quebrar a típica rigidez do inverno, a gente aposta nas peças com a pele levemente à mostra. Os recortes deixam o visual feminino e sensual na medida certa, sem expor demais, sabe?

      desfile2

      O tricot também ganha destaque e garante a pegada artesanal na hotpants (ícone da moda desde os anos 50), na blusa todinha feita à mão e na sobreposição. É desejo!

      desfile3

      Black Retrô traz peças com pegadas contemporâneas, mas é lá no passado que a inspiração ganha vida. A gente aposta nas peças com ares de antigo e de brechó, com coloração de tons aquarelados, estampas de gravataria, blazerzinhos…

      desfile4

      O ponto alto do desfile foi que, além das modelos profissionais, ele também ganhou o brilho da galera que trabalha aqui, como o Thalamyr e a Monique, que são da Fábrica e a gente apresentou na semana passada (viu?), e a Thais, que é vendedora da loja Rio Design Barra.

      desfile_14

      Tiveram também as meninas com os patins e turbantes desfilando autenticidade (foi lindo!) e a nossa modelo toda lúdica com as asas que fizeram parte de algumas fotos da campanha. Surpreendeu!

      desfile6

      Os florais já são nossos clássicos. As maxiflores e os traços orgânicos da estampa ‘Floral Paula‘ ressaltam as cores de fundo, como o azul e o coral, e são apostas.

      desfile5

      E, claro, os longos também não ficam de fora e aparecem entre estampas, flores e cores. Invista nos acessórios pra complementar o look!

      desfile10

      Deu vontade, né? Então corre pro e-FARM e pras lojas e aproveita pra garantir suas peças preferidas! 😉

      09.02.15
    • nosso black retrô

      bola_modelos

      Black Retrô enche a gente de orgulho. Do início do processo criativo à coleção pronta, nosso afeto transbordou com a participação de dois queridos nas fotos da campanha, a Monique, que trabalha no Marketing, e o Thalamyr, na Matéria Prima. Eles fizeram parte do casting e mandaram super bem como modelos. Ah! Só amor por esses dois! ♥

      modelos_3

      Desde sempre, a gente quis retratar a cultura negra de forma genuína e essa verdade alcançou desde a cartela de cor até, é claro, a escolha dos nossos modelos. A Monique e o Thalamyr, que dividem o dia a dia na nossa Fábrica, surpreenderam com tanta personalidade na hora dos cliques. Nem parecia que a ansiedade tava a mil, né?

      modelos_1

      A Monique, que já está quase há um ano e meio com a gente, contou que desde o primeiro dia de foto (foram internas e externas) começou a entender o quão lindo seria todo o processo de construção da campanha​: “Vai muito além das roupas. Me arrepia ver a boa vibração das pessoas com uma coleção, é um grande passo. Li e reli todos os textos que falavam sobre a coleção, sabendo de toda a seriedade, amor e dedicação que a tornaram linda. Black Retrô me representa!”.

      modelos_2

      O Thalamyr que já está com a gente há dois anos e meio confessou que curte ler sobre moda, mas nunca se imaginou como modelo de campanha: “Durante as fotos, a equipe tava muito unida e consegui me descontrair, embora estivesse nervoso! Sou muito agradecido à FARM pela oportunidade. Black Retrô abriu espaço pra cultura africana, pra nossa cultura. Gostei muito”, conta. E a gente virou ainda mais fã dele! 🙂

      modelos_5

      Que os dois são lindos ninguém duvida, mas o mais importante nisso tudo foi a oportunidade de trazer diferentes formas de expressão pra campanha. Biotipos, estilos, personalidades reais, olhares de verdade, sabe? E reforçar gestos e sentimentos tão orgânicos em todo mundo. Ah! A gente só agradece por ter dividido tanta coisa linda com eles e com os outros modelos também.

      Agora é correr pro e-FARM e pras lojas que a coleção já chegou e tá lindona!

      06.02.15
    • cabeça feita

      bola_turbantes

      Dia especial por aqui. ♥ A gente acabou de lançar a coleção de inverno ‘Black Retrô’ (corre pro e-FARM e pras lojas!) e tem ação especial na loja de Ipanema rolando hoje, de 17h às 20h. O lindo Project Tribe vai lançar uma linha exclusiva de turbantes com a gente e a Juliana Luna, uma das sócias do projeto, vai aparecer por lá pra ensinar a colocá-los. A gente bateu um papo com ela, vem ler:

      turbantes_5

      “Os turbantes estão presentes no mundo todo. No Oriente, na Ásia… Na África, por exemplo, eles podem receber um significado diferente em cada tribo. Um dos significados que eu mais curto é quando o usamos pra cobrir o chacra da coroa, que é a comunicação direta com o divino. É por isso que nas religiões Afro se cobre sempre a cabeça, é um símbolo de proteção. Os turbantes são elementos de embelezamento e riquezas culturais”, explica a Luna.

      turbantes_1

      E disso ela sabe bem. Quando ainda morava em Nova York, conheceu uma família nigeriana – que não só apresentou o uso dos turbantes no dia a dia pra ela como protagonizou encontros de muitas trocas e afeto. Das coisas que não têm preço, sabe? E desde então, ela desenvolve o próprio jeito de usar o acessório com base nas pesquisas que já realizou e também na intuição, um verdadeiro exercício de autoconhecimento.

      turbantes_6

      Os turbantes são super democráticos e abraçam a diversidade, ou seja, dá pra explorá-los em diferentes tipos de tecido e amarrações, dependendo do efeito que você quer dar. Nos lugares de temperaturas altas e sol, é bem funcional: “ele protege a cabeça do sol, é menos radiação pra gente, né? Fora que o pescoço fica livre da cabeleira, como se colocasse o cabelo pro alto. Os turbantes feitos com tecidos de algodão são fresquinhos!”.

      turbantes_4

      A verdade é que mais do que um acessório de moda, os turbantes são um verdadeiro símbolo de empoderamento feminino e é isso que faz a Luna tão apaixonada por eles. É reflexo, identificação e energia: “Eu vejo a mudança no comportamento das mulheres quando elas usam e várias meninas de etnias diferentes já conversaram sobre isso comigo. Você coloca esse elemento rico na cabeça e de repente se percebe de outra forma, ativa um espaço energético, te coloca com a cabeça pra cima, abre o plexo solar!”.

      turbantes_7

      A nossa linha em parceria com o Project Tribe é limitada e está disponível nas lojas de Ipanema, Leblon, Village Mall, Centro II e Gávea. Foi tudo feito com amor e a própria Luna escolheu as estampas e os tecidos, então vale a pena correr pra Ipa hoje e estender esse papo delícia pessoalmente com ela: “É um evento de aproximação e as pessoas vão se sentir mais próximas da coleção, que tá linda e veio pra dialogar, pra aproximar universos”, conta Luna.

      Então tá falado! A gente te espera já já, na loja de Ipanema, a partir das 17h, tá? ♥

      04.02.15
    • pré-venda black retrô: malick

      black-retro

      Pra deixar o inverno mais colorido, vem conferir os detalhes da nossa mini-coleção Malick, que já chegou na pré-venda do e-FARM em até 8x e frete grátis. É memória, história e muita beleza. ♥

      malick1

      Em Malick, as listras ganham destaque e aparecem em modelagens diferentes, mantendo a pegada retrô. Ah! A nossa aposta fica por conta dos croppeds de manga longa, é ideal pra próxima estação.

      malick2

      O poá deixa a mini-coleção delicada e feminina. Destaque para a calça de modelagem reta que cai bem em qualquer corpo! 😉 A mistura de texturas e os grafismos também aparecem com força. As peças ganham uma aquecida com tecidos mais pesados e equilíbrio com a pegada artesanal. Fofo! 😉

      malick3

      A gente é suspeita, mas ama ‘Malick‘. Agora vem conhecer a mini completa na pré-venda do e-FARM e aproveita pra garantir antes suas peças favoritas!

      capa-facebook

      E corre pra garantir seu convite pro nosso baile de lançamento da nova coleção! Estão voando 🙂

      29.01.15
    • pré-venda black retrô: os silks!

      bola_silks

      Tá sabendo da boa? Tá rolando a pré-venda da nossa coleção de inverno, Black Retrô, e já dá pra garantir os silks super legais que a gente criou. Vem saber mais:

      silks1

      Os silks foram feitos com muito carinho e inspirados na riqueza da cultura negra, fazendo um mix de referências que vão da arte africana, passando pelos penteados afro até aquela música suingada que a gente adora. 😉

      silks2

      Tem regata, camisa e T-shirt pra quem curte estampar o peito com simpatia, leveza, atitude e música boa. Difícil vai ser escolher um só, né? Ó que beleza: tudo em até 8x sem juros no cartão + frete grátis, e ainda rola 10% de desconto usando o código da sua vendedora! Não dá pra perder, hein? Corre pro e-FARM!

      10933976_1021618384520601_6526180208143109446_n

      Ah, e já tá rolando a venda de convites pro nosso baile, que vai rolar segunda-feira, pra gente esquentar a pista pro lançamento da coleção! Vamos? Aqui tem todas as infos de onde comprar!

      28.01.15
    • pré-venda black retrô: nova bossa

      bola2

      A gente tá só amor por Black Retrô e adianta mais um pouquinho do que vai rolar nesse inverno com a pré-venda da mini-coleção ‘Nova Bossa’. É linda, vem saber os detalhes:

      florais2

      Nova Bossa traz florais gráficos em maxiestampas que equilibram a feminilidade das flores e em modelagens diferenciadas que reforçam a beleza do look. Do mini ao midi, vale investir!

      design_contemporaneo

      Peças com design contemporâneo e assimetrias harmônicas também foram as apostas pra desenvolver a mini-coleção.

      cores

      Nova Bossa traz uma cartela de quatro cores: azul, amarelo, verde e vermelho, que, numa peça ou outra, se misturam às cores básicas de Black Retrô, areia e preto. Curtiu? Então vem conferir tudo e garantir suas peças favoritas na nossa pré-venda do e-FARM em até 8x e frete grátis. ♥

      10933976_1021618384520601_6526180208143109446_n

      Ah, falando em nova coleção, chega mais pra curtir com a gente um baile black em comemoração ao lançamento! Vai ser na próxima segunda-feira, em Botafogo, a gente conta todos os detalhes aqui. Aproveita que as vendas dos convites começaram hoje e garante o seu! 😉

      27.01.15
    • tem black retrô

      bola_blackretro

      A gente tá só amor por Black Retrô, a nova coleção de inverno. E a boa é que dá pra garantir a coleção antecipadamente com a nossa pré-venda, no e-FARM. Vem saber mais! 🙂

      blackretro2

      Black Retrô foi todinha inspirada na cultura negra. Pra matar a curiosidade de cada detalhe, a gente apresentou na pré-venda parte da coleção. Se liga na boa notícia: dá pra garantir as peças-desejo antecipadamente em até 8x e frete grátis. Ah! Ainda rola de usar o código da sua vendedora que te dá 10% off. ♥

      blackretro1

      Animou? Então aproveita pra garantir no e-FARM! 🙂

      20.01.15