• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: visual merchandising

    • Ladrilha na FARM

      Olhar pra dentro e perceber nossas potências é um movimento que a gente ama fazer e tem sido um guia pra coleção nova, Natureza Feminina. Foi através desse processo sensível que a gente trouxe pro VM – visual mershandisng, das nossas lojas, o Ladrilha. É o projeto autoral e feito à mão e coração pela Fernanda Moreira.

      Sim! Você já viu e ouviu esse nome por aqui… A Fe, além de ser a luz por trás do Ladrilha, também nos inspira no nosso dia a dia, fazendo parte da nossa equipe de comunicação. Ela dá vida a textos e conteúdos mil, e cuida do nosso endomarketing. Já imagina a emoção que é fazer essa matéria com ela, né? <3

      Em 30 das nossas lojas desse brasilzão estão os ladrilhos com as frases “respeita a sua natureza”, “tenho um sol em mim” e “minha beleza é linda”, criadas pela Fe especialmente pra FARM.

      “A ideia era trazer afetividade e poesia pra uma coleção que celebra o feminino em todos nós. Reconhecer esse feminino também através da poesia, da literatura e da fala”, explica ela.

      De cara, talvez você se pergunte… Por que Ladrilha no feminino?
      O Ladrilha é um projeto muito íntimo, totalmente autoral, mas que nasceu para me representar e me expor em um ambiente plural e, a meu ver, extremamente hostil e machista, que é a rua. Colocar o nome no feminino – o feminino de ladrilho, que é a matéria-prima que trabalho, é fincar a resistência de ser mulher e estar na rua, de ser mulher e estar na rua fazendo arte. A resistência de só ser mulher. Além disso, ladrilha está no indicativo do presente e no imperativo afirmativo do verbo ladrilhar. Todo verbo é ação. Ladrilha é a ação que escolhi pra mim.

      Apesar de estar fazendo parte do vm da FARM, o Ladrilha é um projeto que conversa com as ruas… E eu pergunto, como surgiu essa ideia de ocupar os ambientes públicos, que muitas vezes são machistas, com poesia e força feminina?
      O ladrilha é um projeto de intervenção da poesia nos espaços públicos. Sempre quis levar as frentes da poesia para as ruas, para ambientes públicos, onde o acesso a ela não fosse limitado. A poesia tem subjetividade feminina e também sabe ser direta, cortante, estruturante. O ambiente público é sedento de energia, de gente, de afeto, de observação… Justamente porque transborda esses sentimentos e seus atravessamentos diante de invisibilidades, de carências…

      Entre tantas ruas possíveis de serem ocupadas pelo Ladrilha, onde tudo começou?
      O primeiro foi “Saber doer antes de saber doar”, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Ainda está por lá, porém ilegível. Ganhou a intervenção de outro artista de rua e eu acho ótimo quando isso acontece. Significa que a possibilidade de interagir com sua própria expressão está viva.

      Por falar nessa interação entre a rua e os ladrilhos, o Ladrilha é feito em azulejos, um material frágil. E é colado nas ruas, um ambiente onde muitas vezes falta cuidado, respeito… Como você vê esse encontro?
      A escolha pelo material foi estética. Acho que os azulejos contribuem visualmente para a cidade. E sobre a relação entre a fragilidade do objeto, a durabilidade e o risco do que se expõe nas ruas, eu adoro essa negociação permanente. Gosto quando interagem com os ladrilhos, quando o riscam, quando o fotografam… Indo além, o risco é a negociação também de ser mulher e ser um corpo estatístico nas ruas, de sempre estarmos expostas a olhares perversos de homens machistas. O risco acontece para nós, diante dessa falta de cuidado e respeito, diariamente.

      Essa energia poética que enfrenta com sensibilidade os riscos da rua, agora potencializa a força feminina nas nossas lojas. Pela primeira vez em uma marca e sendo logo a FARM, qual é a sensação de trazer o Ladrilha pra cá?
      Nossa! É emoção demais! Há quatro anos eu faço parte dessa família, construindo conteúdos, projetos e sonhos no marketing. Há quatro anos, dedico minha energia de vida pra esse lugar que eu considero a minha segunda casa. A FARM me realiza sonhos. Quando fui convidada pela equipe de Visual Merchandising para participar do visual das lojas com um projeto meu, foi um presente. Ir às lojas da FARM já é uma experiência de amor porque reconheço cada criação que ali está e sei o tanto que cuidamos e estudamos pra que ela chegue até ali. Ir às lojas e me reconhecer junto é um espelhamento de gratidão. Desde que entrei pra FARM, tenho acreditado mais em mim. A FARM me potencializa como ser humano, como profissional e como mulher.

      Por fim, uma dúvida pessoal de uma aprendiz que sou pra minha mestre nas palavras… Fe, qual o seu ladrilha favorito?
      Tenho dois. O “Saber doer antes de saber doar” porque foi o primeiro e “Mar é sempre beira pra quem tem medo de fundo”. O dia que escrever um livro, esse será o nome, ela ri, finalizando.

      A gente não precisa nem dizer que já tá na torcida pra esse livro sair logo, né? Enquanto isso, que esse tanto de emoção que existe dentro de uma pessoa só continue inspirando mais e mais através das palavras, dos ladrilhos, da vida.

      Brilha, Fe! 

      21.07.18
    • a cara de black retrô

      bola_vm_black

      Nossa loja tá sempre linda e refletindo em cada cantinho parte da coleção e da nossa energia, e tudo que se vê por lá é o resultado do super trabalho das equipes: Visual, que orienta nosso Visual Merchandising e Produção de Moda. Das vitrines às cabines, tudo inspira, então vem saber mais sobre o que a gente preparou pra Black Retrô! 🙂

      vm_black_1

      No VM, uma das novidades pensadas foi aproveitar os produtos desejo da linha Quero pra ambientar a loja, assim fica tudo mais ainda com a nossa cara, sabe? Tem o fone colorido todo lindo, o livro do nosso gerente de marketing, André Carvalhal, ‘A Moda Imita a Vida”

      vm_black_2

      E a nossa vitrola portátil Crosley, que integra o climinha retrô da coleção e é ideal pra resgatar o hábito gostoso de curtir um vinil em casa com os amigos. Aproveita pra dar um bizu nas nossas sugestões de música na playlist da coleção na Rádio FARM!

      vm_black_4

      Outra alternativa legal de ambientação é a adesivação na parede em tons de madeira pra trazer o aconchego do vintage. Aproveitar objetivos afetivos, aqueles que a gente tem desde sempre, sabe?, também ajuda a compor. Os livros servem como suporte. Dá pra fazer em casa! 😉

      vm_black_5

      A nossa equipe de Visual, que abraça e cuida de toda a imagem da loja e das campanhas (da fotografia à produção do look das vendedoras) fica de olho pra manter tudo alinhado com o conceito da coleção, passeando da cartela de cor até as estampas. A produção de moda cria os looks das vendedoras e das manequins e o VM arruma tudinho pra ficar harmonioso.

      vm_black_6

      Apostando na versatilidade e no novo, a gente usou o tapete típico da feira como porta brincos e tá curtindo os novos manequins. E anota aí: a boa é abusar das produções com turbantes nas lojas e na vida real! 😉 Ah, vale olhar o tapete mágico listrado no e-FARM.

      vm_black_7

      A gente não pode esquecer de dizer que, durante o lançamento, pra manter a vibe retrô, rolaram a clássica Coca-cola de vidro (delícia!) e os biscoitos amanteigados decorados (como Donuts) da ‘A Pequena Fábrica de Doces‘. Só amor!

      vm_black_9

      O girassol também foi um dos fortes elementos adotados na ambientação das mini-coleções Beyond Retrô e Nova Bossa (e, é claro, as flores já fazem parte da nossa cartela de estampas!) e os caixotes, que a gente reutilizou como porta-objetos.

      vm_black_8

      Fotos: Carol Wehrs​

      Ninguém duvida que a coleção tá linda, né? Pra imergir ainda mais na onda de ‘Black Retrô‘, vale correr pra uma das nossas lojas e aproveitar tudo. É uma instalação de coisas lindas, música boa e gente de coração aberto.

      11.02.15
    • pra inspirar: ron pompei

      bola2_ronpompei

      O nosso visual merchandising é um dos xodós daqui. É ele que deixa as lojas mais lindas e com a cara da coleção. Dia desses, nossa equipe de VM participou do workshop com o Ron Pompei. O cara é o nome à frente da ambientação de marcas como Anthropologie, Urban Outfitters e Disney. Pouca coisa, né? Vem saber como foi a experiência das meninas por lá!

      ronpompei1

      O curso foi promovido pelo Instituto Rio Moda com a iniciativa de discutir as técnicas e todo processo criativo de um visual merchandiser. Nossa equipe adorou acompanhar de pertinho a linha de pensamento do Ron e assina embaixo quando ouvem por aí que ele é o mago do VM. O cara entende tudo mesmo:

      ronpompei2

      “O Ron é dono de um método todo singular de trabalho. Antes de montar uma loja, ele pesquisa tudo sobre o local de abertura: população, hábitos, o que gostam de fazer, o que consomem, as músicas que ouvem. Ainda investiga o que esse lugar tem de mais tradicional. É assim que ele dá o pontapé inicial!” conta Ana Luiza, do nosso VM.

      ronpompei3

      Além de muito aprendizado e inspiração, o curso deixou um presente todo especial. Como ele rolou na Casa Ipanema, ali pertinho da FARM, nossa equipe convidou o Ron pra conhecer nossa loja e um pouquinho do nosso estilo de vida. Pra nossa felicidade, ele aceitou na hora e adorou o que viu. Ó o momento eternizado pela fotografia! 🙂

      ronpompei4

      No site dele, você encontra imagens e curiosidades sobre todos os projetos. Vale visitar. Ah, e claro: passa na nossa loja pra curtir um pouquinho do trabalho das nossas meninas que arrasam sempre! 😉

      15.09.14
    • farm em vila velha

      bola_vilavelha

      Na próxima segunda, 25, a gente inaugura uma loja pra lá de especial no centro de Vila Velha (ES). A ideia foi criar uma loja conceito com arquitetura diferenciada, mas sem deixar a nossa identidade de lado, é claro. Tem flor, tem cor e tem muito amor. Vem ver!

      vilhavelha3

      Do brainstorm à criação, a loja passou por várias etapas. Nosso mundo florido e cheio de sentimento ganhou piso todinho de madeira e teto vazado, o que garante um ambiente mais amplo.

      vilhavelha1

      O projeto ganha assinatura do nosso gerente de branding, Carlos Mach, da equipe de VM e do be.bo, escritório de arquitetura mais que querido dos parceiros Bel Lobo e Bob Neri.

      vilhavelha2

      A gente já está amando a novidade. Pra conferir tudinho pessoalmente, corre pro Shopping Vila Velha: rua Luciano das Neves, nº 2418/loja 2095! 😉

      20.08.14
    • mão livre

      bola_diy

      Sabe aquela vontade de deixar a casa ainda mais fofa? A gente preparou um DIY exclusivo com nossa equipe de VM pra conhecer o passo a passo das instalações que estão rolando nas nossas lojas. A criação pode ser feita no cantinho preferido da casa e é mole mole, só precisa de papel contact colorido, tesoura e mão na massa. Bora?

      diy1

      ZAI explorou o misticismo e a geometria do triângulo. A Natalia Coutinho, gerente de VM, ensinou a reproduzir os desenhos em casa cortando o contact em três fitinhas de 1, 2 e 3cm cada. Dica: como na foto, utilize a própria metragem do contact pra facilitar o direcionamento do corte.

      diy2

      A geometria do triângulo facilita o encaixe natural das cores (vale colorir bastante!) e não exige regularidade na forma. A Nat fez questão de reforçar que, por ser um processo totalmente manual, algumas linhas saem diferentes e é isso que dá estética e personalidade ao desenho. O tortinho vira charme!

      diy3

      Após colar cada fitinha e formar um desenho triangular, corte os pedacinhos que excederam e guarde as sobras porque a gente reaproveita no final. Vale passar o dedo sobre cada fitinha, após aplicá-la, pra reforçar a cola. A manutenção é fácil e a arte não danifica a parede após a remoção. Sem desculpa pra não entrar na brincadeira!

      diy4

      Já deu pra ver que não tem mistério, né? A gente só precisa de criatividade e um tempinho extra pra deixar a colagem bem elaborada. Aproveite também a idéia de reflexo nas imagens (um triângulo de cabeça pra cima e outro de cabeça pra baixo). Isso ajuda a preencher o espaço em branco!

      diy5

      Além da geometria e do grafismo, outra ideia bacana é investir na escrita. As frases deixam o ambiente ainda mais afetivo e criam uma atmosfera intimista. A gente escolheu o“mi casa su casa” pra deixar os amigos à vontade. Ah! Dica boa: a Nat usa o tamanho das primeiras letras como parâmetro de medida pro corte das próximas!

      diy7

      Pra quem tem a parede de casa colorida, dá pra brincar do mesmo jeito substituindo o contact por fita crepe. A mão livre é a alma do negócio. Agora olha como ficou o nosso antes e depois!

      diy6

      Fotos: Luiza Chataignier

      A experiência aqui de cima rolou na sala do VM, no cantinho preferido das meninas. Agora só falta escolher o seu e correr pra deixá-lo mais bonito também. Vale mandar clicar e marcar no Insta com #tonoadorofarm. Quem sabe sua foto não aparece por aqui!

      https://www.youtube.com/watch?v=vw7dnDZ1bGY

      Ah, e dá play aí em cima pra conhecer melhor o trabalho da galera do VM nas nossas lojas, é encantador! 😉

      12.08.14
    • de dentro pra dentro

      bola_zai

      A gente ficou morrendo de vontade de dividir aqui no adoro! um projeto muito especial que quase ninguém vê. São os moodboards inspiracionais que ficam no estoque das lojas e deixam o ambiente muito mais lindo. A nossa gerente comercial Denize Mattos, criadora do projeto, contou pra gente o comecinho de tudo. Vem ver: 😉

      zai1

      “O projeto começou há três anos pra reunir referências sobre a coleção e o universo FARM e é atualizado constantemente pelas gerentes e stylists. Hoje, o mural é uma grande fonte de informação e integração com estratégias e até indicativos de venda. É onde o feeling da coleção ganha vida e nosso lifestyle é humanizado. O mural é a alma da equipe!”, contou Denize.

      zai2

      A Priscila Terui, gerente da FARM Iguatemi SP, é fã do projeto e reforça que a participação das vendedoras é fundamental: “Temos vendedoras formadas em moda que contribuem muito. Todo mundo traz uma inspiração diferente. Por aqui, por exemplo, a gente muda nosso corte de cabelo e penteado de acordo com as tendências do mural. É além da roupa. O projeto nos forma e informa!”, confessou a Pri.

      zai3
      As atualizações do mural fazem com que a mensagem de cada coleção seja incorporada de forma verdadeira e, ao mesmo tempo, lúdica pela equipe. A Fermanda Pacheco, stylist da loja do Fashion Mall, é designer e acredita na força que o projeto tem como estímulo visual. É muito além da roupa!

      zai4

      “Fazemos colagens e pegamos coisas do e-FARM. Isso influencia pra entrar no clima. Temos o estímulo visual sobre a origem da coleção e é muito enriquecedor!”, finaliza a Fê. E a gente só tem elogios pro projeto e pras meninas, que cuidam de tudo com o maior amor do mundo.

      Sem vocês não seria possível, obrigada! ♥

      05.08.14
    • o visual de ZAI

      bola_principal

      A equipe de Visual Merchandising é a responsável por deixar os cantinhos das nossas lojas sempre com a nossa cara. A cada mudança de coleção, ela desenvolve cada detalhe cuidadosamente e viaja o país inteiro pra manter o visual integrado em todos os espaços. A gente conversou com as meninas de lá pra saber mais sobre como foi montar o VM de ZAI, se liga:

      vmzai1

      “Primeiro, a montagem da nova coleção acontece nas lojas do Rio de Janeiro e de São Paulo. Em seguida, viajamos por uma semana, nos dividindo em duplas e por região, pra visitar as mais de 30 lojas que temos pelo país”, explica Louise Zambelli, supervisora do Visual Merchandising. O trabalho é de muita entrega e cada detalhe carrega uma informação – e uma emoção – diferente.

      vmzai2

      A nova mini-coleção, FARM na aldeia, traz a estética indígena pra perto e mantém o misticismo de ZAI no ar. Elementos como cristal e grafismo marcam presença. Pra combinar com o nosso espírito leve, a equipe apostou no carinho dos detalhes desenvolvidos à mão, funcionando como uma verdadeira oficina de criação.

      farm-82

      “Esse tipo de intervenção reforça nossa identidade e gera valor a materiais até então comuns.  Percebemos que o nosso trabalho emociona porque é feito com a alma, com a verdade e com muito amor”, conclui  Natalia Coutinho, gerente do VM. Boa parte da ambientação de ZAI ficou por conta da fita crepe e do papel contact fluorescente.

      vmzai3

      A idéia era sinalizar a coleção a partir de imagens geométricas, como o triângulo, símbolo do equilíbrio, sem perder a estética jovem e moderna. A nossa Gerente de Comunicação Visual, Flávia Miranda, garante que a atenção e o cuidado com a imagem vai além da ambientação.

      farm-54

      “Pensamos o visual como uma instalação gráfica e a nossa atenção está em tudo, do ambiente de loja à fotografia, ao vídeo e às vendedoras. É muito gratificante pensar e fazer parte disso”, contou a Flávia.

      vmzai4

      O trabalho é lindo e enche a gente de orgulho. Dá play no vídeo pra ficar por dentro e depois corre nas lojas pra conferir todos os detalhes de pertinho.

      Parabéns, gente! ♥

      28.07.14
    • por dentro da farm: nosso vm

      bola_vm

      Tem gente que diz que elas são o coração da fábrica. Não é à toa: nosso Visual Merchandising capricha na hora de transformar qualquer cantinho num mundo FARM todo lindo. É só chegar pra se sentir em casa! Comandadas pela Gerente Natália Coutinho, as meninas encantam por onde passam. Vem ver o papo que a gente bateu com elas e conhecer mais sobre esse universo que inspira todo dia:

      vm_2

      Tudo que leva nossa assinatura por aí, passa pelas mãos do VM. A Ana Luiza explica: “Um dos pontos principais do nosso trabalho é deixar as lojas com uma nova carinha cada vez que trocamos de coleção, mas sem perder a essência FARM.” Isso, além de idealizar e cuidar de toda a decoração de convenções e eventos. Precisa ter muita criatividade e estar sempre ligada nas novidades.

      sozinha-3

      Tudo começa quando as meninas recebem o conceito e o tema das coleções em reuniões com o Branding e o Estilo. Depois, é partir pra pesquisas e desenvolver os projetos. A Louise, que já tá com a gente desde 2011, disse que uma das fontes é o querido Pinterest.

      vm_5

      Mas nem tudo é virtual: a Nat contou que, a partir de agora, elas vão concretizar a ideia de uma vez por mês uma das meninas da equipe ter um dia cultural, com visitas à museus, ateliês, bibliotecas… “Será um dia para inspiração e renovação das idéias!” Bacana, né? 

      vm_3

      E VM também é colocar a mão na massa! “Depois de decidir o que vamos usar, e quais ideias vamos colocar em prática, tem que ligar pra fornecedor, fazer orçamento e aprovar o produto final, além de fazer o trabalho braçal também, porque a gente vive carregando produtos de um lado para o outro e testando novas arrumações”, conta a Ana Luiza.

      vm_6

      Mas o esforço sempre compensa! As meninas amam cada etapa, principalmente a visita em lojas FARM por todo o Brasil. “Os pequenos detalhes no final da arrumação já fazem toda a diferença nas lojas, sem contar que somos super bem recebidas pelas meninas, é sempre um clima bacana de trabalho e satisfação no final do dia”, divide a Naiane.

      sozinha2

      Cada uma das meninas tem um carinho especial por alguma parte do processo de criação, que envolve muitas coisas diferentes, desde vitrines em loja, até a vitrine virtual da linha Quero. “A parte mais gostosa pra mim é cuidar das paredes da Quero!” – conta a Isa – “Fiz muitos projetos pra ela e peguei um carinho imenso!”

      vm_1

      “É sempre bacana pensar numa logo diferente (já fizemos de canudo, linha, durex, pisca pisca…), no fundo ou locação, de como expor cada produto, comprar plantinhas e outros elementos pra compor.”

      vm_4

      Quem passou pelo adoro feira pôde conferir de pertinho o trabalho que as meninas fazem nos eventos. O pessoal curtiu tanto, que a gente até ensinou depois a fazer a luminária de abacaxi que elas criaram especialmente pro dia. E como esquecer das peças penduradas em varais pra convenção de à brasileira? Tudo lindo!

      2_convencaofesta

      “A melhor parte é quando tá ficando pronto! Dá maior orgulho ver nosso trabalho sendo divulgado, os amigos e profissionais da área comentando… E é um desafio sempre: A FARM cria projetos que testam nossos limites criativos e nos fazem ir além do senso comum”, comenta a Nat.

      vm_7

      A gente perguntou pra Nat algumas dicas pra quem quer trabalhar nessa área. O que é fundamental? “Dedicação! Trabalhar com VM requer paciência e criatividade. Costumo comparar a montagem de uma loja com a montagem de um quebra-cabeça!  E sempre buscamos trabalhar com muito humor e alegria! Estamos sempre cantando, fazendo piada…”

      Sem Título-1

       Demais, né? As meninas arrasam, e se você quiser ver de pertinho, dá um pulo na nossa loja mais próxima! Em breve, mais novidadinhas delas e do mundo FARM por aqui. 😉

      30.05.14
    • originalidade em todo canto

      bola_vm

      Não são só nossas roupas e acessórios da colab adidas Originals  FARM que estão sendo assunto pelo mundo todo, o visual merchandising das lojas da nossa parceira também foi destaque no conceituado Retail Design Blog! Que orgulhinho!

      Untitled-2

      O time global da adidas Originals criou – e a agência Age Isobar adaptou pras lojas do Brasil e do mundo – um décor que deixa o nosso canto com essa carinha tropical cool e chama a atenção de qualquer um que passe.

      adidas-Originals-The-Farm-Company-Collection-visual-merchandising-by-AGE-Isobar-Brazil

      A ideia foi pegar as artes das estampas Tucanário, Borboflor, Frutaflor e Floralina e dar mais vida às vitrines, prateleiras, cabides e displays.

      adidas-Originals-The-Farm-Company-Collection-visual-merchandising-by-AGE-Isobar-Brazil-04

      A gente adorou o resultado!

      28.04.14
    • poética visual

      Uma nova empresa que cria coisas lindas na área! A Poética Visual junta moda com arquitetura, cenografia e poesia pra criar ambientes que todo mundo vai amar.

      Apesar da especialidade ser visual merchandising, a equipe é formada por meninas de várias formações. De design a arquitetura, passando por cenografia. A mistura dá mais do que certo.

      Além do trabalho lindo, o Face delas também é cheio de inspirações e lugares maravilhosos! Vale a pena conferir 😉

      16.05.12
    • mercado de pulgas farm

      No finzinho da semana passada as meninas da equipe de Visual Merchandising resolveram fazer uma super limpeza no depósito de decoração. Resultado?

      Mercadinho de pulgas no jardim da fábrica!!

      Eram cestinhas, mimos, almofadas e até móveis (!!!) com precinhos simbólicos. A casa de toda equipe ganhou um up no décor  ♥

      A gente não pode negar, tinha muita coisa bacana pra escolher!

      Até a Kátia, dona da FARM, foi lá dar uma garimpada hihihi 😛

      E olha quem a gente também encontrou selecionando acessórios pro lar doce lar: a Roberta, nossa modelo, que tava por aqui fazendo as fotos do e-FARM.

      Tava todo mundo soltando a criatividade na hora de escolher os objetos e um passarinho contou pra gente que essa moldura na mão da Iana vai virar um porta bijoux de parede (!!). Como será que vai ficar hein? 😀

      Agora só resta ver o resultado das ideias. E pode deixar que a gente mostra tudo por aqui, é claro!

      14.03.12