• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: vista chinesa

    • a vista do rio

      A Vista Chinesa, um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro, assim como Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Copacabana e tantos outros, guarda memórias e histórias mil das mais variadas épocas e pessoas. E nada melhor do que conhecermos ou relembrarmos algumas delas em um livro dedicado, né? A dica é o livro A Vista do Rio, que é lançado essa semana e fala sobre a trilha que corta a maior floresta urbana do mundo e as curiosidades que passam por lá!

      Dados históricos e fotos inéditas da região, além de 17 crônicas sobre pessoas anônimas e famosas, que fazem da Vista seu segundo lar são o pano de fundo da obra. Entre os entrevistados, Rodrigo Hilbert, Dado Villa-Lobos, Jayme Buarque de Hollanda, Dani Genovesi, padre José Maria e Renata Ceribelli. Com coautoria do fotógrafo Alex Ward – que tem mais de cinco mil cliques da região e não perde as pedaladas por lá, pesquisa de Patricia Pamplona e edição pela ID Cultural, o livro chega às livrarias esse mês.

      A paixão pelas palavras e pelo ciclismo é o fio condutor que uniu os autores com perfis bastante diferentes. Gustavo, aos 60 anos, ex-executivo e idealizador do projeto pedala 4 vezes por dias, e Luiza, aos 26 é jornalista, escritora apaixonada pela natureza, pessoas, esporte e poesia.  A dupla se conheceu na pós-graduação em Formação do Escritor na PUC do Rio e em pouco tempo, perceberam que a Vista rendia muito mais que um fim de semana.

      “O livro resgata a história da cidade, suas transformações e origens e a ressignificação de um espaço antes usado por aristocratas e que hoje é um dos principais pontos turísticos e rota predileta dos ciclistas cariocas”, conta Luiza.

      Através da pesquisa de Patricia, a primeira parte do livro apresenta dados históricos e curiosidades sobre a Vista Chinesa, além de fotos inéditas produzidas desde 1890! A ligação da região com a imigração chinesa, o espaço como área de lazer do imperador e da elite, mais tarde, a inauguração do mirante, e ainda a escolha da Vista como cenário de filmes nacionais e estrangeiros, incrementam a obra.

      Pra produzir a segunda parte do livro, os autores se uniram ao fotógrafo Alex Ward, que circula diariamente pela Vista, com a missão de selecionar pessoas que, por uma infinidade de razões, são a cara do lugar.

      “Todos que estão no livro têm verdadeiro amor pela Vista Chinesa. Alguns têm ali o seu trabalho, outros usam a área como ‘terapia’, exercício e até como sustento”, explica Gustavo.

      E olha que demais! No final da publicação a gente encontra o QR Code Vamos Subir a Vista, que traz um vídeo com imagens produzidas por drones e GoPro pra curtir, mesmo que de longe o visu do local.

      “Esse livro é um presente pros cariocas, a prova de que ainda temos crença nesse tesouro incrível que é o Rio de Janeiro”, contam os autores. Lindo, né?

      E claro, a gente já garantiu um exemplar pra nossa biblioteca!  Aproveita também pra ter o seu e ficar ainda mais in love por esse tesouro da nossa cidade maravilhosa 🙂
       

      06.12.17
    • o céu é o limite

      bola_ceulimite

      Já reparou que cada vez mais tem uma galera anda madrugando em busca dos mais inspiradores picos da cidade? Como eles chegam até lá? De bike. Pode apostar: essa mania já conquistou uma legião de fãs e em pouco tempo pode fazer parte do seu cotidiano também. Então confere aqui a listinha de picos que vão fazer você mudar os hábitos logo logo!

      visa-chinesa

      Vista Chinesa: com começo e fim na Pacheco Leão, no Jardim Botânico, ela parece ser a queridinha de quem já tá com o pé no pedal há um tempo. Boa parte da trilha vai pela Floresta da Tijuca, o que ajuda a expulsar o calor do verão e dá aquele incentivo a mais pros sonolentos.

      IMG_5151

      Dois Irmãos: é perfeita pra quem tá começando. Diversão garantida com muitas curvas, mas ao mesmo tempo é moleza de subir, além de ser curtinha. Ajuda a preparar o corpo pra trilhas mais longas e tem um presentão no final: a vista de todo o Rio lá de cima e ainda por cima bem pertinho da Pedra da Gávea. Imperdível!

      850_g

      Vale Paraíso: Jacarepaguá reserva a trilha mais usada quando acontecem provas de mountain bike por aqui. São 5km no total e dá pra subir pelo Vale Paraíso Campestre Clube.

      corcovado2

      Corcovado: Subindo pelo Cosme Velho, a trilha quase sempre de paralelepípedo, segue beirando os trilhos do bondinho a maior parte do tempo. A vista turística, é claro, compensa qualquer esforço. No meio do caminho vale parar pra se refrescar nas duchas naturais espalhas por todo o percurso. Mas atenção ao planejar: os serviços na região em torno da estátua do Cristo só começam a partir das 8h.

      IMG_8202

      Só não esquece de cuidar da sua segurança: capricha no capacete, chama um amigo já fera que conheça o caminho e não esqueça de se hidratar!

      Todo mundo já sabe que fazer exercício cedo garante disposição de sobra pro resto do dia, agora imagina ver o sol nascer lá de cima sobre as montanhas do Rio? Melhor ainda!

      16.02.14