• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: tatuagem

    • à flor da pele

      A gente acredita em correntes, que se propagam em forma de amor, ideologias e empoderamento, correntes que dão voz, que acolhem e provocam reflexão e transformação político-social-artística. 

      Por isso, nós entramos na onda da última que encheu o feed de "curiosidades sobre si" e pedimos pra Larissa Jennings entrar na brincadeira. Como tatuadora, Lari é porta-voz (porta-pincel e porta-agulha) da luta feminista, que é simbolizada por traços de militância e empoderamento à flor da pele. "Pra todas as mulheres todo dia é uma batalha. Diariamente, batemos de frente com o assédio, com a cultura do estupro!", ela expôs.

      Nós apoiamos essa luta também e passamos a palavra (o os pinceis) pra Lari. Aí as dez dicas! angel

      1 – Eu sou muito crítica em todos os sentidos, comigo mesma principalmente. Entretanto, sempre tento ver o lado positivo das coisas e jamais julgaria algo/alguém em tom de superioridade, principalmente mulheres. A sororidade prevalece sempre.
      2 – Pra mim o fator principal em qualquer relação é a compatibilidade do humor.
      3 – Tento sempre ser tanto ativa quanto militante feminista, mesmo que seja só disseminando minhas ideias. O fato do meu público na tatuagem ser predominantemente feminino ajuda muito porque tenho oportunidade de desconstruir e ser desconstruida um pouquinho mais todo dia.

      4 – Sempre estive ligada à arte, meus pais desenhavam muito bem apesar de nunca terem aproveitado esse talento. Minha avó paterna é artista plástica e assina como Maiato.
      5 – Já morei no Queens, em Nova York, dos 4 anos quase aos 8, e minha infância foi muito conturbada.
      6 – Faço análise e sou apaixonada pela minha terapeuta. Acho que todo mundo deveria fazer análise. Poucas pessoas param para refletir e organizar os pensamentos, o que é fundamental. Amadureci muito desde que comecei.

      7 – Quando me perguntam o que faço na faculdade respondo Belas Artes, mas na verdade estudo gravura, que é um curso muito específico, na UFRJ.
      8 – Sou uma pessoa de fases. Tenho fases de literalmente tudo. Fases de amigas, fases de tons de cores, fases de sapatos, fases de humor.
      9 – Tenho muita dificuldade de receber ordens e trabalhar em grupo, e talvez seja por isso que sempre estou querendo empreender.
      10 – Sou muito radical com as minhas opiniões e elas mudam toda hora. Estou sempre me contradizendo.

      Ufa! Agora que a gente conheceu um pouquinho da Lari, vamos lá fazer um rabisco com ela?

      02.07.16
    • arte na pele

      bola_tattoo

      O desenho sempre fez parte do ser Gabriel. E é mesmo muito impressionante ver a sua arte se manifestar. Como se nada fosse, de um piscar para o outro, Gabrilândia cria um universo inteiro. A cada traço, linha, ponto, movimento. Há dois anos, certas conjunções cósmicas abriram os caminhos e de repente ele estava ali, terminando a sua primeira tatuagem. Um polvo. Era março de 2013.

      IMG_0342-2

      “Eu tenho lembranças muito vívidas da minha infância através do desenho”, contou o tatuador e artista plástico, Gabriel Almeida da Silva, durante uma divertida entrevista para o The Summer Hunter, num fim de tarde gostoso em São Paulo, um dia antes dele voltar para o seu ateliê na Chapada dos Veadeiros.“Sempre tive um impulso de desenhar no meu corpo e no corpo das pessoas. Acho que isso é uma coisa muito natural pra quem desenha na verdade. Mas a tatuagem sempre me pareceu uma possibilidade muito distante, apesar de gostar muito”.

      18808_756610887791585_1664851971735904947_n

      O lance não era medo da maquininha. “Eu nunca tinha visto uma tatuagem dentro dos estilos clássicos que eu sentisse identificação como traço, ou possibilidade. E achava que não era possível fazer de outro jeito”, explica, entre um traço e outro no seu moleskine. “Mas aí em algum momento, eu conheci o Rui e ele pilhou nessa ideia, disse que eu me dar muito bem tatuando”. Depois de uma ida frustrada à Galeria do Rock, a poeira baixou um pouco. “O cara da loja me disse que desenhar era diferente de tatuar e me deu um folheto com um curso de pintura. Foi bizarro, ele nem me conhecia”.

      11070163_872725546124325_8364409091673300903_n

      Até que um dia, o mesmo amigo Rui apareceu com uma maquininha e tudo mais que ele precisava, inclusive um convite para estrear a sua arte na sua própria barriga. “Eu levei umas três horas e meia para fazer a tatuagem e senti muitas coisas ao mesmo tempo”, relembra. “Foi muito estranho sentir o cheiro do sangue, a pessoa sentindo dor e também a resposta da pele, que é tão imediata. Fiquei aflito em alguns momentos, mas percebi que era só uma questão de entender o tempo daquilo. Recentemente eu descobri que o lugar que ele escolheu é um dos mais difíceis”.

      11083880_872726482790898_3928697146420233831_n

      Curtiu? Vem ler mais no The Summer Hunter e descobrir os lugares preferidos do Gabrilândia na Chapada dos Veadeiros!

      13.05.15
    • coisa de pele

      bola_tatuagem

      O Ricardo já apareceu aqui no adoro ao lado da namorada, Olivia (o casal criou o Palitos, picolés naturais adoçados com mel, lembra?). Agora, ele apresenta a Homemade Tattoo Rio, tatuagens que desenvolve através de técnicas específicas de desenho. Ah! Detalhe: ele mesmo quem fez a própria maquininha pra tatuar. Moço prendado, né?

      tatuagem5

      “Sempre me interessei por desenhos e desde que me entendo por gente gosto de tatuagens. Minha técnica vem do pontilhismo, das hachuras e prefiro os trabalhos mais delicados, por isso, na hora de tatuar, uso agulhas bem finas e só tinta preta. Às vezes, faço detalhes com tinta branca, que é o que o pessoal chama de ‘Black Work“, conta.

      tatuagem1

      Tudo começou há pouco mais de dois anos quando ele fez a própria máquina com um motor de toca-fitas, uma lapiseira, uns fios e uma bateria e, no mesmo dia, tatuou dois amigos: “As agulhas eram descartáveis, mas não apropriadas, então dava muita dor. Meses depois, meus amigos fizeram uma vaquinha e compraram todo material pra mim. Não trabalho em estúdio, tatuo em casa”, explica.

      tatuagem3

      O nome HomeMade Tattoo, inclusive, vem dessa dessa onda caseira no trabalho dele que, claro, é super profissa e ligado na qualidade do material que usa e na higiene local. Ele já passou das 200 tattoos feitas: “O material é todo antialérgico, inclusive as tintas. As vermelhas costumam dar algumas reações durante a cicatrização, mas isso só sabemos depois que a tinta está na pele. Em princípio, todo mundo pode ser tatuado!”, explica.

      tatuagem4

      Anima de fazer uma tattoo? A gente dá força, mas pede pra pensar bem sobre o desenho antes. O Ricardo recomenda trocar ideia com tatuadores diferentes pra ter mais de um ponto de vista, e, além disso, investir nas pesquisas de imagens. O Pinterest tem boas referências e é fácil passar horas por lá pesquisando sem cansar! 😉

      tatuagem2

      Anota aí: pra conhecer mais do trabalho do Ricardo (e marcar uma tattoo hehe) é só correr pra cá. Ah! E não esquece o Palitos depois da sessão, ein! 🙂

      08.12.14
    • feito tatuagem

      bola_elissa

      A Elissa Rocabado já apareceu por aqui, com suas lindas aquarelas. E sabe qual o comentário que a gente mais ouviu por aí? Que os desenhos da moça dariam lindas tatuagens.

      elissa1

      Dito e feito, há pouco mais de um ano, depois de 10 anos trabalhando com estamparia, ela resolveu se arriscar nas agulhas. Começou praticando e estudando muito com os amigos mais experientes, adaptou seus traços, buscou inspirações nos trabalhos de Maxime Bucchi, Anil Gupta e outros tatuadores da escola figurativa e foi à luta.

      elissa2

      Daí os amigos viraram clientes, espalharam as boas novas em forma de fotos no instagram e tals, e pronto. Elissa já é uma das mais queridas tatuadoras da cidade e anda com a agenda e a salinha do Soul Art – estúdio que reúne algumas das maiores feras das agulhas em sampa – cheios.

      elissa3

      Fica bem fácil de entender as razões do sucesso quando a gente conversa com Elissa, vê o brilho nos olhos quando ela conta sobre sua paixão por botânica, Margaret Mee, natureza e realizar sonhos com seus desenhos. “É muito legal emprestar meu traço pra dar significado a um desejo das pessoas”, diz ela.

      elissa4

      E deixamos a melhor parte para o final: a temporada carioca da moça já tem data para acontecer: entre os dias 5 e 7 do mês que vem! Pra agendar sua tattoo, combina por aqui ó: elissarocabado@gmail.com 😉

      15.08.14
    • estilos da rua

      bola_looks

      A gente já contou ontem quase tudo sobre o Dia da Rua, que rolou no último domingo. Mas calma, que tem mais: hoje é dia de ver o estilo de quem foi rodar a orla pra ver os palcos do Leblon ao Arpoador.

      looks1

      A Bruna, por exemplo, não queria perder os shows do Castello Branco e da Banda Baleia. E quando o assunto foi gastronomia, ela tirou de letra: um dos programas preferidos é descobrir novidades gustativas por aí. O mais recente restaurante preferido é o Joaquina, no Leme. Dá-lhe tempero baiano!

      looks2

      Se nos palcos os artistas mandaram ver nas apresentações, o público mostrou manda ver na arte também. A Jenifer é atriz e tá trabalhando numa série chamada “Positivos”, que fala sobre o dia a dia de soropositivos. Os episódios são online e essa temporada tá prevista pra estrear em julho. A galera do bambolê também compareceu e pra Maria Eduarda, ouvir Gilberto Gil ajuda muito a inspirar as manobras, que ela começou a praticar há duas semanas. 😉

      looks3

      Entre os vários detalhes pra ver e inspirar  por lá, as tattoos também marcaram presença. No braço, na perna, nas mãos. O que importa é carregar na pele um pouquinho do que vem de dentro, né?

      looks5

      A Élida também foi uma que acompanhou desde o comecinho, lá no posto 12. Estudante de Comunicação e por dentro do que rola de quente, ela disse que não perde uma novidade na Comuna, já que estuda pertinho, e que não dispensa o Rashomon, sanduíche já tradicional da casa, caprichado na raiz forte. Hummmm, a gente se identificou!

      looks6

      De bike pra lá e pra cá, era difícil não topar com a Isabella. É que ela é coisa nossa, trabalha com a gente no VM, e tava percorrendo os sete palcos pra conferir se tava tudo nos trinques. Alguma dúvida de que a bike era o melhor acessório pra esse domingo?

      looks7

      E tem jeito melhor de curtir esse programinha do que pra lá de à vontade? Também da trupe do bambolê, a Larissa aproveitou pra divulgar seu novo blog, onde divide inspirações com mais três amigos. A Thaís já é figurinha repetida por aqui e desfilou pela orla usando um colar feito por ela pra You.Do. Mesmo virada-do-viradão-paulista, a Alice emendou os programões e foi ver os shows do Dia da Rua.

      looks8

       Fotos: Carol Lancelloti

      Line-up caprichadíssimo, galera animada e criativa, novidades musicais, amigos e os Dois Irmãos abençoando no fundo. E alguém duvida que foi um programão? Fica esperta pro próximo!

      21.05.14
    • brasil na pele

      bola_principal23

      Já tá ligada nas novidades da linha Quero pra Copa? Então passa lá no e-FARM que tá cheio de coisa linda, como as novas tattoos temporárias pra estampar o Brasil na pele.

      quatro_iguais2

      Pra aplicar é super simples. É só lembrar como a gente fazia quando era criança: ter um potinho com água, tirar o plástico, umedecer bem o papel pressionando sobre o local e pronto! 😉 A cartela vem com um monte de opção, de coração verde, azul e amarelo, até pássaros, frases e bandeira. Muito amor!

      2.1

      Na hora de tirar, pode usar álcool ou até acetona, que sai rapidinho. Agora, é só garantir a sua e ir aquecendo pra torcida!

      29.04.14
    • tattoo transcedental

      bola_paola

      Paola Alfamor nasceu em de Porto Alegre, mas é do mundo. Ela tá sempre em um lugar diferente, além de ser muitas em uma: ilustradora, fotógrafa, tatuadora, terapeuta alternativa… Mas o que mais chamou nossa atenção por aqui foi sua técnica singular de marcar a pele, a tatuagem transcedental. Vem conhecer:

      paola1

      Paola tatua com a técnica chamada “hand poked” — ou “ponto a ponto” — que não utiliza máquina, dispensando energia elétrica. O mais bacana é que, dessa forma, a tattoo pode ser feita em qualquer lugar. Paola diz que curte um ambiente tranquilo e reservado porque tatuar, pra ela, é também uma meditação.

      paola3

      “Uso como suporte para a agulha um cristal de quartzo, pois acredito que essa pedra tem o poder de absorver as energias negativas e potencializar as energias positivas, no corpo físico e espiritual.” Daí o nome “tatuagem transcedental”, criado pela própria.

      paola2

      “Percebo a tatuagem como a abertura de um portal visual na pele, uma experiência realmente transcendental, um ritual muito intenso, em que entro em total meditação e canalizo toda minha energia para realizá-lo.” explica. É tão bonito que dá logo vontade de fazer uma, né?

      Paola-featured-672x372

      Quem já fez diz que a tattoo ponto a ponto dói menos do que na máquina… Pra matar a curiosidade de como funciona o processo e descobrir mais sobre a Paola, vale apertar o play na entrevista que a emag aLagarta fez com a artista:

      E pra acompanhar as andanças, exposições e próximos planos da artista viajante, só ficar ligada na página da moça no Facebook. Quem sabe ela não tem a sua cidade como o próximo destino?

      06.04.14
    • na pele

      bola_napele

      Esse post é pra quem ama tatuagem, mas nunca teve a coragem de dar o primeiro passo, escolher o desenho e bater na porta do tatuador! Sabe aquele papo ‘tenho que escolher algo que nunca me arrependa…’? Faz sentido, mas pode te deixar pra sempre sem a tão desejada marquinha de personalidade!

      tatoo1

      Pra resolver esse drama aqui pelo escritório, a gente foi no estúdio do Marcelo Cabral, lá na Barra, tatuador há 11 anos que já era conhecido de algumas meninas da equipe do marketing. O cara é super gente boa e não tem aquela ‘cara de mau’ que às vezes a gente espera encontrar num lugar assim, rock’n roll e cheio de atitude.

      tatoo3

      As meninas corajosas (e ansiosas!) já tinham quase todas o desenho em mente; chegando lá foi só contar pro Marcelo pra ele passar pro papel, ver a medida certinha e ajudar na decisão do lugar. Afinal, a primeira tattoo tem que ser estratégica, né? Além de especial, claro!

      tatoo4

      A foto que abre o post é da tatuagem da Mari, e representa os quatro elementos (ar, fogo, água e terra…aqueles que a gente fala todo mês no FARM astral, sabe? ♥). Ela escolheu, de cara, tatuar a costela, uma das regiões mais sensíveis – bateu medinho, é claro. Mas foi só concentrar na respiração, controlar os movimentos e relaxar que deu tudo certo!

      tatoo5

      Os triângulos também foram a escolha da Vanessa; dois na panturrilha, um vazado e outro pintado, que representam equilíbrio. O lugar é super tranquilo pra suportar a dor, só doeu um pouco pra preencher, mas valeu a pena, né? Já a Carol mandou na própria caligrafia a palavra ‘fé’, pra ela uma das coisas mais importantes da vida!

      Tattooday-11

      Tá a fim de se tatuar também? Corre no nosso Pinterest que tem um board só de tattoos aqui do escritório. E se quiser marcar com o Marcelo, é só ligar pra (21) 3495.9449 – a gente recomenda de olhos fechados! Depois basta seguir os cuidados indicados por ele que a cicatrização rola na boa!

      Ah, e que tal mostrar pra gente a sua tattoo postando no insta com #tonoadorofarm? Fica a dica!

      28.03.14
    • pele estampada

      bola_lepetitpirate

      Tem novidadinha no carnaval carioca: a fofa Le Petit Pirate se uniu à galera do Rio Etc pra colorir ainda mais as ruas e lançou uma coleção de tatuagens especialmente pros dias de folia!

      lepetitpirate2

      As tattoos são temporárias e atóxicas, desenhadas pela designer-ilustradora Jaque Sampin, e pensadas especialmente pra quem adora se ornamentar com muito bom humor. Tem pras periguetes, pros gatos com dona e, claro, pros apaixonados pelo Rio!

      sozinha

      Não vai faltar personagem, do pierrot às penas. Dá até pra fazer uma dobradinha, combinando com as nossas fantasias… hehe

      lepetitpirate1

      Quer usar todas num dia só na maratona dos blocos? Dá pra passar álcool, colocar uma nova e partir pra próxima. Pra comprar, é só acessar o site da Le Petit Pirate. Aproveita pra levar as 3 cartelas de uma vez só, que sai ainda mais baratinho, por R$27. 😉

      15.02.14
    • tatue-se!


      bola_tatoo

      Essa semana o e-FARM recebeu as tattoos temporárias da Linha Quero, com desenhos delicados pra usar por um dia, na praia, ou com decotes estratégicos. Pra quem gosta de mudar, ou pra quem ainda não sabe ao certo o que quer tatuar definitivamente, a gente separou várias imagens de inspiração ó só:

      braco

      Nos braços

      Que tal se aventurar pelos braços? As tattoos miudinhas ficam lindas no interior, ou próximas ao pulso. Uma outra parte que a gente as vezes esquece é a de trás. Acima do cotovelo, por exemplo, é diferente do que a maioria costuma fazer e ideal pra quem não curte ficar olhando pro desenho o tempo todo.

      braco2

       

      Nas mãos

      As mãos estão sempre em evidência, por isso, algumas pessoas têm medo de tatuar definitivamente. Mas dá pra fazer um test drive com as temporárias pra ver que, acertando no traço delicado e no posicionamento do desenho, a tatuagem pode ficar bem discretinha e feminina.

      maos

      Na costela

      A costela tem espaço pra desenhos maiores e as tattoos feitas nessa parte do corpo ficam super charmosas quando aparecem de surpresa, na praia, acompanhando o biquini. É um local que incomoda mais do que os outros pra tatuar, mas o resultado final super vale a pena :


      costela

      Escritos

      Essa é pra quem adora carregar juntinho consigo palavras-chave de inspiração. A dica é optar por um traço bem fininho e por uma caligrafia delicada, mais clássica, pois fontes muito descoladas as vezes tendem a ficar datadas. Mais bacana ainda é pedir pra alguém especial escrever pra você.

      escritos

       

      E aí? Bora testar? Aproveita que pra tirar a nossa tatuagem basta passar um algodão com álcool! 😉

      29.10.13
    • pequenos (e grandes) piratas!

      Quando a gente era criança e os chicletes vinham com tatuagens, comprar um montão, mascar tudo e se tatuar era divertido demais, né? Tem coisinhas pequenas, como brincar de tattoo de mentirinha, que só trazem boas lembranças!

      Foi pensando nisso que os designers Marcos Renault e Thiago Monteiro bolaram o projeto Le Petit Pirate – tatuagens temporárias pra crianças e adultos também…

      …afinal não tem nada mais gostoso que compartilhar com os pequenos uma brincadeira tão gostosa! É que os desenhos são tão legais que não vão ter pais que não queiram brincar também, olha só:

      As tatuagens vêm em coleções, sempre baseadas num conceito e desenvolvidas por artistas diferentes. Eles começaram lançando “Terra à vista” e “Piratitas”, temas que têm tudo a ver com a proposta rebelde, porém fofa, da Le Petit Pirate!

      A primeira foi criada pela turma da Verso, lá de BH, enquanto a outra veio láá de Madrid, bolada pela artista Maria Maldonado!

      Aí agora os meninos acabaram de fechar parceria com a polonesa Malwina Ostrowska e lançaram uma coleção novinha baseada no estranho e divertido mundo transgênico dos gatos (!) e, já já, uma outra só sobre a crise existencial dos sorvetes no verão!

      Por enquanto, a gente consegue aqui no Rio, na lojinha virtual (que entrega pra todo Brasil) ou lá em Barcelona, mas os piratas vão, logo logo, dominar também a Espanha e Portugal!

      A gente amou a iniciativa! Pra ficar por dentro das conquistas piratas, vem curtir a página aqui ó!

      10.05.12
    • cartão tatuado

      A gente falou essa semana sobre tatuagem com mensagens. Daí que a gente viu nas nossas andanças cibernéticas esse cartão – e achou que tinha tudo a ver. Em vez de escrever os seus votos só na parte de trás, você tatua o bonequinho também!

      Fofo demais, né? #Ficadica pra quem curte uma novidade e acha que desenhar (e rabiscar também, por que não? :D) é um super hobby.

      Quem quiser um, é só ir no site da The Neat Shop e comprar o pacote com cinco bonequinhos tatuáveis por 18 doletas. O frete pro Brasil é super digno e vale pela inovação.

      Mais alguém tá pensando em desejar Feliz Natal por aí em tattoo? 😀

      04.11.11