• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: santa teresa

    • Novidadinhas da semana

      Chegou a hora de saber a programação do fim de semana e convidar todo mundo pra curtir as boas pela cidade! Tem muita música, gastronomia, consciência ambiental e cultura rolando pra aproveitar, ó:

      Orquestra Tom Jobim e Zélia Duncan visitam Gilberto Gil

      A boa imperdível de sexta-feira é conferir o encontro maravilhoso da Orquestra Tom Jobim e Zélia Duncan celebrando clássicos de Gilberto Gil. Pela 1ª vez juntos, os dois vão trazer par o palco canções inesquecíveis como “Expresso 2222”, “Estrela” e “Drão”, com arranjos criados pelos músicos Tiago Costa e Nelson Ayres, regentes da Orquestra, e também por Jaques Morelembaum, Rogerio Duprat, Paulo Malheiros e Bruno Santos.

      Serão 2 apresentações pra você não perder de jeito nenhum: no Theatro São Pedro, no dia 23 de agosto, às 20h; e no Parque Ibirapuera, no dia 25 de agosto, às 16h, durante a Virada Sustentável – São Paulo. Ah, no fim de 2017 nossa editora de conteúdo, Fernanda Moreira, fez uma entrevista pra lá de especial com Gil e pra quem não viu, vale o mergulho na leitura pra aquecer o coração! Confere aqui no adoro!

      Virada Sustentável SP 2019

      Em uma semana tão importante onde os olhares estão atentos às consequências das queimadas na Amazônia, acontece até o domingo, 25/08, a tradicional Virada Sustentável de São Paulo.

      A 9ª edição ocupa cerca de 200 espaços com mais de 600 atrações, entre fóruns, artes visuais, cinema, teatro, dança, kids, shows e bem-estar. E o melhor, tudo gratuito!

      Pra pensar e agir coletivamente pelo nosso planeta, entre as atividades, a nossa dica é conferir as palestras, debates e atividades sobre Economia Circular, Mobilidade Urbana e Empreendedorismo social na Unibes Cultural, sexta e sábado!

      Vamos?



      Reinauguração da Biblioteca MAR

      Em tempos onde o digital parece ter dominado as nossas relações interpessoais e com o mundo, vale celebrar as memórias físicas, sensíveis ao toque e ao tempo. Por isso, a dica é conferir de perto a Reinauguração da Bibilioteca do Museu de Arte do Rio, o MAR.

      Após uma pausa de quatro meses, a Biblioteca e Centro de Documentação do museu reabre ao público neste sábado, 24/08, pronta para funcionar como espaço de leitura, pesquisa, mediação cultural e ainda como ambiente expositivo.

      O evento de inauguração contará com atividades gratuitas que ocuparão a biblioteca e também os pilotis durante o dia. Então, dá um bizu na programação toda e bora lá!

      A Gosto de Santa

      Santa Teresa é um dos bairros mais expressivos e culturais do Rio e pra celebrar essa vivacidade de encontros, acontece este fim de semana A Gosto de Santa. O Festival chegou para valorizar o bairro promovendo a integração entre moradores, empreendedores do bairro, produtores do Rio e todo o público, através de atividades gastronômicas, musicais e claro, culturais!

      Por lá, vai rolar o Circuito Carioca de Economia Solidária, Lançamento do Selo “Gosto De Santa” e Circuito gastronômico “A Gosto de Santa”, Palco dos Sabores, atrações infantis e culturais, e muito mais!

      Se liga na programação toda e convida a galera pro passeio 😉

      Expo ‘Histórias das mulheres’ e ‘Histórias Feministas’ no MASP

      A visibilidade feminina na arte, literatura, música e outras frentes culturais, era, até pouco tempo, escondida dos relatos históricos do mundo todo. Ainda bem que estamos na luta por essa mudança, certo?

      E olha que demais! O MASP inaugura nesta sexta-feira, 23/08, as mostras coletivas ‘Histórias das mulheres: artistas até 1900’ e ‘Histórias feministas: artistas depois de 2000’.

      Será uma apresentação inédita com uma seleção de cerca de 200 trabalhos de mais de 90 artistas e coletivos de diferentes nacionalidades, períodos, contextos e narrativas.

      O ‘Histórias das mulheres’ foi idealizada como um panorama de longa duração, com obras datando do século 1 ao 19. ‘Histórias feministas’ reúne artistas e coletivos que emergiram no século 21 e que trabalham com base em perspectivas feministas, ampliando um debate que ganhou visibilidade nas artes visuais entre os anos 1960 e 1980, mas que segue cruzando lutas, narrativas e conhecimentos.

      A expos rolam até o dia 17/11, não perde ein 😉

      Tradições Afrobrasileiras – Oficinas e Feira de Expositores

      A boa deste sábado é aprender mais sobre a potência das expressões culturais afrobrasileiras no evento Tradições Afrobrasileiras, com uma seleção especial de oficinas e feira de expositores.

      Se liga na promogração pra convidar todo mundo:

      10h às 12h – Contação de Histórias Dr. Griot com Nara Barcellos

      13h30h às 15h30 – Oficina de Turbantes Afro com a Prof. de História Kiev Medeiros e a Turbanteira Lucimar Dias da Silva

      10h às 18h – Feira de expositores

      O evento acontece no bairro da Glória e para se inscrever nas oficinas, é só deixar o nome no mural do evento e pagar lá na hora 😉

      22.08.19
    • sotaques em santa

      Pro lançamento de Sotaques, nossa rede de pesquisadoras pelo Brasil (lembra que a gente apresentou aqui?), a gente trouxe as meninas pra dois dias aqui no Rio e o nosso encontro não poderia ter sido mais especial Aproveitamos também pra filmar um vídeo contando sobre o projeto, e o resultado ficou uma lindeza só. Olha aqui! 

       
      Pra documentar esse dia em um lugar que fosse a cara do Sotaques, escolhemos Santa Teresa, bairro que a gente ama, e não poderíamos ter sido mais felizes nessa escolha: Santa nos recebeu de braços e portas abertas! Além disso, o Café do Alto, restaurante supercharmoso por lá, nos convidou pra um almoço especial, embalado pelas curvas e vistas do bairro. Como não amar? 

      Aproveitamos o dia juntas pra tocar sobre como é viver em cada uma das cidades, sobre ser menina, sobre ser mulher e muitas outras coisas boas! 

      “Quando viajo, sempre fico me policiando pra não soltar "égua" ou qualquer outra palavra que as pessoas possam não entender. E foi muito bom estar entre outras meninas podendo ser eu mesma e registrando justamente as nossas diferenças” confessou nossa paraense Barbara.
      Já a Dé, de Brasília, contou pra gente que "passar o dia em Santa foi encontrar o lado mais carioca que o meu pai me deu e sentir um pouquinho da força e da energia da cidade. Estar com as meninas da rede me fez sentir muito sortuda, especialmente por estar do lado de tanta mulher talentosa, inspiradora e forte e poder, ainda assim, ser eu mesma. Foi empoderador."
      O almocinho foi delicioso, com sabores do Brasil presentes em cada detalhe: do café com leite de coco até o peixe com farofa. Ah! E a recepção calorosa fez a gente se sentir em casa, mesmo. Como disse a nossa mineirinha, Lara: “Esse encontro foi um abraço apertado. E Santa sabe como nos fazer sentir assim.”

      Que seja o primeiro de muitos encontros-abraços por aqui. Obrigada, Café do Alto, pelo convite! 

      22.02.17
    • mercê

      Quem conhece Santa Teresa não esquece jamais. O bairro rima com cerveja no fim de tarde, feijoada com amigxs e cheirinho de café. O que muita gente não sabe é que, além do badalado Largo dos Guimarães, o bairro tem muito mais a oferecer. Por isso a gente te convida a subir mais um tiquinho – e pode ter certeza, vale muito a pena gastar as canelas! 

      Na altura do número 1458 da Av. Almirante Alexandrino, encontramos a Mercê. A mercearia/café/espaço criativo recém inaugurada pelxs produtorxs Camila Lavrado, Davi Pereira e Nicole Barpp, tem clima leve e descontraído, como uma mercearia de bairro mesmo – daquelas que quando você vai comprar o pão de manhã, toma um café e emenda um papo gostoso com xs donxs, sabe?

      A Mercê tem como prioridade em suas prateleiras produtos orgânicos, artesanais, glúten free, veganos e vegetarianos, a maioria produzido por pequenos produtores do Rio. Tem de tudo um pouco: molhos veganos, pães, geléias, chutneys, Kombucha, leites vegetais, granolas artesanais (doce e salgada) e até uma “mini feirinha” de legumes e verduras orgânicos vindos fresquinhos diretamente de Petrópolis.

      Muitos desses produtores tem a Mercê como primeiro ponto de vendas. A ideia é incentivar cada vez mais o consumo de produtos artesanais, fomentando o universo micro empreendedor e o consumo consciente. Assim, o transporte e a poluição são diminuídos e a troca entre fornedores e consumidores é estimulada, permitindo que xs clientes conheçam a origem daquilo que consomem

      Mas não se engane: a Mercê quer correr do rótulo de “lojinha natureba”. No horário de Happy Hour, às terças, quintas e sextas, a mercearia estica mais um cadin e oferece no cardápio do dia algumas opções de tira gostos. Hamburguer vegano, camponata de mix de cogumelos e strogonoff de grão de bico já foram algumas das opções provadas e aprovadas pela vizinhança – tudo feito pelas mãos das meninas e com produtos que também são vendidos por lá. Pra acompanhar também rolam umas cervejinhas, como a carioca artesanal Praya. Afinal, estamos falando de Santa Teresa, né?

      Apesar dos poucos meses de portas abertas, a Mercê quer ir bem além. Xs donxs acreditam que para algo ser bem sucedido é necessária a seguinte soma: lucro + felicidade + um retorno real pra comunidade. Por isso, o trio tem planos de abrir o andar debaixo da loja para cursos e startar um projeto de capacitação dos moradores, para que eles também façam parte do time de fornecedores da loja. Legal, né?

      Pra você que animou em fazer parte da rede de fornecedores da Mercê ou ficou com água na boca, segue elxs no Instagram e no Facebook. Fica ligadx também nx horário de funcionamento, pra aproveitar e tomar um café da manhã de raynha:

      Terça, Quinta e Sexta – 10h às 22h
      Quarta, Sábado – 10h às 19h
      Domingo – 10h às 18h

      29.12.16
    • farm visita – cor caroli

      bola_almofada

      Todos os dias a Carol sobe as ladeiras de Santa Teresa, e mesmo antes de morar lá, já subia em sonhos as mesmas misteriosas ladeiras do bairro, que hoje acolhe tão perfeitamente seu estilo de vida.

      almofada1

      E é assim, entre uma subida e outra, que ela aquieta a mente, respira profundamente e medita aproveitando a vibração do bairro, o cheiro de verde e o correr calmo dos dias que seguem por lá. Ah! Essa mesma paz deliciosa que acolhe quem visita Santa, podemos garantir: mora também dentro da casa da Carol.

      almofada2

      Por lá, recebidas entre chocolatinhos, chá de hibiscos bem gelado e café, num clima que não poderia ser mais déli, papeamos sobre a Cor Caroli, seu projeto que nos ajuda a levar pra casa essa onda boa através de lindezas de decoração.

      almofada3

      São almofadas, panos de mesa, jogos americanos, lenços e o que mais a imaginação mandar, criadas através de pinturas manuais como o Batik, arte milenar da Indonésia, e o tie-dye, técnica artesanal de tingimento através da amarrações que foi febre nos anos 70, e a gente nunca se cansa de amar!

      almofada5

      Em comum entre os dois: o tempo e os caminhos que a tinta decide percorrer, seja através das amarrações do Tie-Dye ou da cera que define os rumos das cores do Batik. As mais diversas possibilidades  e a imprevisibilidade de mãos dadas.

      almofada8

      E foi assim que a Carol escolheu viver, com esse tempo diferente, com essas cores e com a beleza que ronda o imprevisto. Com calma, contemplação e alma, que ela consegue transmitir incrivelmente através do seu trabalho.

      almofada7

      E pensar que não faz muito tempo, a moça vivia uma vida bem diferente, entre o corre corre sem fim de produções de arte, moda e figurino pra TV, onde o tempo voa a mil. Foi ouvindo seu corpo e coração que ela viu que a vida pedia outra vibração, hoje complementada com ballet, meditação, cristais, astrologia e tudo mais que harmoniza nossas energias e nos conecta, sim, com o que pede nossa alma! ♥

      almofada4

      Como o coração não costuma falhar, a Cor Caroli acaba de ser selecionada entre 800 inscritos para a turma de 2015 da Shell Iniciativa Jovem, programa de aceleração de empresas presente em 12 países desse mundão, por aliar ética, inovação e sustentabilidade em suas criações.

      almofada9

      fotos: luiza chataignier

      Carol segue subindo as ladeiras, agora ainda mais cheia de ideias. Cerâmicas, papéis e outras formas devem ganhar suas cores, enquanto a gente segue acompanhando de perto. De preferência, dentro de nossas casas! 😉

      Ah! Corre pro @ cor_caroli_ pra acompanhar as novidades!

      28.03.15
    • um novo jardim pra gente

      bola_jardimreal

      Quem, como a gente, adora a tranquilidade de um café vai adorar conhecer essa novidade chamada Jardim Royal, que fica dentro do charmoso hotel Casa Amarelo, em Santa Teresa, perto do Largo do Curvelo. Sabe aquela paz de estar num terraço suspenso com muitas árvores? Ali a gente ainda ganha algo a mais com a vista pro centro da cidade e pra baía de Guanabara.

      jardim_royal1

      A cozinha é aberta ao ambiente, o que garante aquela espiadinha ;), e vem com a proposta de ter novidades do chef Lucas Batista a cada três meses. Por enquanto já dá pra saborear entradinhas como os bolinhos de ervilha com chutney de tomate (R$ 28) e pratos principais como o ragu de cordeiro (R$ 36) e o bacalhau basco (R$ 36). Vale chegar cedo pra aproveitar o local, porque são poucos lugares distribuídos em mesas de tom de azul turquesa e cheiro de jasmim manga no ar.

      jardimroyal2

      Pela história do chef Lucas Batista, a gente percebe como tudo ali é feito com carinho. Ele é formado em Filosofia e leva pra cozinha um repertório de memórias de infância, com referências de Paris e Nova York. Curioso que só, também lançou a marca “tôcomamacaca”, projeto paralelo, com pães sem glúten, geleias, chutneys, ghee e brownie sem glúten. Interessante!

      jardimroyal3

      A gente tá de olho pra aproveitar todas as novidades! 😉 Então anotaí o endereço e horário de funcionamento: Rua Joaquim Murtinho, 569, Santa Teresa. Tel.: 3549-9840. De quinta-feira a sábado, de 18h à meia-noite.

      15.01.15
    • museu do açude

      01

      Lembra do Museu do Açude? Ele fica aqui pertinho, no Alto da Boa Vista, bem no ar puro da Floresta da Tijuca. O local não é novidade, mas sempre vale a pena redescobrir esses cantinhos do Rio. 😉

      02

      O espaço faz parte dos Museus Castro Maya – além desse, também tem o Museu da Chácara do Céu, que fica em Santa Teresa. A proposta deles é unir arte e natureza e por isso, o passeio por lá é tão agradável.

      03

      Na parte interna, os visitantes podem conferir uma coleção de azulejaria que inclui peças de Portugal, França, Alemanha e Espanha, além das louças tipicamente portuguesas.

      04

      Os jardins também são para visitações. Aliás, é nele que fica o circuito expositivo ao ar livre com obras de alguns  artistas contemporâneos brasileiros.

      05

      Não tem guia, mas é tranquilo se achar por lá. As pequenas trilhas nos levam a obras de Iole de Freitas, Anna Maria Maiolino, Lygia Pape, Nuno Ramos, José Rezende, ao “Magic Square” do Helio Oiticica… Olha só! Quase um mini-Inhotim em pelo Alto da Boa Vista. 🙂

      06

      Tem também os famosos bancos feitos de tronco de árvore do Hugo França, as louças coloridas de Piotr Uklanski e a “Passarela” de Eduardo Coimbra.  Bem bacana!

      08Fotos: José Felipe Gasparian e Vanessa Mello

      Que tal reservar um espacinho no fim de semana para conhecer o museu?  Fica aberto todos os dias, exceto às terças, das 11h às 17h. O custo é só R$2 e gratuito às quintas. Vamos? 🙂

      26.10.14
    • turistando em santa teresa

      01

      Que tal aproveitar o fim de semana e fazer aquele passeio de turista na própria cidade? A nossa sugestão de roteiro pra esse finde é visitar o Parque das Ruínas em Santa Teresa, a escadaria Selarón e o Mirante Dona Marta. Olha só que delícia!

      02

      O bairro de Santa Teresa tem aquela carinha de cidade pequena e faz valer a pena todas as ladeiras subidas! Quando a gente chega lá, dá pra notar que o lugar respira arte! Não é nada difícil encontrar muros pintados, casas e janelas coloridas ou com inspirações lusitanas.

      ladeiras

      São inúmeros ateliês, restaurantes e bares que valem a pena conhecer, e se você ama lojinhas locais, vai adorar a Tucum, cheia de produtos artesanais com design, que valoriza o trabalho dos artesãos indígenas. Ela fica na Rua Paschoal Carlos Magno e vale muito a visita! 🙂

      tucum

      O Parque das Ruínas é lindo e era considerado, como diz a placa de apresentação, “um dos mais efervescentes salões da Belle Époque carioca”. Com sua restauração, acabou ganhando um ar moderno bem bacana!

      parquedasruinas

      Lá de cima a gente tem duas vistas privilegiadas do Rio: de um lado o centro da cidade, de outro a Baía de Guanabara. O parque também tem uma programação cultural com exposições, shows, leitura de poesias…. dá pra saber de todas as novidades por aqui.

      06

      A escadaria que leva aos pés do Convento de Santa Teresa, ficou conhecida pelo trabalho do artista Jorge Selarón, que, anos 90, começou a decorar os degraus com azulejos de diferentes cores e desenhos, vindos de várias partes do mundo. O resultado? Esse cenário clássico do Rio!

      escadaria2

      Pra fechar o dia com chave de ouro, nossa dica é aproveitar o pique pra ir até o Mirante Dona Marta,  assistir o sol se pôr. A luz fica incrível! De carro, leva só uns 15 minutinhos.

      mirante

      Fotos: Vanessa Mello

      O carioca sempre se surpreende com a beleza natural do Rio! E a gente sabe que vale a pena buscar todos cantinhos e ângulos possíveis pra apreciar nossa cidade. 😉

      29.08.14
    • alma da casa

      bola

      Quer sair do comum e experimentar cursos diferentes? Anota a dica: já conhece a Casa Soul? A gente já falou dela por aqui, num roteirinho delí por Santa Teresa, lembra?

      sozinha

      De preservação ambiental, passando por rodas de risoterapia e vários encontros bacanas com bons papos entre alunos e professores, tem de tudo um pouco. A boa notícia é que a casa tá cheia de cursos novos, vem ver:

      1

      Vai ter Palestra com Marcelo Yuka, que vai dividir com a galera sua experiência de vida e modo de ver o mundo, além de falar de música, claro.

      3352545922_72b3ab5b32_z

      Vai rolar também uma palestra sobre dinheiro e espiritualidade, pra ajudar na busca do equilíbrio entre ambos (sempre necessária, né?), e um workshop super bacana de  Inovação Consciente e Lucro com Propósito, com a Mandalah, pra quem quer melhorar o mundo a partir da criatividade, trazendo isso também pras empresas.

      2

      Curtiu? Pra saber mais sobre a Casa e buscar informações, vale curtir a página lá no Facebook.

      26.03.14
    • um dia em… santa teresa

      bola_santatereza

      Entre os muitos bairros cariocas capazes de arrancar suspiros apaixonados por aí, o roteirinho de hoje homenageia a tranquila Santa Teresa, capaz de inspirar até o mais inquieto dos corações.

      1_santateresa

      Se a intenção é dedicar um dia-delícia pra recompor as energias, comece com um café da manhã no charmoso Café do Alto, no Largo dos Guimarães.

      2_santateresa

      As chitas colorem as cadeiras e também forram parte das pardes, alegrando ainda mais o ambiente decorado com móveis de madeira. Na dúvida entre as opções do cardápio com tempero nordestino, aposte na tapioca. Doce ou salgada, é o prato preferido entre a clientela assídua.

      3_santateresa

      Depois de garantir energia da forma mais saborosa, que tal cuidar do corpo e da mente? O Le Spa fica dentro do charmosíssimo Hotel Santa Teresa. Escolha entre banhos de ofurôs relaxantes, saunas e vários tipos de massagem para deixar a correria do dia a dia pra lá e relaxar. A gente merece, vai?

      4_santateresa

      Hora do almoço. Bateu aquela fome, né? Partiu Aprazível, com vista e menu de tirar o fôlego! Do alto da rua de mesmo nome, o restaurante ostenta um dos ângulos mais doces do Rio: no primeiro plano, o Centro, com o Sambódromo atravessado; depois, a ponte Rio-Niterói do tamanho da palma da mão e, logo ao fundo, as montanhas da serra de Petrópolis com o imponente Dedo de Deus.

      6_santateresa

      O cardápio também reserva surpresas: saladinha com berinjela e tomate seco pra abrir o paladar, moquequinha com o melhor peixe da estação e, de sobremesa, banana grelhada com canela e açúcar pra fechar o passeio gastronômico pelos sabores do Brasil.

      7_santateresa

      Corpo satisfeito e mente no lugar, é hora de conhecer a Casa Soul. Inaugurada há pouco tempo, a casa reserva seu espaço para dividir experiências e inspirar quem passar por lá. Entre curso de preservação ambiental, rodas de risoterapia e encontros para discutir os caminhos do aprendizado, o aluno é quem avalia o quanto que isso vale.

      8_santateresa

      Pois é: você paga aquilo que acha justo pelo tempo dedicado a determinado estudo. Lindo, né? Então não marca bobeira e encontra o curso que é a sua cara aqui.

      anexo-galeria-e-arte-_-Hospedagem-e-arte-modernistas-2822

       Ainda vale acrescentar no passeio a recém-inaugurada Anexo Galeria de Arte, um espaço aberto a toda diversidade artística. Dá pra ver pinturas, trabalhos feitos em cerâmica e até arte digital. Inspirador! Bom, depois de cuidar da mente a boa é descontrair e socializar, né?

      bar-do-mineiro

      É hora da parada obrigatória no Bar do Mineiro, que fica num sobrado bem despojado, onde dá pra tomar uma cervejinha dentro ou na calçada em frente (lá a social rola solta). O Mineiro é refúgio dos moradores de Santa e dos cariocas que amam o bairro!

      10_santateresa

      Esse passeio pela calmaria de Santa (agora você já tá íntima, né?) é garantia de muita inspiração e disposição pra voltar à rotina de consciência levinha, levinha, e olhar renovado!

      12.09.13