• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: piracanga

    • escolas são pessoas

      Educar é transformar e, mais do que isso, é tornar real o sonho de um mundo melhor. Assim como a gente, é nisso que a Gaia Escola acredita. E faz acontecer: pra atender ao desafio da UNESCO de, no período 2015-2030, incorporar ao currículo escolar conceitos de sustentabilidade, formar professores e mobilizar a juventude, a EcoHabitare decidiu colocar a mão na massa. E o resultado não poderia ser mais inspirador.   Vem ver!

      Mas afinal, o que é uma Gaia Escola? É a comunhão de duas abordagens pedagógicas, o Programa Educação Gaia – Design para Sustentabilidade, do Gaia Education, e o projeto da Escola da Ponte, em Portugal. Uma unidade foi criada na Comunidade Inkiri, na ecovila de Piracanga, com o objetivo de contemplar adultos e crianças que compartilham o sonho de aprender de forma livre, divertida e amorosa, e deu tão certo que a instituição foi reconhecida como referência para inovação e criatividade na educação básica do Brasil, pelo Ministério da Educação.

      Hoje, a escola vem avançando na consolidação de uma Comunidade de Aprendizagem, e tem o sonho de documentar essa história, sob a forma de filme, pra que ela possa inspirar ainda mais gente por todo o país – e pelo mundo! 

       

      E como o projeto é formado por pessoas, de pessoas e pra pessoas, ele também precisa contar com mãos solidárias a sua realização. Essa é a ideia da campanha de crowdfunding lançada no Benfeitoria, onde todo mundo pode ajudar um pouco a realizar mais esse sonho – e de quebra, vai ter seu nome na lista de créditos do filme. 

      Vamos fazer parte dessa história? angel

      19.05.17
    • mochilão: Bahia (parte 2)

      bola

      Essa semana a gente segue de carona com a Lu Agnese, nossa colab, e o namorado, o Dé, pela roadtrip que os dois fizeram pelo sul da Bahia…  É que a vontade de brincar o carnaval é grande, mas às vezes rola aquele desejinho de pernas pro ar, sabe?

      1

      “Já dizia Vinícius: ‘Um velho calção de banho, o dia pra vadiar, o mar que não tem tamanho, um arco-íris no ar…”, é assim que me sinto quando estou na Bahia, mas, principalmente, quando vou à Praia do Espelho, entre Caraíva e Trancoso”, conta a Lu.

      2

      As falésias que desenham a paisagem; o rio que corta a praia, onde parte é areia negra, parte é areia branca; piscinas naturais… É pura poesia. Ano passado contei como foi chegar por lá através da trilha de Caraíva, mas por Trancoso, tanto dá pra ir à cavalo, num passeio que dura metade do dia ou de carro, mais rapidinho.

      3

      Nesse ano, voltamos duas vezes ao Espelho e almoçamos em dois dos meus restaurantes prediletos: a Silvinha, onde reservamos com antecedência uma mesa num espaço só pra gente em frente ao rio. Dá pra chegar antes e passar o dia nas esteiras petiscando e tomando caipis até dar a hora do almoço. Lá, não tem essa de cardápio, quem escolhe o prato é a própria Silvinha, que mistura peixes e legumes com um toque oriental. Tudo leve e orgânico, mas sem perder a bossa baiana.

      4

      O segundo é o japa-sensação da Mel, filha da Silvinha, e que fica na casa ao lado da dela. Pode esquecer os japas mais badalados que você já foi entre o Oiapoque e o Chuí, esse dá de 10 em vibe, vista, comida.. Não tem melhor no Brasi-ô.

      5

      Trancoso foi tudo muito bom, tudo muito bem, mas logo depois do reveillon, nos despedimos dos nossos amigos e subimos a costa rumo à Piracanga, na Península de Maraú.

      6

      Piracanga, nós já contamos por aqui, é uma ecovilla perto de Itacaré, onde funciona um Centro de Realização do Ser, dedicado à interiorização, à espiritualidade e à humanidade.

      7

      Eu já tinha feito dois retiros ali alguns anos antes, mas pro Dé era a primeira vez e ele amou. Nos dias que ficamos por lá, rolaram algumas palestras e vivências, uma amostra do que acontece nos retiros e cursos durante o ano.

      8

      Participamos de danças circulares, de meditações coletivas, vivências de constelação familiar, de energia Deeksha… Uma das mais legais foi a palestra do Edgar, arquiteto e urbanista conhecido mundo afora e que criou o projeto Play The Call, uma espécie de gincana on-line mundial, onde os participantes são desafiados a realizar diferentes missões que vão de ações simples como plantar uma árvore, às mais complexas, tipo reformar uma praça. Detalhe: as crianças são as protagonistas.

      9

      Rolou muita água de coco, açaí, surf … Piracanga é sempre uma experiência única. Aquele astral de troca, de entrega… Todo mundo sorri pra você, todo mundo tá disposto a ajudar, a colaborar… É bonito de ver, uma delícia de sentir e aprender.

      10

      Voltamos querendo ficar, já to com saudades daquele mar, daquele clima de férias o ano todo… De passar as tardes numa esteira de vime bebendo água de coco… É tão bom.. Diz aí, Vinícius!

      04.02.16
    • meditação das rosas

      bola_ana_leite

      A cabeça não para de pensar, mas pede silêncio? Então é hora de obedecer. Respirar fundo. Buscar. Olhar pra dentro. A gente trocou uma ideia com a Ana Lucia Leite, que é professora de meditação das rosas e leitura de aura, nutricionista e especialista em educação e designer em sustentabilidade pela Gaia Education. Diante das inúmeras possibilidades de ser, ela diz que a ‘charada’ está no autoconhecimento.

      1

      “Tudo começou quando descobri a ‘Meditação das Rosas’, em Piracanga. Essa prática me traz pra um lugar de presente, de verdade. Não só de estar presente, mas de ‘aonde estou’ no meu presente e o que eu tenho que trabalhar agora… Me trouxe pra minha verdade e ela é muita realista nas minhas circunstâncias. É de um alinhamento energético absurdo, muito concreto e muito palpável”, conta.

      3

      Ela explica: a meditação das rosas traz uma “limpeza” através do reconhecimento daquilo que é verdadeiro em você e ainda te ajuda a reconhecer e a deixar ir o que não faz parte da sua assência, mas que você assumiu na sociedade. Time de futebol, namorado, profissão… São tantas coisas que nos definem – e que a gente precisa definir – desde o nascimento, sabe? A Ana trabalha com o propósito de reconhecer nossa criança interior!

      5

      “A meditação traz a consciência de que somos seres de energia e funcionamos a partir disso. A gente pode mudar o campo vibracional do nosso corpo … e então o do mundo. A física quântica existe, com ela não podemos negar a frequência energética dos seres. Qualquer um pode fazer, pode praticar em casa e todos os dias. Não precisa ter experiência anterior com medição!“

      4

      Deu vontade de saber mais? Então aproveita que vai rolar, nesse final de semana, o curso de ‘Meditação das Rosas’, com a Ana no Polo de Pensamento Contemporâneo (corre aqui!). Saber na prática é ainda melhor… Se prepara pra uma vivência incrível, inédita e acolheradora! 😉

      05.08.15
    • granola do bem

      bola_good_karma

      Elas se conheceram através de viagens com os respectivos namorados, amigos inseparáveis. A carioca, Marina, trazia na bagagem um diploma em geografia e yoga ayurveda. A sueca, Lina, o amor pela cozinha que herdou da familia – cresceu vendo os pais colocando a mão na massa.

      2

      Marina, vegetariana, passou uma temporada viajando pela Austrália, Thailandia, Ibiza, Piracanga… Trabalhando em retiros de Yoga, ora dando aula, ora bolando e preparando receitas. Lina, por sua vez, fincou raízes (e o coração) no Rio, e se enveredou pela culinária saudável há alguns anos, depois de ler um livro que ‘mudou sua vida’.

      3

      Quando se encontraram, em março, Marina fazia pães com uma amiga e Lina estava começando a fazer granola em carreira solo. Aventureiras de alma e cozinha, a dupla não pensou duas vezes em apostar as fichas numa nova experiência: a Good Karma Granola.

      4

      Criaram quatro sabores básicos: coco; baunilha cramberry e banana; sem glúten; e salgada – todas orgânicos, mas a ideia é elaborar uma edição especial a cada estação. São tão gostosas… Dica: a salgada na tapioca de queijo fica top!

      5

      A proposta é ser mais do que um produto sem conservantes, mas contribuir pra criação de um estilo de vida mais saudável em todos os sentidos – físico, mental e espiritual. A partir daí, começaram a promover encontros de yoga, de medicina intuitiva, música… Tudo pra inserir a granola nesse contexto trifásico.

      6

      Começaram a vender pra amigos, amigos de amigos, participaram de feiras – Junta Local, Carioquíssima, (rolou até um da Junta com a gente na semana passada) – e criaram um site, onde vendem Brasil afora.

      7

      fotos: Luiza Chataignier

      Pra tudo, elas seguem a intuição, não têm nada muito planejado. A ideia é criar sem pensar se sabem fazer ou se vai dar certo, confiando no processo: “Aprendi em Piracanga que é no caminhar que aprendemos e que evoluímos. O importante é agir a partir do bem e sempre aprender com as oportunidades e desafios que a vida nos propõe. Desde que cheguei ao Rio, sinto que o importante é me expressar e tudo isso expressa quem eu sou…”, falou e disse (muito bem) a Marina.

      Tem como ser mais do bem que isso? ♥

      20.07.15
    • um paraíso chamado piracanga

      bola_piracanga

      Em um mergulho no universo de ZAI, descobrimos Piracanga, uma ecovila a 6km de Itacaré, sul da Bahia, que funciona há dez anos como um grande centro de realização do ser dedicado à interiorização, à espiritualidade e à humanidade. Aí a gente reuniu alguns amigos que já foram lá pra contar sobre as experiências vividas: o Bruno Meyer, da Pizza do Amor, a Carol Bergier, fundadora da Casa Soul e a Amélia  Clark, uma das supervisoras da comunidade, abriram o coração pra gente e conversaram sobre amor, realização e vida:

      piracanga1

      Piracanga inspira. Lá, vários projetos ganham vida da forma mais inesperada possível, como a Pizza do Amor. Tudo porque a intuição e o coração falam mais alto: “fui pela primeira vez à Piracanga há um ano e meio e passei por experiências muito fortes e místicas.”

      piracanga2

      “A Pizza do Amor surgiu através de um sonho, literalmente. Sonhei com a idéia de trazer a energia do reiki pra alimentação, voltei pro Rio e iniciei o projeto. Além disso, Piracanga foi o cenário de um dos momentos mais bonitos da minha vida: me casei lá!”, contou Bruno, criador da pizza que é uma delícia, supernatureba e fofa.

      piracanga8

      Os princípios da comunidade giram em torna do “novo mundo”, um mundo sem medos onde cada um é o criador da própria realidade. A Amélia Clark, uma das administradoras do local, revelou pra gente que uma das principais missões de Piracanga é ajudar a criar uma sociedade diferente, em união e equilíbrio com o todo. Eles contam com processos, como o “Caminho da Iluminação“, que dura 14 dias, oficinas, palestras e alimentação orgânica. É uma limpeza de alma! 😉

      piracanga3

      “Acreditamos em um mundo onde as pessoas trabalham pra um propósito comum de expressão do próprio ser. Somos luz e viemos a esse mundo pra expressá-la com nossa criatividade pura, mas pra isso os paradigmas do medo precisam ser quebrados. No fundo a gente está tentando fazer: quebrar os paradigmas das limitações. Piracanga é um lugar de espelhos. Absolutamente tudo é reflexo do que está dentro de nós. A chance de você encontrar ternura e amizade é enorme, se é isso que vibra dentro de você”, resume Amélia.

      piracanga4

      Pira te possibilita viver experiências incríveis de autoconhecimento. Assim como nós, eles acreditam na importância do trabalho diário de olhar pra dentro com amor e generosidade. A Carol Bergier, fundadora da Casa Sou.l, que a gente já apresentou aqui, tenta trazer um pouco desse despertar pro Rio de Janeiro, através de projetos ligados à essência da comunidade, como o curso de  Meditação das Rosas, que é a base espiritual de Piracanga, workshops e negócios do bem.

      piracanga5

      “Piracanga tem um drive muito especial de fazer com que as pessoas busquem suas verdades internas e se comprometam com a própria felicidade, sem a ilusão de que isso é egoísmo. Na verdade, nunca é egoísmo porque todos nós fazemos parte da mesma teia. Se eu faço bem a mim, faço a você também. Piracanga se tornou um grande parceiro da Sou.l, minha experiência por lá foi intensa e abriu meus olhos pra buscar a minha verdade e ser fiel a ela. A dica que eu posso dar pra quem quer conhecer é: vá entregue, sem medo e sem travas”, definiu Carol.

      piracanga7

      No site, eles contam tudo sobre o centro de realização, alimentação, a programação das atividades locais e como chegar lá (dá pra ir de carro, ônibus ou avião). Você pode entrar em contato por e-mail também em piracanga@piracanga.com. Pra entrar no clima e sentir a energia de lá, é só dá play no vídeo!

      Que a gente tenha a oportunidade de visitar Piracanga muitas vezes e principalmente: de visitar a nós mesmos sempre, afinal, o lugar mais especial do mundo continua sendo dentro de nós! ♥

      01.08.14