• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: maína mello

    • parcerias da coleção

      Natureza Feminina é a nossa conexão com a nossa verdade interior. Para aflorar a nova coleção mergulhamos fundo na essência que pulsa de dentro pra fora. É a força do nosso feminino: potente, intuitivo e múltiplo.

      Queremos despertar o feminino em todas e todos nós. Juntos. Por isso, demos vida à coleção com parceiras inspiradoras que nos conectam a nossa natureza feminina através do cuidado, amor e muita entrega. Vem conhecer!

      CONEXÃO
      Bebel Clark, Carol Bergier e Vanessa Moutinho

      Para honrar ainda mais a conexão com o feminino e com os arquétipos que a simbologia traz, a convidamo a Bebel Clark, terapeuta, comunicadora e estudiosa do Feminino Essencial no ser humano pra ajudar a construir a narrativa da coleção, além de desenhar as oficinas e os encontros foram apresentados na convenção – que foi uma emoção só!, feita pra nossa equipe de criação, vendedoras e gerentes de todo Brasil. A convenção também foi desenvolvida ao lado da artista, facilitadora e fundadora da Fértil, Vanessa Moutinho, e da impulsionadora de alinhamento vocacional e propósito, Carol Bergier. Vale muito acompanhar o trabalho das três!

      “A conexão com a Natureza Feminina é primordial para uma vida mais equilibrada, e isso acontece através de quatro elementos: água, que nos conecta às emoções; terra, que nos traz estrutura e nutrição de base; fogo, que fortalece nossa coragem e transforma as ações; ar, que ajuda em nossa comunicação e inspiração. Como numa dança, eles bailam dentro e fora de nós. Vivemos em um mundo onde homens e mulheres estão carentes desta energia essencial”. Bebel Clark

      NATUREZA
      Mariazinha Yawanawa + RAUTIHU

      As mulheres de 9 aldeias do povo Yawanawa, que fazem parte do projeto RAUTIHU, foram parceiras no inverno 19 com aplicação de miçangas em diversas peças e continuam com a gente nesse verão de um jeito ainda mais especial: além dos RAUTI, acessórios de beleza e proteção com nome escolhido por elas mesmas, lideradas pela Mariazinha, a primeira cacique mulher desse povo, elas tiveram seus desenhos transformados em estampas que representam as visões da espiritualidade. É energia e respeito a nossa natureza e à natureza que nos mantém vivos!

      “Quando levamos nossos desenhos pra FARM, levamos também a força e a sabedoria do nosso conhecimento ancestral”. Mariazinha Yawanawa

      INTUIÇÃO
      Maína Mello

      Maína Mello, nossa astróloga do <3 e colaboradora de conteúdo do Adoro, o blog da FARM, foi a consultora do projeto “Signos”, um dos coletivos da coleção que traz os elementos do zodíaco como tema de estampas que já virou desejo absoluto. Informações sobre os signos astrológicos e as características de cada um deles foram construídos nessa parceria que é só amor!

      Além disso, a Maína criou playlists pra cada um dos 4 elementos da natureza: ar, terra, fogo e ar. Uma seleção especial de músicas pra conectar com a essência e expressões desses elementos.

      “Minha ideia foi passear por vários artistas e estilos, pelas sonoridades, letras e emoções que remetam a cada elemento. Acho que é uma forma de estudar, até.. Entender a força de cada e a influência nas nossas vidas!”
      Maína Mello

      Que aflorem as potências.
      Que arrepiem os corações.
      A natureza feminina é uma revolução!

      Vem ver a coleção 🙂

      13.07.18
    • FARM astral: outubro

      A Maína Mello, nossa astróloga colab, dá o recado dos astros pra gente nesse mês. Já estamos quase na metade de outubro e da lunação de Libra que começou na lua nova do dia 30 de setembro, certo?

      O primeiro mês da primavera iniciou sob o sol no signo da balança, pedindo equilíbrio entre razão e emoção. Este chamado à harmonia é ainda mais significativo, sendo este o primeiro ciclo, após duas lunações eclipsadas entre agosto e setembro, em todas as suas reviravoltas e transformações. Agora estamos tratando diretamente dos nossos relacionamentos, portanto da maneira como interagimos com as afinidades e as diferenças.
       
      A boa nova fica por conta de Júpiter, planeta que promove a expansão. Júpiter ingressou em Libra no início de setembro, mas precisou da lua nova pra fomentar este novo processo que passa pelos encontros. Tanto Júpiter quanto Libra são associados à justiça, então temos a possibilidade de entendimentos e acordos viáveis, e de encontrarmos nossos parceiros se ainda estamos em busca. E isso não apenas durante este mês, mas até outubro de 2017, período de um ano em que o astro transita pelo signo.
       
      Mas neste mês ainda temos um ajustamento, conforme Sol e Júpiter em Libra. Com a participação de Marte em Capricórnio em toda a sua determinação, eles ativam os pontos dos eclipses entre Áries e Libra dos últimos anos e assim mexem com os conflitos mal resolvidos até que se chegue a uma conclusão. Vênus em Escorpião torna tudo mais visceral, na medida em que intensifica desejos e medos e revela o que há de tóxico nessa equação. Com isso a trama fica mais delicada, precisando de muita ponderação.
       
      Tudo se encaminha para a lua cheia em Áries no dia 16, cuja configuração astral deve dar uma sacodida no estado das coisas. Uma lua disruptiva, que na mais elevada expressão pode proporcionar um despertar. Mas sem dúvida, para todxs, já estamos diante da necessidade de mudar radicalmente os padrões que até aqui marcaram as relações e que impediam uniões mais verdadeiras. O individualismo dos últimos anos deve dar lugar à consciência de que dependemos de relações equilibradas. E a lição de Júpiter em Libra é que somos melhores quando estamos juntos. Depois da lua cheia, Vênus ingressa em Sagitário no dia 18 e o Sol em Escorpião no dia 22, para chegar no âmago do nosso desejo.
       
       

      13.10.16
    • FARM astral: lunação de Touro

      A Maína Mello, nossa astróloga preferida, tá de volta ao adoro e vai conversar com a gente sobre o que tá rolando por aí nos astrais. Nesse mês, ela fala sobre a lunação de Touro, propícia pra aproveitar as coisas boas da vida, o que exalta os cinco sentidos do corpo, sabe? Como a comida e a bebida, o toque, o perfume, a natureza e o conforto material.  

      A lua nova em Touro inaugurou dia 6/5 um ciclo que marca a metade do outono no Brasil, quando estamos ocupados em desenvolver melhor os nossos trabalhos e gerar os recursos que nos alimentarão durante o inverno. Portanto, estamos todos nutrindo nossos empreendimentos e relacionamentos. E também cuidando de ganhar um pouco mais em uma estação que na verdade trata do despojamento, até que possamos renascer na primavera.

      No ciclo eclipsado de março, impactos promoveram reviravoltas. As mudanças íntimas foram mais radicais pra uns do que para outros, mas socialmente, sem dúvida, tem sido chocante. Logo em seguida, abril veio cheio de motivação pra avançar num novo sentido. Já esta lunação de Touro é marcada por dois trânsitos astrológicos que merecem consideração especial. O primeiro é a retrogradação de Marte, que se encontra agora no signo de Sagitário, mas que pode estar meio sem saber o que fazer da sua própria força, oscilando entre o ímpeto de avançar a qualquer custo e a falta de vontade de lutar pelos seus objetivos. Aliás, quais eram mesmo as metas? Esta reavaliação é fundamental.

      O outro trânsito que torna este maio mais lento que o normal é a retrogradação de Mercúrio, o planeta da comunicação, atualmente em Touro. E aí os mal entendidos e atrasos estão mexendo com os planos e a agenda. Então é mesmo necessário refazer os passos, afinal tudo isso nada mais é do que a constatação de como tudo se transformou desde os últimos eclipses e de como a vida precisa se reorganizar. O universo está provendo o maior dos recursos pra que tudo encontre seu lugar harmonicamente: o tempo. Este é um tempo de reflexão, quando priorizamos a nossa segurança afetiva e material.

      No final do mês, após a lua cheia em Sagitário no dia 22, quando vamos entender o sentido destas reavaliações, o astral se dinamiza sob o signo de Gêmeos, e reestabelecemos a comunicação com o movimento direto de Mercúrio no dia 22. Até lá, aproveite a temporada pra viver na abundância do que já tem de bom e gozar do prazer, enquanto trabalha com carinho pra que tudo fique ainda melhor. devil

      Até o próximo papo com a Maína! 

      09.05.16
    • encontros astrais


      O que somos, do que fomos formados, essa mistura louca de carne, átomo, desejo e fantasia tem uma liga etérea que desde que o mundo é mundo e que o homem se levantou, tentamos desvendar de todas as maneiras. Uma das mais bela delas olha pros céus e se guia pelas estrelas pra entender um pouco da massa subjetiva que nos torna tão únicos e especiais: a astrologia.

      E se há tantos milénios o homem busca nos céus seu lugar no mundo, hoje em dia o que mais buscamos na astrologia é o amor. E depois de tantas recomendações, sinastrias amorosas e previsões, nossa astróloga preferida, Maína Mello, teve a ideia de reunir toda sua percepção num guia prático e delicioso que relaciona os signos e o amor, ahh, o amor!

      No maravilhoso Encontros Astrais, que acaba de sair do forno, Maína conta um pouco dos elementos astrológicos que nos une, dos opostos que se atraem, dos encontros e desencontros entre nossos signos solares, ascendentes, Lua e também Marte e Vênus. Pra entendermos um pouco nossa relação com o outro, e entendermos muito sobre nós. Conversamos um pouco com ela pra saber mais sobre o livro, e por que não, conseguir algumas "colinhas". Olha só!

      É um tema de conflito entre astrólogos, mas pra você já estamos na Era de Aquário. Por que então falta tanta Paz e Amor?

      Os estudiosos divergem muito sobre a data de início da Era de Aquário, há quem diga que começou em 1908 e há quem a projete pra 3574! Quanto a mim, estou menos preocupada com a data e mais ligada ao fenômeno. Desde os anos 60/70, começamos a experimentar uma nova consciência social. Aquele papo do "Age of Aquarius" não foi por acaso, foi sincrônico. E toda a experimentação afetiva e sexual, a tecnologia. Ainda assim, uma era dura cerca de 2 mil anos e não expressamos essas qualidades em plena potência nos primeiros anos, não. Ainda estamos numa transição, na infância de um novo tempo, muito mal esclarecidos, nem os aquarianos estão sabendo o que fazer com isso.

      Num geralzão, qual signo mais sedutor? E qual é o mais difícil de ser seduzido? 

      Em teoria os signos regidos por Vênus, que são Touro e Libra, são os mais sedutores. Mas Escorpião é o signo do sexo. E os signos de água são mais encantadores, os de terra são sensuais, os de ar são provocadores, os de fogo são puro magnetismo. Na prática é cada pessoa em sua mistura astral que é única, mas cá entre nós, acho que Escorpião realmente ganha no quesito mistério e perigo!

      Se não existe afinidade astrológica é melhor fugir ou vale persistir? 

      Há dois tipos de relacionamento, os por afinidade e os que são complementares, ou seja, quando os mapas dos envolvidos são bem diferentes, os aspectos tendem mais à oposição. E os opostos realmente se atraem, mas esse entendimento entre as partes pode ser mais difícil. Porém é verdade também que essas relações costumam ser as mais transformadoras, desde que ambos se disponham a mudar – não para ser o que o outro deseja, mas para ser uma versão melhorada de si mesmo.

      Em que lado prático da vida respondemos mais como nosso ascendente? 

      O ascendente como definição de estilo é a nossa roupa, a nossa máscara, é como chegamos no mundo (a primeira respiração) consequentemente como chegamos em qualquer ambiente, nos apresentamos. Então muitas vezes o ascendente se expressa mais espontaneamente que o signo solar, embora este seja a nossa essência!

      Existe signo "pra casar"?

      hahaha eu acho que dois signos são pra casar, Câncer e Libra!

      O lançamento de Encontros Astrais: os signos no amor e como eles interagem rola agora dia 14 de abril, às 19h na Travessa do Leblon e dia 15 no mesmo horário na Livrara Saraiva do Shopping Eldorado em Sampa. E nem por nada vamos perder.

      Será que o meu signo combina com o seu? 

      12.04.16
    • farm astral – previsões 2015

      00_bola_farmastral

      As previsões para 2014 já afirmavam que não seria nada fácil, mas ainda assim os desafios surpreenderam a muita gente. “Que ano foi esse?” é a pergunta que não quer calar, assim como “O que esperar de 2015?”. A boa notícia é que mesmo que o astral do próximo ano também apresente dificuldades – porque é assim que as coisas são e o céu também tem suas “arestas” – estas não serão tão críticas em comparação às que acabamos de viver. Ufa!  (mais…)

      12.12.14
    • FARM astral – no mundo da lua

      bola_lua

      Desde os primórdios da humanidade que olhamos pro céu com fascínio e curiosidade, procurando desvendar os mistérios do cosmos em busca do nosso lugar. A astrologia nasceu como uma tentativa de estabelecer conexões significativas entre o movimento dos astros e a nossa experiência aqui na Terra.

      Tendo o zodíaco como pano de fundo dessa dança, os planetas de nosso sistema solar são os personagens principais na narrativa celeste. Iniciamos hoje no FARM Astral uma série dedicada aos planetas, começando pela LUA. Mas ela é planeta? Na linguagem astrológica, sim, mesmo que astronomicamente ela seja um satélite. O que a Lua representa pra nós em nada difere do Sol ou planetas propriamente ditos: são todos princípios de conexão, cada um capacitado em uma determinada frequência a acessar a mensagem das constelações.

      lua-linda

      A experiência da Lua é emocional: é a nossa forma de sentir, o nosso clima e humor, a qualidade como nos envolvemos. Regente de Câncer, simboliza a função materna, portanto o cuidado e alimento que recebemos e que, por efeito, oferecemos, já que temos nessa primeira experiência de vida um exemplo a ser seguido – ou não. A Lua é o astro que está mais próximo de nós pois ela nos orbita, é o nosso ambiente afetivo, o corpo e a casa.

      Astro de fases, sua luz depende da interação com o Sol. Seus ciclos são chamados lunações, da lua nova à seguinte, com duração média de 29 dias cada, cerca de treze por ano. Simbolicamente as lunações são as passagens do tempo, do nascimento à morte, passando pelo crescimento e pela contração.

      fases-da-lua-620x206

      Quando a Lua é nova em um signo, dá início a um processo com a qualidade desse signo: é o momento da fecundação, quando tudo é promessa, Sol e Lua estão juntos e por isso ela não é vista no céu. A fase crescente é a de desenvolvimento do que foi semeado, quando a promessa inicial vai ganhando forma e realizando seu potencial.

      A Lua cheia é a maturação e a colheita. Trata-se da realização, momento mais esperado desde o início do processo, o clímax. A partir daí, o movimento expansivo dá lugar à contração. A fase minguante é a de fechamento do ciclo, quando deve ser feita uma edição pra ficar com o essencial. Tempo de assimilação, conclusão e preparação para a próxima semeadura.

      fases-da-lua-astrologia_mat

      Conduzir-se de acordo com o ciclo lunar é a grande sabedoria feminina. Não é à toa que a Lua é um astro feminino por excelência: já reparou que o ciclo menstrual tem mais ou menos a mesma duração que uma lunação? Mas seja homem ou mulher, é a nossa Lua que sugere as fases de se esconder ou se exibir, qualificando sua disposição e fertilidade.

      De tempos em tempos Sol e Lua se alinham de tal maneira com a Terra que sobre esta é projetada uma sombra: são os eclipses, quando a qualidade da fertilização (eclipses solares) e colheita (lunares) é potencializada. Esses costumam ser os momentos de grandes reviravoltas na vida. Hoje tem eclipse no eixo Touro-Escorpião!

      23.10.14
    • farm astral – mutável

      bola_modalidadesOpa! Chegamos à ultima modalidade astrológica, a forma vibratória de classificar os signos. Primeiro conhecemos a cardinal e depois abordamos a fixa, lembra?  Agora é a vez de apresentarmos a mutável. Se liga! Pelo nome já dá para ter uma ideia do modo como essa energia opera, né?

      Segundo a correspondência dos ritmos com as estações do ano, no primeiro mês (cardinal) a estação inicia, no segundo (fixo) se desenvolve e no terceiro (mutável) o clima se prepara pra mudar outra vez.

      Mais ou menos assim: a energia que, operando na forma fixa, estava concentrada na manutenção, se dispersa de forma espiralada, multilateral, variável e volúvel. É o impulso de expansão, de ir ainda mais além do que já foi realizado, e que por isso não tem posição nem direção definidas: sabe aquela ideia de atirar pra todos os lados que em algum lugar vai acertar? É isso!

      energia mutável corresponde à ação em busca da transformação, concluindo o que foi iniciado na fase cardinal precedente e abrindo caminho pro próximo ciclo, quando a mudança será efetuada a partir de uma nova ação cardinal.

      2

      Se é de transformação que estamos falando, o eixo Virgem-Peixes tem a ver com a mutação do passado: Virgem pela análise e questionamento dos padrões físicos (elemento terra) e Peixes, pelo envolvimento psíquico (água). Esse é o eixo da conexão entre matéria e espírito e trata da purificação.

      O eixo Gêmeos-Sagitário tem a ver com a mutação futura: Gêmeos pelo processamento de informações (ar) e Sagitário pela busca de conhecimento (fogo). Esse é o eixo da sabedoria e trata do sentido da existência.

      A ênfase na modalidade mutável em um mapa astral sugere uma personalidade eclética e adaptável. Por estar sempre em processo de mudança, portanto inconstante, pode ser indecisa e ambígua, mas quando equilibrado esse é o modo da síntese: a possibilidade de integração dos opostos.

      Adoramos entender um pouquinho mais sobre as três modalidades astrais existentes. Que venham as próximas dicas da Maína! 😉

      12.09.14
    • lua vai…

      bola_luacheia

      Neste domingo, o céu vai ficar ainda mais lindo com a presença da lua cheia. A fase mais plena da lua, ápice do ciclo lunar, rola de 2ª pra 3ª e influencia desde a feminilidade à realização dos projetos que tiveram início na lua nova. Então, fica de olho nas dicas que a gente preparou pra receber essa boa influência e se conectar com o universo de um jeito todo especial! 😉

      luacheia2

      A Maína Mello, astróloga e figurinha marcada aqui no adoro!, explicou sobre a influência lunar deste mês nas nossas vidas. Tem amor no ar! “Essa é a lua cheia do amor sublime em Peixes, signo que transcende toda dualidade, e o que poderia ser mais transcendente que o amor? Mas o amor não vem de fora, nasce no coração e atrai o que emanamos. A vibração é sentir-se grata por amar porque amar é em si a própria recompensa”, disse a Má.

      luacheia9

      A nossa relação com a lua é bem forte e mística. Por ela ter efeito nas marés e na água de todo o planeta, acredita-se também que ela influencia o nosso corpo (que é composto por água em mais ou menos 70%). Faz sentido, né? A lua cheia ajuda a gente a atingir um estado profundo de relaxamento, transcendendo a mente e nos conectando com o universo interior.

      luacheia1

      Partindo daí, o Arte de Viver começou a organizar mensalmente a Meditação da Lua Cheia em várias cidades do país. Os encontros acontecem simultaneamente e neste mês está marcado pra amanhã, a partir das 20h. Anima participar? Então vem ver aqui as cidades que estão por dentro do roteiro deles.

      A outra dica incrível é a Remada da Lua Cheia na Casa do Remo, Barra de Guaratiba. O eventinho de Stand Up Paddle vai rolar a partir do pôr do sol e as vagas são limitadas. Pra garantir a sua, vale fazer a reserva antecipada na página deles no Facebook. Astral puro!

      luacheia6

      Pra fechar com disposição, a boa é subir a Pedra Bonita, uma das mais altas do Rio, e assistir ao nascer da lua de lá. É de lá também que a galera pula de asa delta. A caminhada não é das mais difíceis, basta um pouquinho de fôlego! 😉

      luacheia8

      Agora é aproveitar o domingo pra abrir o coração, se reconectar e renovar a alma! ♥

      06.09.14
    • farm astral – fixo

      bola_modalidades

      Estamos de volta com o FARM Astral, continuando a série sobre as modalidades, forma de classificar os signos segundo os ritmos ou vibrações. Sim, estamos falando do modo como operam as energias!

      A primeira modalidade que abordamos foi a cardinal, que marcam os inícios e representam significativas mudanças rítmicas como as estações do ano. Agora é a vez do modo FIXO; o último será o mutável.

      Sendo três modos, chegando ao fixo estamos bem no meio do processo. Já parou pra pensar que cada estação tem três meses de duração? Então o primeiro mês é cardinal e o segundo, fixo. E o que acontece nesse momento?

      Aqui não há mais a necessidade de iniciar nada, a semente já foi plantada, inclusive a natureza se preserva nesse sentido, direcionando a energia pra outros propósitos: a manutenção e o desenvolvimento. A força que atua é centrípeta, concentrada em nutrir o que nasceu e garantir a sobrevivência e o crescimento.

      fixo

      Daí essa modalidade ser chamada fixa: há nisso tudo uma enorme resistência, instinto de preservação que pode ser bem resistente à mudança e que se manifesta com menos urgência e mais lentidão, porque preza a segurança. Mas é quando a energia vibra nesse nível que as coisas enfim se materializam, ou seja, tomam forma, ganham corpo.

      Touro, o signo fixo do elemento terra, é famoso por sua obstinação, mas também pelo apego, o que faz dele um concretizador, desde que não perca a estabilidade.

      Leão, o fogo fixo, não tem essa toda essa potência criativa à toa: tem inspiração e capacidade de realização, mas sempre faz tudo do seu jeito.

      A água fixa de Escorpião está sempre às voltas com o que merece investimento emocional, o que tem valor de fato em meio a tanto sentimento.

      E Aquário, o ar fixo, o que tem de teimoso? Jamais abre mão dos seus ideais, não desiste enquanto não chegar lá!

      Fica de olho que o próximo FARM Astral é sobre os signos mutáveis… 😉

      13.08.14
    • farm astral – cardinal

      bola_modalidades

      Pronta pra começar a semana renovada? Então vem ver a novidade do FARM astral!

      A gente já explicou como os signos podem ser qualificados através dos elementos da natureza: ar, água, fogo e terra. Mas essa classificação é apenas uma das maneiras de dividir os doze signos. A outra é rítmica: as chamadas modalidades.

      A modalidade de hoje é a CARDINAL, que tem a ver com a ideia de início. Cardinal é uma palavra que vem do latim e que significa “fundamental”. Seus signos são Áries, Câncer, Libra e Capricórnio, que no horóscopo configuram a cruz (os ângulos do ascendente/descendente, fundo e meio-do-céu) ou pontos cardeais (norte/sul, leste/oeste) e que demarcam os solstícios e equinócios, ou seja, quando começam as estações do ano.

      cardinal

      Quando começa uma estação, muda o ritmo da natureza. Afinal é disso que se tratam as modalidades: a forma como a energia vibra. O ritmo cardinal é uma força centrífuga, porque pega a energia que estava dispersa e a direciona para um ponto específico. Ação: a energia canalizada para uma meta é muito poderosa!

      Assim é Áries, o primeiro do zodíaco, símbolo da iniciação por excelência e que movimenta a vida porque tira da inércia a partir da vontade criativa (elemento fogo). Seu complemento, Libra, tem a iniciativa de se unir ao outro para estabelecer um relacionamento a partir da análise estratégica (ar), pois a união faz a força.

      Já Câncer finca raízes e assegura uma base de sustentação emocional (água) pro indivíduo, o lar. Por fim, Capricórnio estabelece a meta de atuação no mundo através da qual o indivíduo vai buscar a realização (terra).

      A ênfase na modalidade cardinal sugere uma personalidade impulsiva e pioneira, com capacidade de liderança e muita motivação pessoal. É o tipo empreendedor, que não gosta de esperar, pois faz acontecer!

      26.05.14
    • FARM astral – terra

      bola_terra

      Concluindo os elementos do universo na astrologia, chegamos à TERRA, de Virgem, Capricórnio e Touro, onde atualmente se encontra o Sol. Esse é o elemento da matéria, daí sua associação com a função psíquica da sensação, segundo a descrição de CarlJung, lembra?

      Os signos de terra tendem a se guiar mais pelos sentidos do que pelas intuições, considerações teóricas ou as próprias emoções. Muitas vezes isso se manifesta como a postura do “ver para crer”. Por isso eles nem sempre aproveitam outras dimensões da existência.

      Claro que há muito a aproveitar através do corpo, como a comida, a bebida, o perfume, o toque. E é por gostar tanto disso que os signos terrenos se ocupam do labor, porque é assim que obtém tais recursos. Mas eles não trabalham só para ter, não, trabalham porque são realizadores, se preocupam em consolidar as coisas.

      terra

      São motivados pela necessidade de segurança, mas quando esse elemento está desequilibrado no mapa, pode conferir um forte apego. Traduzindo, medo da mudança e da perda! Como se “ser” equivalesse a “ter”. A falta de terra inibe o senso prático, o excesso pode levar à teimosia, convencionalismo, previsibilidade.

      Mas a afinação com o elemento terra confere paciência, disciplina e persistência pra construir e transformar projetos em realidade, o que nesse mundo é prerrogativa de sucesso. Esses costumam ser os indivíduos mais confiáveis porque são o que aparentam. O equilíbrio deste elemento é sinônimo de estabilidade. Como não amar?

      Pra ler sobre os outros elementos corre aqui!

      23.04.14
    • FARM astral – fogo

      bola_fogo

      O elemento da vez no Farm Astral é o FOGO, elemento de Áries, signo onde se encontra o Sol nesse momento, e também de Leão e Sagitário. A expressão desse elemento no indivíduo tem a ver com inspiração e motivação, daí ele ser associado à função psíquica da intuição, segundo a definição dos tipos psíquicos feita por Carl Jung.

      Se a criatividade é uma centelha, pode-se dizer que os signos de fogo são grandes geradores! Por isso são também energéticos, carismáticos e cheios força de vontade. Aqueles que têm esse elemento em predomínio no mapa se preocupam muito com a experiência de “ser”. Mas quando isso é exagerado, podem ser acusados de egocêntricos.

      fogo

      Podem ser impacientes com quem não compartilha do seu entusiasmo e se dão melhor com pessoas do tipo AR, que abanam suas chamas e com ideias fornecem estímulo para suas criações. Já com os tipos de ÁGUA e TERRA eles podem ficar mais inibidos por medo de serem extintos ou sufocados.

      A falta desse elemento no mapa astral pode se manifestar como apatia, baixa autoestima e problemas para a realização dos potenciais individuais. Afinal, fica difícil afirmar-se quando falta autoconfiança.

      Mas quando equilibrado, o fogo pode alimentar o indivíduo com o idealismo necessário pra não se acomodar com nada e sempre buscar melhorar. Não fosse o fogo, a humanidade ainda estaria na idade da pedra. Foi Prometeu quem se apiedou de nós e roubou o fogo dos deuses pra nos ensinar a criar. E aqui estamos, ainda tentando criar um mundo melhor!

      Ah, se seu elemento for água, clica aqui, e se for ar, aqui. Mês que vem o post será sobre terra, combinado?

      25.03.14