• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: jericoacoara

    • um escape do bem

      bola-leticia

      Passar um tempo numa casa na Normandia, no Monte Etna na Itália, no interior da Bulgária, ou até num paraíso nacional como Jericoacara. Só se for nesse segundo, né? Isso porque a gente ainda não te contou o melhor, sem gastar um tostão.

      workaway-trabalho-voluntario-no-exterior-750x400

      Mas participando de um sistema comunitário de troca de afeto, talento, conhecimento e mão de obra… onde uma mão lava a outra, as mãos juntas se ajudam, constroem e além de tudo: aproveitam a vista nas horas vagas, claro! hehe

      Screen shot 2015-12-11 at 12.52.48 AM

      Você pode clicar aqui no workaway pra começar a viagem – são opções desde dar uma mão temporária numa vila na Andaluzia, na Espanha, num centro de saúde holística na Nova Zelândia e, sim, ajudando um casal por três horas diárias a construir um espaço de Permacultura em Jericoacoara.

      malu

      No Brasil não faltam boas opções de lugares divinos onde a gente pode trocar boa vontade por aprendizado, ajudando a criar sistemas autossuficientes. A Manu, do Notas sobre uma Escolha, que já conversou com a gente (vem relembrar aqui) tá bioconstruindo uma casinha toda linda no Asas e Raízes Liberdade do Ser, ecovila e espaço de reconexão no interior da Bahia. Tem os detalhes do projeto aqui e as formas de contribuição por aqui!

      1

      A ideia é compartilhar, trocar, aprender e respirar…. Ah! Por um mundo mais unificado e melhor. Por um mundo mais… junto!

      15.12.15
    • do instagram @adorofarm

      emanuellesales em jeri

      Desejo do dia: ficar assim em Jeri! Foto da @emanuellesales #tonoadorofarm

      08.09.13
    • uma praia pra chamar de sua!

      Daí que quando a gente pensa que já conheceu todas as praias do Ceará, surge o Preá, um pedaço de areia cercado de mar, vento e coqueiros. O Preá fica pertinho de Jeri, mas ao contrário da vila vizinha que cresceu e apareceu, nosso paraíso  aqui continua perdido e off do roteiro turístico.

      Sem barracas, restaurantes, lojas, e com uma beleza selvagem. Pra viver a natureza de todas as formas, e só. Simples assim!

      Uma praia pra chamar de sua, e ainda por cima com lagoas! Pois é, ali do ladinho da Praia do Preá, ficam as lagoas Azul e do Paraíso. Formadas pela água da chuva que se acumula entre as dunas, as lagoas são uma versão (bem) reduzida dos Lençóis Maranhenses. Água doce, morna, cristalina, e uma rede pra relaxar.

      E tem mais.  O Preá também é o pico do kite, com ventos perfeitos que sopram durante 8 meses redondos do ano. E o mais legal é que, apesar do mar ser profissa, o clima é alto astral e mesmo quem tem habilidade zero fica à vontade pra praticar.

      A escola de kite de lá é a Rancho do Kite, capitaneada pelo Mosquito e pela Vanessa, e  classificada pela IKO como uma das melhores da área. Bastam algumas horas de aula a gente já consegue deslizar no mar. Super indicamos!

      Abrindo um parênteses pra Wanderson, instrutor do Rancho do Kite: olha só o que ele aprontou na Duna de Jeri. Dá o play e assiste até o fim, porque vale à pena!

      http://www.youtube.com/watch?v=OHOTx_yjndY&feature=youtu.be

      Então já sabem, ano novo, férias de janeiro, abril, junho, quando for, é no Preá. Toca pra lá que vale conhecer.

      ONDE FICAR: a Pousada Rancho do Peixe (a mesma da foto dos bangalôs lá de cima) é a mais bacana e tem um conceito verde. Ela foi construída numa fazenda do coqueiros, sem derrubar nenhuma árvore. Os bangalôs ultra charmosos fazem a linha rústico chique e ainda tem transfer de ida e volta pra Jeri. Olha o Facebook deles aqui.

      COMO CHEGAR: Tem que ir até Fortaleza, e de lá pegar um transfer pro Preá, num esquema que normalmente é organizado pelas pousadas. São quatro horas de carro do aeroporto até a praia. Outra opção é ir de ônibus de Fortaleza até Jijoca, e lá pegar uma jardineira.

      KIT PRIMEIRO SOCORROS: Repelente e protetor 90. Sério, o sol é muito forte.

      PÓS-PRAIA: o Bar da Praia, barzinho pé na areia da galera do kite, super bacaninha e na linha do vento. É perfeito pra tomar um drinque no fim da tarde curtindo um som.

      O QUE LEVAR: Sua Havaiana preferida e muita felicidade!

      Mais alguém além da gente com as malas prontas? 😉

      29.11.12
    • mochilão verde

      Meio ambiente é coisa séria, e preservar o planeta depende de cada um de nós. Por isso é que a gente sempre curte quando pinta um movimento bacana ligado à sustentabilidade. Ainda mais quando tem a ver com a proteção dos nossos paraísos naturais, como está rolando nesse momento em Jericoacoara.

      Ligados na preservação do Parque Nacional de Jeri e no resguardo da cultura local, pousadas como a Vila Kalango e a Rancho do Peixe juntaram forças e criaram uma campanha pra preservar o verde. Um curta sobre Jeri já saiu do forno, outro sobre o Preá está a caminho, e suas páginas no Facebook ganharam estampas como a da Jaguatirica aí debaixo.

      Tudo isso porque o parque de Jeri abriga 3 mamíferos, 11 répteis e anfíbios que estão em risco de extinção, entre elas a Jaguatirica. Sem falar no Tamanduá-Mirim, que fazia parte da fauna do Parque e hoje já é considerado extinto. Pena, né? E a prefeitura não tem coibido os empreendimentos com impactos ambientais negativos de serem erguidos por lá, então já viu no que pode dar.

      Mas tudo tem jeito, e a gente que curte viajar pode fazer a nossa parte. Fique de olho na hora de escolher onde ficar, onde comer, nunca abra trilhas novas nas dunas e florestas, e recolha sempre o seu lixo! Nossos paraísos agradecem! #EspalhaAí

      02.10.12