• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: havaí

    • mochilão: maui – havaí – parte 2

      bola_havai2

      A viagem da Lu, fotógrafa do adoro, continua rumo à Hana e a primeira parada é Pa’ia, charmoso vilarejo à la Northshore (Oahu), onde fica Jaws entre outros picos de surf conhecidos.

      havai3

      Costeando as famosas praias das big waves, é em uma quebradinha de terra à esquerda da estrada o caminho secreto ‘mais conhecido’ da região que, depois de levantar alguma poeira, nos leva à bela vista de Jaws.

      havai1

      Se a fome bater lá por Pa’ia vale um lanche no Fish Market e a sugestão é o tradicional Mahi Mahi Sanduich. Delí!

      havai2

      Com muito mais curvas do que a Estrada de Santos, a Hana Road é um passeio devagar pela costa Nordeste da ilha. Pra quem tá hospedado na área mais central, o caminho até lá pode passar das 10 horas ao volante, trajeto de ida e volta.

      havai4

      Isso considerando pitstops em cachus, trilhas e praias escondidas. Vale saber qual a disponibilidade de tempo pra otimizar as paradas. A Twin Falls é uma cachoeira bem legal e de fácil acesso, um trilhazinha de 15 minutos,  pra chegar nessa piscininha gelada.

      havai5

      A bela Honomanu Bay, praia de pedras negras, é um visual incrível e ótimo momento pra sacar a câmera analógica da bolsa ou atualizar o Instagram. Na volta, pare em algum dos trailers da estrada e compre um banana bread e coconut candy pra viagem de volta, delícias clássicas da ilha!

      havai6

      Navegar é preciso. E delicioso! Imperdível o passeio de mergulho em Molokini: saímos da marina depois de um café da manhã reforçado, e seguimos em direção à essa pequena ilha, com direito a show de baleias no caminho.

      havai7

      Ao chegar lá um super mergulho de snorkel nas águas cristalinas revelam os vários peixes e enormes corais da região. A volta é tranquila ao som de Jack Johnson e cervejinha local, com direito a siesta na proa do barco. Dá pra melhorar?

      havai8

      Se o clima do dia ainda for o mergulho, vale conhecer o Black Rock em Ka’anapali, um cantinho à direita na altura do Sheraton de lá, bem legal para quem está começando no snorkel.

      havai9

      Pela proximidade e voos diretos de apenas 8 horas pelo Pacífico, a turma de olhinhos puxados pode ser vista em massa pelas ilhas do Havaí. Arroz japonês e missoshiru no buffet do café da manhã nos maiores resorts locais não deixam dúvida sobre a potência  do turismo oriental por lá.

      havai10

      Peixes e frutos do mar são pedidas certas no cardápio fresco dos restaurantes em toda ilha. Sashimis, vieras, lulas e o que mais imaginar fazem a felicidade do pós praia de cada dia.

      12Ah, e não vale sair da ilha sem provar os snacks locais, todos basicamente feitos de macadâmia! Os de sea salt são os mais tradicionais, e o rostead com mel é a pedida ao sair do mar com a boca seca! O sea salt negro também é uma otima opcão como presentinho de viagem pros amigos gourmets.

      12-com-coração

      Anotou todas as dicas? Agora sua viagem pro paraí, quer dizer, Havaí, já tem mais força pra sair do papel, né? 😉

      28.02.14
    • mochilão: maui – havaí – parte 1

      bola_havai

      O mochilão de hoje desembarca nas areias de uma ilhazinha no meio do Pacífico, depois de muitas horas alongando entre assentos e portões de embarque, mas o visual (acredite!) vale todo o esforço.

      1

      O destino é Maui, uma das cinco ilhas que formam o estado do Havaí, lendário paraíso dos amantes do surf e sonho pra qualquer mergulhador. A Lu, fotógrafa aqui do blog, foi pra lá e conta pra gente um pouquinho do que viu!

      havai2

      Apesar de não parecer muito grande, as atrações espalhadas pelos 4 cantos da ilha podem enganar aqueles que acreditam rodar de norte a sul em apenas um dia. Diferente de Oahu, ilha mais popular do Havaí, aqui os passeios rendem longas horas de estrada.Vale alugar um carro na saída do aeroporto e curtir sem pressa as milhares de belezas de Maui.

      havai3

      Pros que amam ver o dia raiar, a programação começa cedo, com alarme marcado pras 2h, muitos casacos, cobertores e canecas de café pra enfrentar o sono, as duas horas de chão e o frio que está por vir. Haleakala é um templo pros apreciadores do nascer do sol, onde é possível ver os primeiros raios da bola de fogo surgirem com uma cratera vulcânica de jardim em frente.

      havai4

      A subida chega a quase 5 mil pés de altura e o vento gelado confirma que estamos no inverno. Vale usar duas calças, casacos sobrepostos, cangas enroladas no pescoço e o que mais a criatividade achar numa mala pensada pro clima de verão. É bom levar água e comidinhas pra tapar a fome e, pra quem encarar, vale até um licor/whisky matinal que esquenta o corpo, já que a espera pode durar até duas horas na friaca.

      havai5

      Pro pessoal que curte uma aventura de bike a dica é fazer o programa de volta do topo em duas rodas. O percurso é uma longa descida curtindo o visual, haja disposição e roupas térmicas! Depois de uma boa descansada no hotel repondo as horas não dormidas fomos conhecer o centro de Lahaina, vila à beira mar, uma espécie de Rua das Pedras (alô, Búzios) havaiana.

      havai6

      Entre muitas lojas locais de surfwear a restaurantes, duas portinhas nos chamaram atenção. A primeira é a Bath Salt Company, um cantinho colorido onde muitos tonéis de sais de banho perfumam o lugar, uma variedade incrível!

      havai7

      A outra surpresa fica atrás de uma porta de vidro coberta de posters onde achamos Vintage European Posters, especializada em imagens de 1890 até a década de 60.

      havai8

      Encantados com as verdadeiras obras de arte nas paredes, papo vem, papo vai, descobrimos que todos os posteres são peças únicas, autênticos e pintados à mão, com uma manutenção rigorosa de preservação. Já podem imaginar também o $ dessas peças, mas como pra olhar(e fotografar) não paga nada, ficamos só no gostinho.

      havai9

      Turista é sempre turista, por isso vale a pena curtir um programa no maior estilo chichê do retrato de férias americano. Pendure um colar de flores no pescoço e aproveite as de-li-ci-o-sas pinã coladas e comidas típicas assistindo ao tradicional luau havaiano ao cair da tarde. Entre danças, incríveis tiragostos e muitas (!) batidas de coco, a diversão é garantida.

      10

       Fotos: Luiza Chataignier

      Fica de olho que já, já o mochilão volta com a segunda parte de dicas do Havaí!

      24.02.14
    • surf das alturas

      post surf

      O vídeo de hoje é pura inspiração! O fotógrafo Eric Sterman, super novinho e especializado em fotografia aérea, conseguiu registrar imagens inéditas no mundo do surf. Foi no Havaí, com a ajuda de uma  GoPro presa em um drone (uma miniatura de avião com 4 extremidades). O resultado é indescritível:

      Deu até vontade de cair no mar com uma prancha, né?

      20.01.14
    • aquarela das ondas

      Essas fotos nem precisam de muito texto pra explicar o quanto o Havaí é simplesmente o paraíso dos surfistas! Não só dos surfistas, mas dos surfistas-fotógrafos também.

      Feitas pelos fotógrafos americanos Nick Selway e CJ Kale, parece até que estamos surfando também! CJ cresceu no Havaí, na costa Waianae, e passou muito de seu tempo livre nas ondas.

      Os dois, desde pequenos descobriram uma grande afinidade pela natureza e depois descobriram a paixão pela fotografia. Decidiram juntar as duas (a natureza e a fotografia) e o resultado foi essas fotos quase surreais!

      Eles falaram que a água é perfeita pois reflete muitas das cores da ilha de uma maneira ainda mais vibrante!

      É uma mistura de cores tão cheia de harmonia, que parecem até pinturas em aquarela. De acordo com os fotógrafos, esse tipo de foto foi bem difícil de fazer, eles passaram muito tempo nas ondas esperando o melhor clique.

      Mas que valeu a pena, valeu, né? 😉

      07.09.12
    • rema, rema, rema, remador

      Bom dia (!), pra quem vai passar a semana sonhando com um desses:

      Os havaianos fizeram um remake super bacana daqueles bangalôs polinésios com chão de vidro e criaram uma canoa totalmente transparente, a Molokini.

      O nome, aliás, não só o nome, tudo na canoa é inspirado na ilha Molokini, um dos paraísos de Maui, no Havaí. Por aí, já dá pra imaginar o conceito da canoa, né? A ideia é um encontro com as maravilhas do oceano. Sair remando mar afora observando golfinhos, corais e o fundo do mar passando por baixo dos pés.

      Queremos um – e uma ilha dessas – agora! Adoramos! 🙂

      29.03.10