• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: dia da mulher

    • Dia da Mulher



      Neste dia da mulher, homenageamos mulheres que tem nos apoiado na bonita jornada em direção a uma conexão cada vez mais profunda com a natureza. A nossa e a do mundo!

      Chiara Gadaleta

      Chiara Gadaleta foi a mulher inspiradora que escolhemos pra nos ajudar a entender a pegada ambiental da @adorofarm. Especialista em moda sustentável e grande comunicadora de hábitos e ideias mais sustentáveis, foi ela quem nos incentivou a transformar a linha RE-FARM em nossa plataforma de sustentabilidade, deixando RE-FARM ainda mais potente. Repensar, reduzir, reutilizar, reciclar para transformar!

      Bia e Romina

      Bia Saldanha e Romina Lindemann são as mulheres maravilhosas por trás da nossa parceria com as mulheres yawanawa. Podemos dizer que graças à amizade em comum delas com o povo yawanawa e com a gente, conseguimos realizar este sonho tão lindo de apoiar e valorizar a arte dos nossos povos ancestrais. é lindo ter elas pertinho!

      Marcia Hirota

      Marcia Hirota é a força feminina que nos conectou à Fundação SOS Mata Atl, parceira do qual nos enchemos de orgulho e que vem nos ensinando a cuidar desta nossa floresta tão linda e especial. A Mata Atlântica abriga mais de 70% da população brasileira e sete das nove maiores bacias hidrográficas do país. O fato triste é que hoje restam apenas 12,4% da floresta original. No entanto, Marcinha nos ensina a ser otimistas vislumbrando o desmatamento ilegal zero e a regeneração da floresta através da ação humana. Vamos juntos com ela abraçar a Mata Atlântica?

      Mariazinha Yawanawa

      Mariazinha Yawanawa é a primeira mulher a liderar seu povo. foi ela também que nos ensinou que o espírito de liderança feminino, cuidador e integrador por natureza, é o que a leva e pode também nos levar a criar pequenas revoluções capazes de transformar nossas famílias, nossa comunidade e o mundo a nossa volta. ihuuuuuuu, mulher querida, amada e admirada que tanto nos ensina a viver em harmonia com a energia suprema da vida!

      Bebel, Carol e Van

      No ano passado tivemos a honra de contar com o apoio, inspiração e paixão de três mulheres muito especiais na nossa coleção natureza feminina. Com Bebel Clark aprendemos a valorizar o nosso feminino mais íntimo. Nossos corpos, nossos ventres, nossa força criadora. Bebel nos ensinou a olharmos umas para as outras com amor, empatia e sororidade. Este olhar generoso e cuidadoso transbordou a FARM e esperamos ter chegado até você. Junto com ela, estava Carol Bergier, que nos trouxe a importância de reconhecermos a potência que existe em cada uma de nós. Nosso propósito e nossa vocação, que vira esta força criativa coletiva que tem muito orgulho de ser brasileira, e a Vanessa Moutinho, que nos estimula a honrar nossas ancestralidades, a reconhecer nossos privilégios e a abrir nossos braços, mentes e corações pra todas as cores, corpos, jeitos e sabores que a nossa natureza tem. juntas, esta trinca nos despertou o olhar de admiração para cada uma de nós mulheres!
      Honramos com esta homenagem todas as mulheres e homens que elas nos ajudaram a reunir e que fizeram tanta diferença em nosso trabalho de conexão e reconexão com nossas diversas naturezas femininas: Malu Lobo, Karina Miotto, Surian dos Santos, Alline Cipriano, Fernanda Sol, Vanessa Cruz, Adriana Ocelot, Nat Muguet, Bel Saíde, Maína mello, Gil Santanna, Nath lima verde, Renata Diehl e Nath Tupinambá. ❤

      Luana Genot

      Luana Genot é a incrível fundadora e diretora executiva do ID_BR- Instituto Identidades do Brasil, que este ano, começa oficialmente um trabalho lindo e profundo de promoção da igualdade racial dentro da FARM. Hoje, homenageamos ela, assim como todas as mulheres que fazem parte do time ID_BR e todas as mulheres negras que vem nos ensinando a compreender as diferenças, respeitar e admirar cada vez mais a natureza rica, resistente e forte que nos cerca.

      Gabi Loran

      Pra que ser uma só se você pode ser várias? A Gabriela Loran é mulher trans, atriz, poetisa, dj e muito mais! Ela foi a primeira atriz trans de Malhação, após quase 25 temporadas da novela adolescente. aqui na FARM, já foi modelo e fez um texto incrível aqui no adoro pro dia da visibilidade trans. Gabi também faz parte do nosso comitê da diversidade, inclusão pra que tenhamos cada vez mais inclusão LGBTQ+

      Julia Yawanawa

      Julia Yawanawa foi a primeira mulher de seu povo a aprender a falar português e também a primeira professora da língua na sua aldeia. com julia aprendemos a potência do diálogo entre povos diferentes, o respeito às diferenças, a admiração aos diversos saberes e a mistura boa que isso traz. com julia também aprendemos sobre a força transformadora das redes de mulheres e tudo que mulheres unidas são capazes de gestar, gerir e gerar!

      Fernanda Satty

      Fernanda Satty é ginecologista e uma das potentes mulheres por trás da rede Equipe Parto Ecológico, que apoia as nossas mulheres e muitas outras em seus processos de autoconhecimento e renascimento enquanto mães. A Fê e a equipe do parto estão conosco em reuniões periódicas para promover o conhecimento da maternidade não idealizada, os tabus que envolvem a sexualidade feminina e também a saúde da mulher. É lindo e é essencial!

      Marina Reia

      A Marina Reia é uma paulistana, nascida e criada na maior cidade da América Latina que largou tudo para trabalhar com extensão rural na Amazônia. Curiosa, carinhosa e determinada, viu na Amazônia a oportunidade de estar mais próxima das pessoas para as quais o equilíbrio entre o ambiental, social e econômico é uma questão de sobrevivência. E ali nesse ambiente, contribui para que sigamos por formato de desenvolvimento de fato sustentável.

      Bernadette Silva

      Amante da natureza, produtora rural por opção e empreendedora por instinto, Dona Bernadette Silva migrou para Apuí atrás de espaço de terra para produzir. A sua curiosidade, vontade de aprender e amor à natureza fizeram com que encontrasse no IDESAM o parceiro perfeito para atingir seus objetivos e aumentar a floresta a sua volta! Trabalha na terra com tanto carinho e fé que influenciou seu filho a seguir pelo mesmo caminho. Não tem dúvidas de que está no lugar certo e dali não tem vontade de sair. Com muita garra e força, essa mulher resiste! Constrói sozinha sua rede de apoio, com vizinhos, amigos e o IDESAM, para seguir fazendo o que mais ama: cuidar da terra, das plantas, dos bichos e das pessoas em plena a Amazônia.

      08.03.19
    • pode me chamar de feminista

      A luta pelos direitos das mulheres no Brasil não é de hoje. Desde a época do Brasil Colônia (1500-1822), vivia-se uma cultura enraizada de patriarcado, onde as mulheres eram propriedade de seus pais, maridos, irmãos ou quaisquer que fossem os chefes da família. Nesse período, a luta das manas era focada em algumas carências extremamente importantes na época: direito à vida política, educação, direito ao divórcio e livre acesso ao mercado de trabalho.
       

      Bastante tempo se passou de lá pra cá e algumas dessas conquistas foram alcançadas, mas sem dúvida o feminismo ainda tem uma grande estrada pra percorrer. Um delas, por exemplo, é arrancar de vez o estigma que essa palavra ainda carrega, já que muita gente compartilha dos mesmos ideais, mas tem resistência em se reconhecer como feminista, ou como alguém que apoia.

       

      Foi assim que surgiu o projeto “Pode me chamar de feminista”, que pretende registrar, em forma de retratos, minas de hoje, além de um depoimento sobre como cada uma se descobriu feminista e como praticam o feminismo em suas vidas.

      O girl power por trás das lentes é todo da fotógrafa, pernambucana de nascimento e carioca de DDD,  Manuela Galindo, que também faz parte do coletivo feminista Deixa Ela Em Paz. O grupo pratica intervenções urbanas sobre temas ligados ao feminismo, combate ao machismo e à discriminação de gênero, liberdade e autonomia das mulheres

      Os retratos, sempre feitos nas ruas do Rio, são acompanhados de um papo bom sobre o movimento, que acaba se transformando em legendas que revelam a infinidade e diversidade de mulheres, suas vivências e pautas.
      O projeto é daqueles que está sempre em construção e, por isso, a ideia da fotógrafa é ir compartilhando o resultado pelo Tumblr e pelo perfil do Instagram.

      Vamos todas que juntas somos muitas! 

      06.03.17
    • olha elas!

      Semana passada rolou evento pra homenagear o Dia da Mulher na loja de Ipa. Foi tão lindo, mas tão lindo, que a gente só queria compartilhar com vocês alguns desses momentos.


      Foi uma delícia bater um papo com a turma do turma do Deixa ela Paz, que colocou em pauta questões que afetam o cotidiano feminino…


      Ouvir o som dessa baianinha arretada que é a linda Larissa Luz.. oxê..


      E tomar uma gelada regada a Brownie do Luiz e tipi'óka. Um dia pra ser celebrado todos os dias e guardado no 

      17.03.16
    • dia da mulher…todo dia!

      Por aqui, o feminino é nossa inspiração. A força da mulher nos impulsiona e nos sensibliza a cada dia, a cada peça criada, a cada ideia que tempos. O dia da mulher é todo dia e por aqui, fica o recado pra sermos mulher do que jeito que quisermos, da forma que quisermos. Somos a favor do direito de ser. E claro, não podíamos deixar de homenagear esse dia tão especial. Uma homenagem à tod@s que lutam pela liberdade ! Então bora participar do nosso eventinho e brindar ao nosso dia! Partiu!


       

      07.03.16
    • who run the world?

      bola_fightlikeagirlNa vibe do Dia Internacional da Mulher (♥) nada mais justo do que dar cartaz pra quem é pura inspiração e só reforça o nosso emponderamento e as mudanças que vêm acontecendo há tempos nas relações patriarcais. Trocando em miúdos, Who run the world?

      E se Queen Bee canta à plenos pulmões que quem domina o mundo somos nós, a ilustradora gaúcha, desenvolvedora de jogos e gamer Kaol Porfírio achou um meio mais delicado de manifestar essa força feminina através da série de ilustrações “Fight like a girl“.

      fightlikeagirl_1

      A ideia é relembrar heroínas famosas da ficção pra provar que mulheres também podem ser guerreiras confiantes, protagonistas e, sobretudo, inspiradoras, como Beatrix Kiddo, de Kill Bill; Sarah Connor, de Exterminador do Futuro; Xena; Mulan; Buffy, a caça vampiros e etc. E a convite do site Think Olga, ela fez uma série só com feministas famosas, olha só.

      fightlikeagirl_2

      Foi uma forma que a Kaol achou pra desabafar (especialmente porque como game developer vive num meio onde 95% são homens), desconstruir o antigo conceito de que se você estiver fazendo tal coisa igual a uma menina, estaria fazendo com menos poder, com uma vulnerabilidade, falta de técnica ou fraqueza – é aquele papo de “parece uma menina lutando”, sabe?

      fightlikeagirl_3

      Quem quiser acompanhar updates da série, podem dar uma olhada no face da moça, onde a cada desenho ela descreve um pouco o perfil das personagens.

      Se identificou? Bora nessa!

      07.03.15
    • do instagram @adorofarm

      diadamulher3

      Um dia só nosso!  #tonoadorofarm #mundofarm

       

      08.03.14
    • comemorando entre amigas

      bola

      Todo dia é dia, mas esta sexta é especial por ser o Dia Internacional da Mulher. Que tal se reunir com as amigas e provar drinks deliciosos enquanto as risadas rolam soltas? Pra começar, o Watermelon Ginger Martini do Astor, que tem gostinho de melancia com gengibre!

      1

      Na Cavist, o drinque Pop tem dois ingredientes que a gente ama: espumante e picolé de frutas. Pra aproveitar logo porque dura só até o fim do verão! No Sawasdee a mais nova criação é o Bangkok Punch que, entre outros ingredientes, leva rum e creme de papaia, bem tropical.

      2

      O Meza Bar traz uma releitura do clássico mojito, dessa vez com morango e manjericão! E pra dividir com as amigas o Rossini Spritz da Prima Bruschetteria leva espumante morango e chega à mesa em uma jarra. Hum, e quem não ama essa fruta vermelhinha?

      3

      Então já sabe: se inspira nas queridas aqui em cima e aproveita pra comemorar nosso dia com muito estilo!

      07.03.13
    • adoro mimos dia da mulher ♥

      Hoje é um dia super especial e é claro que a gente não ia deixar passar em branco, né? 😉 Pra comemorar o dia da mulher (e a gente merece!), vai rolar um Adoro Mimos com um kit pra lá de recheado.

      O que toda mulher adora? Dar um trato na saúde, na beleza e no visual, não é mesmo? Então, prepara as costas pra uma super massagem do Nirvana, a nécessaire pra um super kit Eyeko e o armário pra uma produção FARM 😉

      Pra concorrer, é só enviar uma foto pra adoromimos@farmrio.com.br com uma foto criativa que seja uma homenagem à mulher. A melhor leva o kit!

      Regrinhas:

      – Válido pra todo o Brasil

      – Produção FARM no valor de R$ 300

      – Funcionários podem participar

      – Até sexta-feira às 16h

      – Precisa ser EQF

      – O resultado sai na segunda-feira no nosso twitter @adorofarm

      Capricha no clique e… feliz dia da mulher!! <3

      08.03.12