• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: café

    • Farmetes de carteirinha

      Em fevereiro, quatro clientes clube FARM passaram por uma experiência pra lá de especial: ser modelo de uma campanha nossa. Só que não era qualquer campanha. Gabi, Laís, Sandra e Sonia estiveram no nosso estúdio pra fotografar o coletivo de silks feitos em parceria com o IDESAM – Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia.

      Antes de contar como foi a manhã das clube FARMETES por aqui, vamos explicar um pouco mais sobre essas t-shirts. Em fevereiro, estivemos no Apuí, sul do Amazonas, junto com o pessoal do IDESAM, pra plantar as árvores do programa de reflorestamento do clube FARM.

      Lá, conhecemos um pouco mais o sistema agroflorestal – em que é feito o plantio de árvores nativas, e frutíferas que além de recuperarem a floresta, alimentam e geram renda. Voltamos tão encantados com o poder da natureza, que criamos um coletivo de silks sobre sementes e frutos que ajudam a manter a floresta viva: açaí, cacau, café e castanha.

      É aí que as nossas farmetes de carteirinha entraram. Elas são parte dessa história, já que cada assinatura do clube FARM equivale à uma árvore plantada na Amazônia ou na Mata Atlântica!

      Sonia Magalhães e Gabi Palhano

      Tivemos uma manhã maravilhosa em que as farmetes de carteirinha conheceram a nossa fábrica e nosso esritório, viram alguns spoilers do que vem por aí, conversaram com o sócio-fundador Marcello Bastos, e, por fim, posaram pras lentes do fotógrafo, usando as camisetas dessa parceria incrível com o IDESAM.

      Laís Magalhães e Sandra Silva

      Incrível, né? Essa foi só mais uma das experiências que o clube FARM proporcionou. Quer fazer parte do nosso programa de reflorestamento? Clica aqui e vem pro clube!

      18.03.19
    • Novidadinhas da semana


      Quinta é quase sexta, e a gente não pode deixar de dar dicas sobre o que tá rolando pra você se divertir. Vem que o novidadinhas tá cheio de super programas!

      RJ

      O cantor Jão – um dos nomes mais promissores da nova MPB – leva a turnê Lobos ao Teatro Riachuelo nesta quinta-feira, 25. Os ingressos estão quase esgotados, mostrando o fenômeno que ele é entre os amantes da música brasilera.

      Uma festa pela black music!  Jorge Ben Jor e Mano Brown se apresentam nessta sexta na Fundição Progresso. Enquanto o veterano traz já consagrado sambalanço, Mano Brown vai apresentar Boogie Naipe, um trabalho inspirado no soul e no funk americano dos anos 80.

      A biblioteca Estação Leitura começa nesta quinta-feira sua programação de celebração em homenagem à consciência negra. O primeiro evento será um bate papo com Ana Maria Gonçalves, autora do livro “Um defeito de cor”, que ocorrerá em paralelo com a exposição “Somos todos Kehinde”, do fotógrafo Januário Garcia. O bate-papo começa ás 19h30!

      Pra quem curte um bom café, neste sábado rola um festival da bebida no Parque das Ruínas. Com palestras, degustações e expositores diversos, os amantes do café vão poder aproveitar e conhecer mais sobre os diversos tipos da bebida mais amada do Brasil!

      SP
      Sábado e domingo vai rolar a Fiesta de Dia de Muertos. Com a proximidade do Halloween e tentando trazer a comemoração pra uma pegada mais latina, o Memorial da América Latina recebe exposição de altares, stands de artesanatos, concurso de fantasias, festival de tacos e outras atividades típicas da cultura mexicana.

      Cuiabá
      A turnê “Casas” chega neste sabado à capital matogrossense! O cantor Rubel leva as músicas deste e do antigo trabalho para o palco do teatro da E.E. Liceu Cuiabano e promete agitar a cena cultural de Cuiabá!

      25.10.18
    • mercê

      Quem conhece Santa Teresa não esquece jamais. O bairro rima com cerveja no fim de tarde, feijoada com amigxs e cheirinho de café. O que muita gente não sabe é que, além do badalado Largo dos Guimarães, o bairro tem muito mais a oferecer. Por isso a gente te convida a subir mais um tiquinho – e pode ter certeza, vale muito a pena gastar as canelas! 

      Na altura do número 1458 da Av. Almirante Alexandrino, encontramos a Mercê. A mercearia/café/espaço criativo recém inaugurada pelxs produtorxs Camila Lavrado, Davi Pereira e Nicole Barpp, tem clima leve e descontraído, como uma mercearia de bairro mesmo – daquelas que quando você vai comprar o pão de manhã, toma um café e emenda um papo gostoso com xs donxs, sabe?

      A Mercê tem como prioridade em suas prateleiras produtos orgânicos, artesanais, glúten free, veganos e vegetarianos, a maioria produzido por pequenos produtores do Rio. Tem de tudo um pouco: molhos veganos, pães, geléias, chutneys, Kombucha, leites vegetais, granolas artesanais (doce e salgada) e até uma “mini feirinha” de legumes e verduras orgânicos vindos fresquinhos diretamente de Petrópolis.

      Muitos desses produtores tem a Mercê como primeiro ponto de vendas. A ideia é incentivar cada vez mais o consumo de produtos artesanais, fomentando o universo micro empreendedor e o consumo consciente. Assim, o transporte e a poluição são diminuídos e a troca entre fornedores e consumidores é estimulada, permitindo que xs clientes conheçam a origem daquilo que consomem

      Mas não se engane: a Mercê quer correr do rótulo de “lojinha natureba”. No horário de Happy Hour, às terças, quintas e sextas, a mercearia estica mais um cadin e oferece no cardápio do dia algumas opções de tira gostos. Hamburguer vegano, camponata de mix de cogumelos e strogonoff de grão de bico já foram algumas das opções provadas e aprovadas pela vizinhança – tudo feito pelas mãos das meninas e com produtos que também são vendidos por lá. Pra acompanhar também rolam umas cervejinhas, como a carioca artesanal Praya. Afinal, estamos falando de Santa Teresa, né?

      Apesar dos poucos meses de portas abertas, a Mercê quer ir bem além. Xs donxs acreditam que para algo ser bem sucedido é necessária a seguinte soma: lucro + felicidade + um retorno real pra comunidade. Por isso, o trio tem planos de abrir o andar debaixo da loja para cursos e startar um projeto de capacitação dos moradores, para que eles também façam parte do time de fornecedores da loja. Legal, né?

      Pra você que animou em fazer parte da rede de fornecedores da Mercê ou ficou com água na boca, segue elxs no Instagram e no Facebook. Fica ligadx também nx horário de funcionamento, pra aproveitar e tomar um café da manhã de raynha:

      Terça, Quinta e Sexta – 10h às 22h
      Quarta, Sábado – 10h às 19h
      Domingo – 10h às 18h

      29.12.16
    • do instagram @adorofarm

      11192953_461526184013847_723311322_n

      Um cafezinho por favor! @renatafreitas #tonoadorofarm

      06.05.15
    • um paraíso vintage em berlim

      bola_cotoro

      A alguns quarteirões de distância da Alexander Platz, a Karl-Marx-Alee é uma das principais e mais classudas avenidas de Berlim, reconstruída pelos soviéticos no pós-guerra com inspiração nas largas avenidas Champs-Élysées.

      coroto_1

      É nela que a loja metade dinamarquesa e metade alemã Coroto vende decoração com jeitão de casa na praia. A proposta hippie-chic é levar uma inspiração mais tropical e boho pras casas da cidade.

      coroto_2

      Os decoradores buscam sempre peças latino-americanas, escandinavas e cerâmicas étnicas entre os períodos dos anos 50 e 80. Pra quem gosta do estilo, a ida à loja rende muita inspiração pra a sala de estar e pra a vida.

      coroto_3

      fotos: Coroto/Christoph Sagel

      Vale a pena ainda fazer uma paradinha no Sibylle, um café e museu preservado desde a década de 60. Nele você descobre toda a história de construção da Karl-Marx-Allee enquanto toma um sorvete de baunilha com café.

      Coroto – 10243, Karl-Marx-Allee – 134

      Cafe Sibylle -10243, Karl-Marx-Allee – 72

      01.05.15
    • um novo jardim pra gente

      bola_jardimreal

      Quem, como a gente, adora a tranquilidade de um café vai adorar conhecer essa novidade chamada Jardim Royal, que fica dentro do charmoso hotel Casa Amarelo, em Santa Teresa, perto do Largo do Curvelo. Sabe aquela paz de estar num terraço suspenso com muitas árvores? Ali a gente ainda ganha algo a mais com a vista pro centro da cidade e pra baía de Guanabara.

      jardim_royal1

      A cozinha é aberta ao ambiente, o que garante aquela espiadinha ;), e vem com a proposta de ter novidades do chef Lucas Batista a cada três meses. Por enquanto já dá pra saborear entradinhas como os bolinhos de ervilha com chutney de tomate (R$ 28) e pratos principais como o ragu de cordeiro (R$ 36) e o bacalhau basco (R$ 36). Vale chegar cedo pra aproveitar o local, porque são poucos lugares distribuídos em mesas de tom de azul turquesa e cheiro de jasmim manga no ar.

      jardimroyal2

      Pela história do chef Lucas Batista, a gente percebe como tudo ali é feito com carinho. Ele é formado em Filosofia e leva pra cozinha um repertório de memórias de infância, com referências de Paris e Nova York. Curioso que só, também lançou a marca “tôcomamacaca”, projeto paralelo, com pães sem glúten, geleias, chutneys, ghee e brownie sem glúten. Interessante!

      jardimroyal3

      A gente tá de olho pra aproveitar todas as novidades! 😉 Então anotaí o endereço e horário de funcionamento: Rua Joaquim Murtinho, 569, Santa Teresa. Tel.: 3549-9840. De quinta-feira a sábado, de 18h à meia-noite.

      15.01.15
    • café da fábrica

      bola_principal

      Novidade deliciosa na área: a Fazendo Doce, confeitaria artesanal das chefs Anna Paula Bokel e Marcella Morizot,acaba de ganhar um espaço especial: o Café da Fábrica, localizado na Bhering, meio aos ateliês e estúdios que se instalaram por lá.

      03

      O projeto foi feito em parceria com a designer Carina Bokel Becker e o arquiteto Hélio Pelegrino, que idealizaram um café diferente dos outros que a gente se vê por aí. O aspecto de galpão de fábrica com jeito minimalista é equilibrado pela iluminação intimista e surpresas nos detalhes. Adoramos o clima:

      quatro_iguais

      Entre as especialidades do cardápio, tudo o que a gente adora: tortas, bolos, petits fours, quiches, saladinhas, pão de queijo, iogurte com frutas, sanduíches e sorvete.

      02

      E em breve, vão rolar também eventos e atividades bacanas no café, como cursos de culinária, lançamentos de livros, jam sessions e bate papo.

      01

      Deu vontade, né? Bora conhecer? Funciona de segunda à sexta, das 11h às 17h.

      15.05.14
    • café sobre rodas

      bola_furgoneta

      Os amantes de café e, principalmente, das boas ideias que ele traz vão curtir essa: um pop-up café sobre rodas no Rio. A gente tá falando do La Furgoneta, projeto do barista carioca Luiz Oliveira, e de sua esposa dinamarquesa Maria Hirsch.

      furgoneta1

      A especialidade da casa, quer dizer, da kombi, são os cafés ao estilo italiano, mas não para por aí: ainda tem bolos 100% caseiros, sucos frescos, e sanduíches 100% integrais. E receitinhas mais naturebas, como shots de gengibre e bolos sem açúcar, também podem pintar por lá.

      furgoneta2

      A kombi-café dá as caras em eventos abertos e nas edições da Babilônia Feira Hype – quem já esbarrou com ela por lá? Mas se a pedida é tomar um cafezinho durante a semana, basta dar um pulo no POP – Polo de Pensamento Contemporâneo, no Jardim Botânico, onde o Café La Fourgoneta funciona normalmente num cantinho especial.

      furgoneta4

      E se não bastasse tanta criatividade e talento gourmet, a sustentabilidade ainda é uma preocupação do casal, por isso a vontade de servir tudo orgânico, do café ao leite. As embalagens são recicláveis e o pop-up café  é construido com materiais também recicláveis.

      furgoneta3

      Agora é só ficar de olho no instagram e na fanpage deles pra ver as delícias que saem do forno todo dia. 😉

      21.04.14
    • dulce de leche

      bola_dulce

      Hoje a gente senta pra tomar um cafezinho… num café delícia em Valência, na Espanha. Em uma esquina de um dos bairros mais descolados da cidade, Ruzafa, a Bruna Calasans, amiga do adoro, descobriu o café Boutique Dulce de Leche – com esse nome já tá ótimo, né?

      dulce_1

      Rola até fila de espera nos fins de semanas, porque o café tem vários quitutes e comidinhas delí, tudo bem fresquinho, feito com produtos orgânicos e ingredientes da melhor qualidade. Com opções sem glúten e sem lactose (o plumcake de cenoura é simplesmente imperdível…), tem para todos os gostos!

      dulce_2

      Porém, o top delícia e motivo de todas as cadeiras ocupadas é o maravilhoso menu brunch que acontece todo fim de semana das 10h às 15h. Ele sempre varia, mas é composto de um sanduíche salgado (foccacias, tortilhas, croissants recheados com as combinações mais perfeitas), iogurte com granola e mel, suco de laranja, café com leite ou chá verde ecológico e uma gostosura doce pra fechar com chave de ouro.

      dulce_3

      Além de todo o cuidado na produção das delícias, o café boutique se destaca pela delicadeza no design e no toque de cuidado em todo cantinho. Cada detalhe é pensado, da decoração super aconchegante à playlist animada e charmosa.

      dulce_4

      E pra quem curte o mundo das “Arts & Crafts”, maravilha: o local tá sempre cheio de pessoas criativas e talentosas. Já que, além de estar bem próximo das galerias e museus da cidade, o café é do mesmo dono da marca de produtos artesanais e típicos da Espanha, SIMPLE, sucesso por aqui.

      dulce_5

      Pra quem tiver por Valência, o Dulce de Leche Boutique fica na rua Pintor Gisbert de Ruzafa, e saltando na estação de metro Xativa (centro da cidade) é 10 minutinhos andando. Anotado?

      08.02.14
    • sustentabilidade na cabeça

      bola

      Ah, o chapéu panamá, esse símbolo da boemia que combina com qualquer dia de sol. E ele vem ganhando novas versões pelo mundo afora; nossa amiga de Berlim conta tudinho pra gente!

      inspiracao

      Passeando pela Herzblut, feira de designers independentes em Neukölln, ela conheceu os chapéus da Feine Hute, marca que reaproveita sacos de café, usando o material reciclado a favor de um bom design.

      2

      Do lado de dentro dos chapéus, o forro é produzido com estampas divertidas de vestidos e camisas compradas em brechós.

      3

      Além dos panamás, eles também têm boinas e bonés e uma coleção vintage inspirada em chapéus de diversas épocas.

      chapeu

      Pra quem é apaixonada pelo acessório e está programando alguma viagem pela capital alemã, vale a pena passar na loja deles, a Panama HutGalerie, que fica no Kreuzberg, o lugar mais descolado da cidade. Vem aqui dar uma olhada!

      4

      Que tal ainda aproveitar a visita pra se perder um pouquinho entre os bares e lojas de discos do bairro? Fica a dica! 🙂

      29.01.14