• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      Tag: barcelona

    • achados e perdidos em barcelona

      bola_barcelona

      Para quem quer conhecer a Cidade Velha, o bairro central de Barcelona, a melhor dica é: perder-se. As ruas estreitas e charmosas do lugar prometem muitas surpresas, e não é raro descobrir um restaurante ou uma loja únicos a cada passeio. Mas pra quem procura produtos vintage, descolados e feitos por artistas locais, o pote de ouro do final do arco-íris tem endereço certo: a Carrer d’Avinyó, ou Rua de Avignon.

      sozinha

      A Mariana Pasini conta pra gente em quais lojas ficar de olho quando passear por lá: as entusiastas da serigrafia vão pirar na 1er Acto, ou Primeiro Ato em tradução livre. Há camisetas e eco-bags com as ilustrações mais doidas a partir de 29 euros. O diferencial é que as bolsas têm alças mais resistentes, de couro artificial.

      barcelona1

      Quem curte estampas e clima retrô vai achar difícil escolher uma loja só. Um exemplo é a Wasabi. Os vestidinhos com cortes mais antigos e as bolsinhas tipo escolares vão fazer a cabeça de quem se inspira na nostalgia dos anos 1950 para compor seus looks. Os namorados ou amigos que acompanham o passeio podem ganhar aqui uma recompensa como as camisetas bem-humoradas da marca por cerca de 20 euros.

      barcelona2

      O clima retrô continua na Produit National Brut, um brechó que promete muitas descobertas divertidas. As estampas também dão o tom da La Veintinueve (ou “A Vinte e Nove”), onde os sapatos com flores de veludo têm um charme especial. Aqui também tem itens pra a decoração da casa, como cactos feitos de tecido.

      barcelona3

      A Urbana é para público mais chegado numa pegada “artsy”, com direito a quadros e xícaras com ilustrações bem “viajadas”. Imagina só, que tal um… brinco de cavalo do mar? Aqui tem! Pras mais românticas, há ainda estampas florais e saias de tule.

      barcelona4

      Mas se o que você quer é repaginar a casa, vá direto para a La Case de Cousin Paul, a Kopp ou a Arco-Iris. Na primeira loja, o cliente pode escolher as cores das bolinhas para cobrir as luzinhas de decoração para o quarto ou a sala – o desafio é decidir quais! Há também itens maiores para lustres e luminárias.

      barcelona5

      Já na Kopp, que fica no número 37 da rua, você vai encontrar os melhores mimos para a cozinha, como porta-copos e copinhos decorados, ou a sala, como miniaturas fofas de robôs de metal e penduricalhos mil. Na Arco-Íris, no número 39, quem dá as caras são artistas locais, principalmente com as esculturas de papel-marchê ou de metal.

      barcelona6

      E para você que ficou com aquela coceira na cabeça – onde foi que eu já vi esse nome antes? – aqui vai uma explicação. Avignon é o nome de uma cidade na França que já foi sede da Igreja Católica no século 14, numa época de conflitos entre o rei francês e Roma.

      Avinyó,_22

      Mas além disso, foram as prostitutas que circulavam por essa rua barcelonesa no começo do século passado que inspiraram o quadro “Les Demoiselles d’Avignon”, de ninguém menos que Pablo Picasso, um marco para o modernismo.

      História, arte e moda, quem não ama?

      07.07.14
    • comer, estudar e viajar

      bola_isa

      Outro dia a Iza, nossa modelo que tá sempre no e-FARM mostrando as novidadinhas, chegou de viagem da Europa contando todas as experiências maravilhosas que ela viveu. A gente não demorou a encomendar um bate-papo pra saber mais detalhes. Ó só:

      Por que escolheu ir pra Europa? 

      Fui pra Itália porque desde que tive meu primeiro contato com a cozinha italiana, na faculdade, me apaixonei e senti que precisava ir atrás da minha história. Minha família tem descendência italiana e minha vó quem me ensinou os primeiros passos na cozinha.

      isa8

      Como foi a viagem? E os cursos?

      Cheguei por Madrid: me encantei com a cidade, gente linda, educada, tudo limpo, organizado e muito cool. Depois fui pra Barcelona e de lá segui pra Itália, por Gênova, Turim, Asti e uma cidadezinha de mil habitantes que se chama Costigliole d’Asti onde fiz meu primeiro curso de especialização em massas e risotos na ICIF – Italian culinary institute for foreigners, a escola fica num castelo e é simplesmente incrível. Foram semanas de muito aprendizado e trabalho pois tínhamos 10 horas de aula todo dia. Uma imersão na cultura gastronômica, um sonho realizado!

      isa3

      Saindo de lá comecei meu tour pelo norte: fomos pra Padova uma cidade universitária, cheia de jovens, poucos carros na rua e muitas bikes. As praças sempre lotadas de gente no horário do happy hour que la é chamado de ‘aperitivi’. De la seguimos por algumas cidadezinhas como Modena (cidade do aceto balsâmico de Modena), Parma (do parmiggiano reggiano e presunto di Parma) e Bologna. Haja corrida todo dia pra manter a forma!

      isa1

      Finalmente chegamos à maravilhosa Veneza, que com toda sua magia nos encantou. Muito turística sim, mas também muito charmosa. O fato de não existirem carros deixa a cidade muito leve, pois tudo se faz a pé ou de barco. Um dos pontos altos da viagem foi visitar os museus, os palácios, aprender sobre a história da cidade, que era uma das potências Europeias, e visitar a Piazza San Marco que era a “sala” de Napoleão Bonaparte.

      isa2

      Depois de alguns dias em Veneza, passei por Rimini e San Marino. Rimini é cidade de praia, onde o russos praticamente dominam – uma amiga carioca me disse que a cidade lembrava o Rio. Na verdade é bem diferente, não menos linda, deu pra ver o mar e isso aliviou muito. O centrinho de Rimini foi uma surpresa muito bacana, fizemos um passeio de bike por ele, todo medieval, com monumentos bem antigos e a melhor sorveteria da viagem, se é que se pode eleger o melhor gelato na Itália…são tantas maravilhas.

      isa11

      Passamos em San Marino que depois do Vaticano é o menor país do mundo, fica a 40 minutos de Rimini. O local é tax free então atrai muita gente pelas compras. Eu fiquei bem mais atraída pelos castelos e construções medievais! Depois disso fui pra Milão, e ali fiquei 1 mês modelando e fazendo outros cursos. Fiz um curso de pizza e um de foccacia pois não poderia sair de lá sem saber o segredo daquelas maravilhosas pizzas… foi bem bacana!

      isa9

      Nos finais de semana aproveitava pra conhecer algumas cidadezinhas, entre elas Bergamo e Lago de Como local de veraneio onde as pessoas fazem passeios de barco e tem suas casas para descansar: todas muito lindas! Também dei uma escapadinha e fui pra Provence que era um sonho, e pra Cote d’azur, o sul da França é demais!

      isa10

      Florença é um sonho, a cidade respira arte, e é realmente um museu a céu aberto. Da Duomo aos museus, o Davi de Michelangelo, e as esculturas em frente ao Palazzo Vechio. Sem contar a herança dos Medici, e as histórias de Danthe Alighieri. As comidas da Toscana pra mim são as melhores pois a base é pão, azeite e vinho…não da pra ser ruim né? E lá também eles usam muito tomate e ervas frescas…eu amo!

      isa5

      Como acha que a experiência vai influenciar no futuro da sua carreira de modelo e também de chef?

      A carreira de modelo e chef ao meu ver são bem parecidas no quesito renovação: é sempre preciso aprender coisas novas. Como chef quero aproveitar ao máximo as técnicas que aprendi lá fora e aplicar aqui com produtos locais, pois o Brasil é muito rico e temos que valorizar o que é daqui.

      isa7

      Suas dicas imperdíveis:

      Em Madrid, ir no Museu Reina Sofia que é cheio de obras importantes entre elas a Guernica de Picasso, conhecer o mix de restaurante e bar Mercado de la Reina e provar o Salmorejo! Também tem as feiras/mercados La Latina e San Miguel, imperdíveis. Em Veneza, nos arredores do mercado de Rialto tem um bar de vinhos que se chama Al Mercá, eu adorei. Em Florença, o restaurante La Vecchia Betola, maravilhosamente toscano,cozinha simples. E também recomendo um gelato na gelateria Santa Trinita, o de pistache é um absurdo!

      isa4

      Na Itália toda tem um restaurante que se chama Rosso Pomodoro, a pizza de lá e muiiiito boa! Em Milão não deixe de dar um passeio por Navigli aos finais de semana e nos arredores de Brera também, gente bacana e jovem circulam por ali. De bike é ainda melhor! No sul da França conhecer uma cidadezinha que se chama Aix en Provence e também Cassis…me apaixonei!

      sozinha

      Delícia juntar turismo com estudo, né? Aproveita que as férias estão aí e faz as malas também…

      02.07.14
    • gastronomia ao pé da rambla

      bola_principal

      Nesse finde quem quisesse dar um passeio – literalmente – pelas criações de vários restaurantes de Barcelona tinha um destino certo, porque rolou a primeiríssima edição do Taste a la Rambla – Semana de Gastronomia de Barcelona, um festival gastronômico de rua cheio de sabores típicos.

      10443309_287577938087782_4337003424702916574_n

      Nem o sol escaldante dos três primeiros dias e nem a chuva do último impediram que a Rambla de Santa Mônica, no centro velho da cidade, fosse tomada por turistas e catalães pra provar deliciosos tapas – um formato típico de petisco do país, que geralmente acompanha a rodada de bebidas em bares. Tudo isso lá do ladinho da estátua de Cristóvão Colombo, um dos símbolos da cidade.

      Sem Título-1

      A gente foi e provou o Mojito Splash, do Bubó: um doce com os sabores do famoso drink, delícia! Os bolinhos de espinafre com passas e mel do Suquet de L’Almirall também foram aprovadíssimos! Ainda tinha várias opções com o famoso jamón ibérico, hambúrgueres, combinações de verduras e frutos do mar.

      10406558_286755354836707_4731589088222631692_n

      Não faltou cava – o “champanhe catalão” – pra quem quisesse tornar a experiência ainda mais chique — nem aulas e oficinas de culinária no Arts Santa Mónica, uma galeria de arte localizada bem ao lado do evento.

      Sem Título-3

      E quem quisesse só um cafezinho ou um doce como o “Hernán Cortés”, uma tortinha de chocolate e cacau da Tanzânia feita pelo restaurante Baixas, também encontrava por lá!

      DSC_6402

      O bar Cañete foi o vencedor do concurso de tapas, com uma criação que levava berinjela agridoce, tomate e anchovas… será que era bom mesmo? hihi

      la foto 52

      Dava para provar dos ingredientes mais chiques, como as trufas, até os mais simples e cotidianos, como tomate. E tudo pelo mesmo preço: 4,50 euros por tapa – mas se você quisesse comprar quatro, pagava 16 euros!

      Sem Título-2
      Deu água na boca né? Fica de olho no site e no Facebook oficial da feira pra saber quando será a próxima edição… Mas se você não aguentar esperar, dá para procurar os tapas nos restaurantes participantes, onde eles continuarão a ser servidos! 🙂

      18.06.14
    • recuerdos de barcelona

      bola_barcelona

      Pra quem tá antenado com as novidades internacionais, a gente traz uma dica direto da Espanha! Barcelona é cheia de comércios vintage de estilistas locais, e o mercadinho Demanoenmano é uma ótimo pra se jogar nesse mundo. A amiga do adoro Mariana Pasini foi conferir a edição de junho  no Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona e conta mais pra gente:

      barcelona1

      O evento é itinerante, rola todo mês, em geral nos fins de semana, e conta com vários brechós. Apesar do foco do mercado ser estimular a reciclagem e o colecionismo com produtos de segunda mão, como o nome indica, há itens de artesãos locais, principalmente bijuterias. Tudo isso com o som de DJs convidados ao fundo!

      barcelona2

      Dá pra achar loucurinhas tipo anéis feitos com peças de computador e bustiê com spikes, além de óculos vintage a pouco menos de 30 euros, sabonetes produzidos com alecrim e tiaras de flores fofíssimas, que são sempre uma febre em festivais de música.

      barcelona3

      Destaque também pros LPs, aparelhos eletrônicos antigos, bonecas e pelúcias – bate aquela saudade dos anos 80. Pro guarda-roupa, achados como jeans desbotados e camisetas estampadas.

      barcelona6

      Mesmo se você não encontrar nada por lá – o que é difícil – dá pra garantir a eco-bag oficial do Demanoenmano por apenas 2 euros e dizer que foi!

      barcelona4

      E como tem de tudo mesmo, a gente encontrou até dois expositores brasileiros! O Mateus, que vende óculos da Chroma, e a Wania, que veio para Barcelona pra estudar joalheria e está lançando sua própria linha em prata.

      barcelona5

      Pra saber mais sobre o mercado e ficar ligada na próxima edição, é só visitar o site oficial deles. 😉 E fica de olho que em breve teremos mais posts de Barcelona!

      11.06.14
    • como num filme…

      bola_filmes

      É, mais uma vez estamos chegando no fim de mais um ano! O tempo passa, o tempo voa, e parece que foi ontem que você fez a sua última viagem de férias… Mas com certeza você já viu aquele filme que te despertou um interesse pra fazer a tal viagem dos sonhos, né?

      filmes_11

      Inspiradas nos roteiros temáticos do blog Vontade de Viajar, nós aqui resolvemos te ajudar a lembrar de alguns filmes bem conhecidos, que mostram lugares incríveis, alguns um tanto clichês, mas que mesmo assim não deixam de ser pra lá de lindos e especiais.

      filmes_3

      Quem não lembra de Amélie Poulain trabalhando no famoso Cafè des Deux Moulins? E comprando frutas e legumes no mercadinho Maison Collignon, num dos mais charmosos bairros de Paris, Montmartre claro, onde se instalam os artistas!

      filmes_7

      Continuando na França, não poderíamos deixar de citar o lindo e clássico filme de Sofia Coppola, Maria Antonieta, que é todo filmado no incrível Château de Versailles, com seu jardim de tirar o fôlego!

      filmes_1

      Que vontade que deu de fazer como Marie Antoinette e se jogar nos macarrons e petit fours franceses, hein?

      filmes_6

      Outro filme que dá vontade de se teletransportar pra telinha é Vicky Cristina Barcelona. Nele, aparecem os lugares mais marcantes de BCN, cidade tão encantadora e energizante.

      filmes_10

      A Sagrada Família e a La Pedrera do Gaudí são os melhores cenários, sem falar no Parc d’Atraccions de Tibidabo, pra quem não sabe ou nunca foi é um parque de diversões mais afastado, com brinquedos da década de 20! Super lúdico, é lá onde Scarlett devora um algodão doce.

      filmes_4

      E já que nós brasileiros adoramos uma praia, vamos ao que interessa! O mais paradisíaco filme A Praia com Leonardo DiCaprio, fillmado em Ko Phi Phi, na Tailândia. Cenário mais desejado que esse não tem, não é mesmo?

      filmes_9

      E pra encerrar nosso roteiro, uma das belas praias na Costa Amalfitana, Positano, na Itália. O filme Sob o sol da Toscana, foi rodado lá.

      filmes_2

      É impossível se esquecer da cena em que a americana chega de moto nessa praia atrás de seu amado Marcello!

      filmes_8

      Deu sede de férias? Escolha o seu filme e destino preferidos ;)!

      24.11.13