• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • sotaque de maceió, por taynara pretto

      Meu sotaque é mistura. É rocha que se transformou com o vento. É um pouco de cada pessoa que me fez e de cada lugar onde vivi. É Sul, é Nordeste e já teve até pitada de Centro-Oeste. É “capaz” e também é “ôxe”.Tem gostinho de gróstoli e também de mungunzá. É uma combinação que eu, particularmente, adoro!

      Sou filha de catarinense com alagoano, nascida do amor pelo esporte e pelos encontros que ele proporciona. Nasci em Concórdia, no interior de Santa Catarina, e foi por lá que vivi até os 15 anos. Falei “piá” e “txó”, comi muita polenta com sopa de agnoline. Depois, passei um ano e meio em Campo Grande – MS e foi quando me dei conta do quanto é bom e necessário a gente mudar, por fora e por dentro. Ainda morei em Floripa, mas, apesar de amar aquela magia toda, nunca me senti muito parte da ilha. Vai entender…

       A verdade é que sempre desconfiei que minha alma era nordestina e, há quase oito anos, minha certeza disso só aumenta. Mudei pra Maceió e, foi no carinho do “ôxe” e do “marmenina” que eu me (re)conheci, aos 19 anos.

      É o “de hoje a quinze” (que eu demorei anos pra entender) e o “oitxo” (dizem que é herança dos espanhóis) que me fazem querer abraçar a moça que vende fruta e macaxeira (ou é aipim?) no meio da rua. É o calor de janeiro que me dá uma “bilôra” (uma das minhas expressões favoritas por aqui e que significa "mal-estar") e me faz ir correndo pra minha praia preferida. É o olhar pra dentro e entender um monte de coisa que eu nunca tinha entendido. Aqui, muita coisa faz sentido.

      Meu sotaque tem “baita” e “eita” na mesma frase. E, apesar de muita gente não identificar, o que importa é que eu sei direitinho de onde ele vem e como ele foi se formando. É resultado de muito amor pelo que eu fui e por quem eu sou (e onde estou) agora!

      texto e imagens por taynara pretto

      22.01.17