• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • Circularidade na FARM

      Você já ouviu falar em circularidade ou moda circular?

      A moda hoje é baseada em um modelo linear de produção. retirada -> produção -> descarte. Esse modelo gera muito desperdício no processo produtivo e é prejudicial ao meio ambiente. Já a circularidade elimina o conceito de desperdício e reutiliza e/ou recicla materiais para que eles voltem ao sistema. 

      Na FARM, nos últimos anos, estamos mudando a nossa forma de fazer moda em busca de incorporarmos a circularidade nas etapas da nossa cadeia de valor e assim impactar positivamente o meio ambiente. Queremos aproveitar o máximo dos recursos, reduzindo emissões de carbono, repondo o que temos extraído ao longo desses anos e transformando resíduos em novos recursos. 

      Conheça aqui algumas das nossas iniciativas de Circularidade:

      • re-FARM + re-Roupa

      roupa que vira roupa. em 2017, a FARM iniciou a parceria com o re-Roupa, projeto desenvolvido pela Gabi Mazepa, que desenvolve coleções especiais transformando nossos tecidos de sobras de produção de coleções antigas e peças com defeito e sobras de aviamento em novos desejos. 

      até hoje, nas 3 coleções criadas, conseguimos transformar quase 5.000m de tecido em 2.367 peças novas e únicas.

      • FARM + Insecta:

      A Insecta Shoes, é uma marca brasileira, vegana e ecológica de calçados, que vem conquistando os corações de todo mundo.

      Em 2018 a equipe da Insecta mergulhou no baú da FARM e, em 2019, nasceu a nossa linda coleção de calçados <3 A colab FARM + Insecta nos permitiu ressignificar, de maneira muito especial, peças de roupa FARM antigas, que estavam paradas em estoque, e resíduos de tecido da produção e transformá-los em sapatos ecológicos. O projeto permitiu o reaproveitamento de 164,3 m2 de tecidos e, além disso, o solado dos sapatos foram feitos utilizando borracha reciclada, excedente da indústria calçadista. Incrível, né? 

      • FARM + Oficina muda:

      Após o desenvolvimento de coleções existem algumas peças com problemas de qualidade ou pequenos defeitos e também outras que após todo o ciclo de venda não são vendidas e se tornam descarte. E o que a FARM faz sobre isso?

      Desde 2017, mais de 100 mil peças já foram encaminhadas para a Oficina Muda que faz consertos e ajustes e as revende, dando a elas uma nova chance vida. 

      Atualmente 100% dos nossos excedentes são revendidos à Oficina Muda para serem ressignificados.

      • Rede Asta (doação de resíduo têxtil)

      Há 12 anos a Rede Asta transforma restos de tecido em matéria prima. O negócio social faz com que artesãs sejam, também, empresárias. 

      Aqui na FARM doamos 100% do nosso resíduo têxtil gerado na ponta de corte para a Rede Asta. Com essa parceria, nossas sobras de tecidos viram lindos produtos pelas mãos de 160 artesãs de 41 grupos produtivos, no Rio de Janeiro. A estimativa é que cada quilo de tecido doado gere R$ 18,80 de renda pra elas. 100% das artesãs afirmaram que tiveram aumento de renda a partir das doações e, somente em 2019*, as doações geraram R$ 78.740,00 de renda para esses grupos. 

      Em dois anos doamos quase 25 toneladas (24.948,63 quilos) de resíduos. maravilhoso, né ?

      *relatório de impacto rede asta 2019 

      • FARM + Banco de tecidos e Nosso Tecido:

      Xô desperdício de matéria-prima! O Banco de Tecidos e o Nosso Tecido são nossos parceiros oficiais de revenda sobras de matéria prima FARM. 

      Mais de 30 mil m2 (33.513,15 m2) de sobras de rolos de tecidos FARM foram doados em 2018 e 2019. Sabe as bombers que amamos? Com essa quantidade de tecido é possível fazer mais de 17 mil* bombers em média. Através da venda dos tecidos contribuímos pra moda circular, permitindo que cada metro ganhe um novo significado.

      *considerando gasto médio da bomber FARM 1,5m de tecido/peça

      30.10.20