• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • massagem é bom e a gente gosta!

      bola_nath

      A gente é fã do Mais Asas que, além de já ter carimbado presença por aqui várias vezes, ainda nos faz conhecer uma porção de gente linda, como a Nath Tupinambá, massoterapeuta que deixou nosso dia mais leve na Casa Beludi (vem relembrar aqui) e que, de quebra, nos inspira a melhorar os hábitos diante das coisas pequenas – e mais importantes – da vida. Não é à toa que o oriente inspirou até o tema da nossa próxima coleção Aurora Oriental. Ai! ♥

      1

      A história da Nath como terapeuta começou com jeito de acaso, empacando no clássicou ‘o que fazer quando crescer’. E, claro, o destino deu um jeito de intervir no inesperado e mostrou que de acaso mesmo essa busca teve nada: “Sempre fui muito sensorial e a massagem se encontrou com isso, foi assim que eu a escolhi. De inicio, ainda estava tudo muito turvo, mas senti a necessidade de uma linha de doutrina que fosse mais completa, que fosse me nutrir de várias vertentes, de filosifia, teoria, arte… E então descobri a medicina tradicional chinesa e ayurvédica”, conta.

      5

      E aí, nessa dinâmica universal do infinito, os caminhos se abriram por si só. A Nath acredita que todo mundo tem o poder de cura e busca isso no dia-a-dia através dos nossos renascimentos diários: “Tento sempre me reinventar e, dentro da minha terapia, quebro muitos procolos. O shiatsu, que é o meu carro-chefe, é muito tradicional, que faz os profissionais seguirem uma linha de meridianos, mas opto pela reinvenção e acredito que essa seja a grande fusão entre o oriente e o ocidente, pois mistura a tradição, que é firme, com a inovação”.

      4

      Atualmente, a Nath é presidente da Associação Brasileira de Shiatsu e tem trabalhado numa nova vertente da prática, que é o shiatsu emocional, uma proposta de integração das psicoterapias.  Segundo a Nath, a fusão da psicoterapia com a terapia corporal é bacana porque aborda fala, libera uma catarse e procura usar a dialética das perguntas, sabe? Como intervenções psicoterapêuticas que vão além do corpo.

      3

      “Eu vejo os efeitos do shiatsu e das outras terapias pra além da sessão, do corpo. É pra vida. As coisas começam a fluir, a se encaixar, a visão fica mais clara….. E o individuo vai se encontrando no caminho dele porque a energia é inteligente por si só e o corpo da gente tem uma sabedoria inata. Através da massagem, o corpo – e a mente – voltam a pulsar, desconstruímos as estruturas musculares fixas…”

      opcao

      E se tem uma coisa que a gente aprendeu nesse bate-papo com a Nath é a importância de se repensar a prática como forma de manutenção da saúde, através da prevenção, e as terapias holísticas estão aí pra isso. Parece sonho, mas tá mais próximo do que a gente pensa! 🙂

      6

      “Meu maior sonho é estar no presente constantemente, planejando o futuro sobriamente. Se não, as coisas ficam longe e a gente não alcança. A minha ideia é vencer cada vez mais essa distância e realizar coisas mais paupáveis. Além disso, tem a minha busca pelo feminino curado, ser uma pessoa cada vez mais coerente na minha esfera e na minha personalidade, superar os traumas do passado, os medos e estar aberta pro que tiver de vir… Ah! e E quero muito ser mãe!” ♥

      A gente adorou o papo e suuuper indica um shiatsu com a Nath. É tipo de outro mundo hehe. Se quiser, fala com ela por aqui n.tupinamba7@gmail.com!

      15.09.15