• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • em movimento

      bola_jumartins

      A Ju é dessas que têm a vida que a gente queria. Tá sempre em movimento, seja fotografando uma surf trip,  filmando um programa de TV ou simplesmente viajando. Do tipo que sai por aí sem destino com uma ideia na cabeça e uma câmera na mão, sabe como?

      jumartins1

      Fotógrafa desde os 15 anos, quando ganhou a primeira câmera da mãe (uma canon EOS 500), começou clicando os amigos surfistas, assim, meio que ‘sem querer querendo’. Uma trip com a câmera aqui, outra acolá e pronto! Já sabia o que queria ser pro resto da vida.

      jumartins2

      A gente conseguiu fazer a moça dar uma pausa e contar um pouquinho sobre essa tal ‘vida dos sonhos’. Olha aí:

      Como começou essa história de unir a fotografia com suas viagens?

      O vício de registrar veio do lado da minha mãe que sempre tinha alguma máquina em mãos para eternizar momentos, fosse fotografando ou filmando. Meu pai, como bom italiano, ficava pirado com isso, mas posso dizer que o vício de viajar veio por ele. Uni os dois e transformei no meu – o útil ao agradável! hehe

      jumartins3

      E a fotografar surfe profissionalmente?

      Fui pra Indonésia clicar uma amiga, a surfista Marina Werneck, mas tinha combinado de passar uma temporada num barco nas ilhas Mentawai. Desses barcos que os surfistas alugam e ficam dias só dormindo e surfando, sabe? Depois do job com ela, fui pra lá encontrar um amigão, o Mike. O tal barco não tinha fotógrafo e eu acabei virando ‘a fotógrafa oficial’. Eram apenas 24 dias mas morei lá por quatro meses no primeiro ano (2010) e três meses no segundo (2011).

      jumartins4

      Como foi que virou videomaker?

      Meio que caí de paraquedas. Enquanto tava numa dessas viagens em Mentawai, uma amiga me indicou pra um programa no canal OFF com a surfista Claudinha Gonçalves. Acabei voltando de lá pra fazer o programa e sem nunca ter filmado nada profissionalmente, fiz na cara e na coragem com a minha máquina fotográfica mesmo.

      Deu certo…

      Pois é, o bom é que como já era fotógrafa, terminei fazendo a fotografia do programa. Aprendi bastante.

      jumartins5

      Viajou muito com eles?

      Muito. O conceito do programa era ‘lugares inusitados pra mulheres que surfam’, então agreguei os lugares que eu sempre quis conhecer a esse conceito. Fomos pra Nicarágua, Jamaica, Marrocos, Guatemala, Sri Lanka, Maldivas, Angola… Em duas temporadas.

      Fez outros programas? 

      Sim, um no Havaí sobre o surfista Marcelo Biju e outro de SUP feminino que ainda vai estrear.

      jumartins8

      Seu namorado, o Bernardo Sodré, também já participou de um programa no OFF. Vocês se conheceram por lá?

      O Bê é amor antigo, desses encontros que a vida dá de presente pra gente. Nos conhecemos na facul, ele é designer, além de fazer pranchas e ser meu superparceiro de viagens.

      Pois é, no seu instagram tem várias fotos de vocês acampando… Onde é?

      Eu e o Bê, tínhamos um sonho de ir até o Ushuaia. Já havíamos ido até o deserto do Atacama de carro em 2009. Em janeiro desse ano partimos rumo ao fim do mundo, acampando no teto do carro e explorando o máximo possível da natureza uruguaia e da Patagônia argentina. Foram 30 dias conhecendo pessoas e lugares incríveis. O mais legal é que conseguimos fazer um material lindo pra uma marca de moda (segredo) que em breve vai estar nas lojas.

      jumartins9

      Conta da sua exposição, a Mulheres em Movimento, que abre amanhã:

      Eu gosto de dizer que sou fotógrafa de movimento. Há uns meses, conversando com um amiga, tive esse estalo que tem tudo a ver com minha filosofia de vida. Nos cursos de fotografia, me apaixonei por duas técnicas: o panning e o zooming. Explorei alguns elementos que tem movimento como a areia, as gotas da água e o balanço do mar e das ondas. Fotografei no mar, onde tenho passado grande parte dos meus dias. Usei como modelos, quatro amigas (entre elas a Claudinha Gonçalves e a Marina Werneck) que me inspiraram nesse projeto.

      jumartins6

      E o que te inspira?

      Tanta coisa.. As formas femininas, o movimento das coisas, o mar, as cores fortes, um sorriso, a história das coisas e pessoas… O mundo me inspira!

      jumartins7

      Curtiu? Passa lá amanhã na Urban Arts, na Gávea, a partir das 19h, pra saber mais do trabalho da moça. Nos vemos lá!

       

      21.05.14