• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • bela, engraxada e da pixta

      “Andar de bicicleta fez mais pela emancipação da mulher do que qualquer outra coisa no mundo”, já dizia a feminista americana Susan Anthony, no final do século XIX.


       
      A magrela tem muita história pra contar e uma delas é ter se tornado símbolo de libertação feminino, pois assim que a mulherada da virada do século XX aprendeu a se equilibrar em duas rodas e saiu pedalando por ai, horizontes foram abertos pra além de sua vizinhança e assim foram conquistando cada vez mais espaço nesse mundão.

      E foi em um esbarrão de pneus, guidons e ideias que Michelle Chevrand, Mônica Bentes (Anouk Bags), Michelle Castilho (Ciclovias Invisíveis), Carolina Queiroz e Thais Lima (Ciclicas) colocaram todo esse Girl Power e graxa na mesa e criaram o Engraxadas: coletivo de mulheres ciclistas que promove a bicicleta como ferramenta de autonomia e empoderamento feminino.

      “Todas nós queríamos fazer uma atividade voltada exclusivamente pro público feminino. Nos colocaram em contato, sentamos, conversamos, criamos um primeiro evento com oficina de reparos mecânicos para mulheres e deu tão certo que oficializamos o Engraxadas”, contam.

      Do Match do primeiro encontro no Bike Rio Café na Lapa, as minas e as bicis já passaram pelo MAM, O Cluster e também pelo Bicicultura SP (maior encontro nacional de bicicletas de São Paulo ) sempre com a ideia de reunir ciclistas interessadas em ter mais autonomia no uso da bike como meio de transporte e também em compartilhar experiências do dia-a-dia. 

      Os encontros e bate-papos que são promovidos pelo grupo têm a função de dar voz à mulher na mobilidade, além de também oferecer oficinas. Uma delas é a de reparo das bikes – exclusiva pras mulheres, claro –  onde o foco é dar autonomia e independência pra elas e também a de customização, pois pro coletivo a personalização cria uma identificação e uma relação de carinho tanto da ciclista com sua própria bici, assim como faz com que terceiros tenham uma maior percepção das bikes no trânsito. Respeite, um carro a menos.

      No próximo mês o Engraxadas pedala pro V Fórum de Bicicletas de Manaus convidadas pelo Pedala Manaus, que vai aproveitar o momento de eleições municipais do país e levantar questões para melhorar as condições de quem usa a bicicleta, fomentando o debate e incluindo o tema na pauta do poder público. 

      A cada pedalada, uma revolução.  Ponto pra cidade, ponto pras minas! 😉

      29.07.16