• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

    • ai, baliamor!

      Shangri-la trouxe Bali pra mais perto da gente. E a Gabi Temer, do Juju na Trip, que é super viajandona pelo mundo, foi à Bali e abriu o coração pra gente: "é um dos lugares mais apaixonantes que eu já conheci. Não é o mais lindo do mundo, mas é o mais incrível". É claro que depois disso a gente quis saber mais, né? 

      Uma coisa é fato: nesse tempo, já trocamos com várias pessoas que tiveram vivências incríveis por lá, desde "Retiro de Silêncio", da Lu Agnese, a vivência como voluntária da Carol Bergier na "Green School". E é unânime que todo mundo sai de lá encantando com alguma coisa a mais, que nem sabemos explicar. Não se trata só de uma praia paradisíaca, ou de um hotel inesquecível. Bali é o conjunto da obra. Um lugar de onde se volta diferente. E esse é o ponto.


       
      As ruas têm cheiro de incenso, as pessoas vivem sorrindo, todo mundo é gentil, e tudo tem uma luz especial. Lá,. vale a máxima filosófica e religiosa hindu-budista do faça o bem e receba e o bem. E dessa forma, todos vão bem, e tudo flui: "essa benção generalizada e profunda foi o que mais me atraiu em Bali. Há rituais para tudo, e sempre relacionados com a bondade e à natureza. Bali é lugar mais espiritualizado que já conheci. Agora junte a isso tudo praias lindas, ondas perfeitas, visual de perder o fôlego e pronto: aí está um destino mágico", conta a Gabi. 

      A ilha é enorme, então o melhor jeito é alugar uma motinho pra se locomover. Kuta e Seminiak são lugares pra comer bem, ir a beach clubs, e coisas do gênero, mas vale se programar pra conhecer a Península Bukit, onde fica Uluwatu, Padang e Bingin, picos onde rolam as melhores ondas da ilha. Em Uluwatu, aproveite pra ir ao templo assistir à cerimônia e ver o pôr-do-sol. 

      Tire uns dias também pra conhecer Ubud e seus cenários de plantações de arroz. Lá também fica o melhor e mais barato mercado de artesanatos da ilha. E faça o trekking pro vulcão Mount Batur!

      Animou e tá caçando lugar pra ficar? A Gabi dá a dica: "em Kuta, ficamos no Home 36 Condotel.  E em Seminyak, ficamos no Kunti Villas (esse da vila, com uma piscina privativa só pra gente, e que foi incrível e super em conta. Pagamos US$150 pra três pessoas por dia por esse quarto). Pra outras opções de hotel em Seminyak veja aqui, e em Kuta veja aqui. E pra hoteis em Uluwatu, veja aqui e aqui". 

      Agora é só arrumar as malas, né?

      13.10.16