• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      categoria: re-farm

    • Cuidar das roupas é coisa nossa!


      Já parou para pensar que a atitude de cuidar as roupas que temos é um ato para uma vida mais consciente?

      Cada vez menos faz sentido essa corrente de consumo desenfreado, produção de lixo e desperdício de insumos, não é mesmo? Se você acompanha o que está rolando no mundo, sabe que estamos ligadas ao conceito de consumo consciente, nas novas formas de criar, produzir e SER!

      Pensando nisso nós e as nossas parceiras de conteúdo do Roupa Livre (estúdio criativo que propõe soluções pra esse mundo que já tem roupas demais) separamos algumas dicas simples pra te ajudar a cuidar mais das peças lindas que você tem. Nossa intenção aqui é te dar ferramentas para dar os primeiros passos nesse movimento de ter mais consciência sobre o que você usa.


      Procure usar a peça mais de uma vez antes de lavar

      Isso por si só já vai aumentar a durabilidade da peça e o impacto causado no uso! Para manter o frescor, borrife um desodorante natural a base de vinagre, álcool e óleos essenciais e deixe a peça pendurada. Assim você vai prolongar o tempo de uso da peça. Não se preocupe, o cheiro do vinagre some minutos depois de passar, quando evapora! 🙂

      Lave suas roupas com produtos que não agridam o meio-ambiente

      Lembre-se que você pode substituir o sabão e o amaciante por produtos feitos em casa, como ensina a Cristal Muniz no blog Um Ano Sem Lixo ou pela saponária, o sabão que cresce em árvore. Assim você não agride a natureza e limpa suas roupas com mais carinho e cuidado!

      Conheça suas peças

      Entendendo do que elas são feitas, fica mais fácil de saber como cuidar. Dê preferência para lavar fibras naturais, como algodão e linho, sempre à mão. Além disso, estas fibras quando tingidas podem perder a cor ou até mesmo manchar com peças que soltam pigmentação. Procure não deixar as peças de molho com outras. Se você estender as peças de viscose bem esticadas e deixar que sequem ao natural, vai perceber que não será necessário passar a peça. Mas se for o caso, sempre vire-a do avesso e deixe o ferro no modo delicado. A gente fez uma série com mais detalhes sobre como cuidar de cada tipo de peça no Insta – está nos nossos destaques!

      Gostou das dicas?

      Na dúvida, sempre leia e interprete os sinais das etiquetas de cada peça!

        


      09.11.18
    • Vem conhecer a Bubbles.lab!

      Lavanderia, bar, armário compartilhado. Um local, múltiplas atividades. Assim é a House of Bubbles, localizada num prédio no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O projeto faz parte da House of All, que contempla outros serviços já conhecidos, como a House of Food, House of Ink, House of Works e outros.

      Inspirada nas tradicionais lavanderias norteamericanas, o subsolo do prédio aproveitou pra abrasileirar o conceito. Enquanto suas roupas passam pelo processo de lavagem e secagem, você pode sentar no bar e beber uma cerveja ou um drink. Quem disse que essas tarefas domésticas precisam ser chatas?

      No andar de cima funciona a Bubbles.lab. Visando incentivar o consumo consciente e diminuir o índice de compras por impulso, o serviço – uma espécie de armário por assinatura – reúne roupas e acessórios diversos pra que seus assinantes façam um, digamos, test-drive, passando alguns dias com as peças para descobrir se gostariam mesmo de comprá-las nas lojas. São três as possibilidades. Pagando R$50, R$100 e R$150 por mês você consegue retirar respctivamente uma, três ou seis peças, e passar 10 dias com elas, combinando com o que já tem no seu guarda-roupa.

      São vários os estilos contemplados pelo projeto. Marcas completamente diferentes estão no acervo da “Netflix de roupas”, e em diversos tamanhos também. De pequenas lojas aproveitam o projeto para se apresentarem ao grande público à grandes grifes pra galera que gosta. Como a gente adora uma novidade bacana – principalmente se envolvem consumo consciente -, você também vai encontrar várias peças da FARM por lá pra montar seus looks.

       

      A Bubbles.lab esteve presente no nosso último encontro re-FARM, na FARM Harmonia apresentando seu serviço para a galera que foi ao evento. Foi apenas uma pequena amostra do que eles podem oferecer, já que o acervo ultrapaça as 1.200 peças!

      Ah, as roupas precisam ser devolvidas limpas, tá? Pra facilitar o rolê, que tal lavar ali no andar de baixo, enquanto bebe um drink e planeja quais serão os próximos itens a passarem uns dias na sua casa?

      31.10.18
    • Como foi o último encontro Re-FARM

      O último encontro Re-FARM que aconteceu na nossa loja da Harmonia, em São Paulo, foi muito especial. Isso porque foi o lançamento oficial de uma parceria muito incrível nossa com duas empresas muito muito legais: a Banco de Tecido e o Nosso Tecido.

      A partir de agora, você pode comprar nossos tecidos nesses dois lugares! Sim, tecidos da FARM de coleções antigas que não foram usados. Já são mais de 10 mil metros de tecido doados, catalogados e colocados à disposição da gente. É uma iniciativa bastante corajosa e muito necessária pra que se possa diminuir o desperdício da produção das roupas e colocar mais essa questão em debate, inclusive pra além daqui.


      Quem compra, recebe também etiquetas que identificam o tecido como oficial nosso. E todo mundo pode usá-las.  Convidamos a Cristal Muniz, do blog Um ano sem lixo, pra escrever esse post aqui. Ela conta sobre esse processo todo com afeto, vem ler!

      As sobras de rolo, como são chamadas na indústria têxtil, são os rolos de tecido que não foram utilizados até o fim. E isso acontece porque lá no conceito a coleção muda por conta das alterações de modelagem etc. Essa sobra muitas vezes não serve mais para ser utilizada no modelo de produção normal, e por isso acaba esquecida num cantinho. Mas essa sobra não é pequenininha, ela é gigante!

      Pra indústria fica muito difícil de usar, mas pra gente, que só queria coisinhas combinando com aquele tecido que a gente amou da coleção passada, é mais que possível. Lá no evento eu pude ver um pouquinho da quantidade de estampas e variedades de tecidos (moletom, jeans, viscose, rendas, metalizados) disponíveis, além de entender um pouco como funciona cada um desses parceiros, que eu conto pra vocês aqui:

       

      O Banco de Tecido



      Criado pela Lu Bueno, o Banco de Tecido é um espaço de troca e venda. Se você tem sobras de tecido em casa, seja porque costura ou porque um dia quis fazer uma peça que acabou nunca saindo do papel, pode leva-la até o Banco e ganhar crédito pra levar outro pra casa. Os tecidos são trocados e comprados por peso – e o preço é único! Você fica com 70% do peso do que levou em crédito se for correntista. Se você só quer um pedacinho de tecido pontual, não costura e não vai ter sobras pra levar, pode comprar com dinheiro – essa modernidade ainda funciona também, hihi. 🙂 Se você não é de São Paulo, pode mandar um whatsapp que eles conversam e mandam pra outras cidades também.

       

      A Nosso Tecido

      Diferente do Banco, a Nosso Tecido é um negócio online. Isso significa que os desafios são diferentes, um muito importante: o cliente precisa saber exatamente qual tipo de tecido é, já que não pode tocar e sentir. Por isso, eles contaram com uma rede de voluntários que desenrolou, mediu e avaliou todos os tecidos recebidos da FARM pra ter todas as infos certinhas no site.

      Depois do bate-papo com a Lu do Banco de Tecido, a Pamela do Nosso Tecido, a Taci da FARM, a Mari Pelli do Roupa Livre e o Ednelson Soares da Rede Asta contando um pouquinho como tudo funciona e quais os desafios dessa nova jornada, ainda rolou um workshop de caderninhos reaproveitando tecidos da FARM para fazer a capa.

      A Rede Asta, que já é um parceiro de muito tempo, é um negócio social que capacita artesãs como empreendedoras usando resíduos para criar produtos. Cerca de meia tonelada de resíduos de tecido é doada por mês pela FARM. Dessa vez, esses resíduos são menores, aquele resíduo da hora de cortar a modelagem da peça. Com eles são feitas almofadas, fuxicos, caderninhos, molduras, o que você pensar é possível.

      Sobra não é lixo. Eu, que trabalho diretamente com evitar o desperdício, vejo essas possibilidades de novos usos que a própria marca criou como sensacionais.

      Esse é só o começo, eu tenho certeza, de muitas ações legais que a FARM vai fazer pra, cada dia mais ter uma logística circular dos seus produtos. Como disse a Taci, a head de marketing da marca “uma marca também é o que as pessoas que trabalham nela são e as pessoas já estão diferentes”. É justamente pelos feedbacks dos clientes que as marcas podem aprender a fazer a mudança. Eu sou bastante otimista, não sei vocês! 🙂

       

      Cristal Muniz vive um estilo de vida lixo zero desde 2015, quando criou o blog Um Ano Sem Lixo. Hoje se dedica a divulgar a causa em reportagens, palestras e nos workshops que ministra por todo o país. Cristal também é autora do livro Uma Vida Sem Lixo (Editora Alaúde), lançado em julho desse ano, um guia prático para aprender a viver sem desperdício.

       

      11.10.18
    • Isso é re-FARM: iniciativas que a gente <3

      Você já sabe que o re-FARM é a nosso primeiro projeto com foco em sustentabilidade e reaproveitamento de matéria-prima, né? Juntas e juntos, a gente vai caminhando em direção ao reduzir, repensar, reutilizar e reciclar! Dentro desse projeto, duplamos com outras iniciativas importantes pro bem-estar do planeta como o Nosso Tecido e o Banco de Tecidos. Tá lindo de ver e fazer parte dessa transformação! 

      BANCO DE TECIDO

      O Banco de Tecido é um espaço onde tecidos de sobras de criação ganham a chance de serem usados em novas roupas e itens desenvolvendo uma cadeia de produção mais sustentável. Além de venda dos tecidos, o banco também funciona com o modelo de crédito no qual você deposita seu tecido antigo e pode tirar novos. Olha que demais!

      Por lá, eles oferecem uma solução criativa para quem está buscando se adequar à Política Nacional Brasileira de Resíduos Sólidos – é assunto sério, viu? Assim, o projeto é um sistema inclusivo e circular que transforma atores da cadeia têxtil em usuários ativos. Interconectados, todos eles impulsionam um ciclo sustentável, com reflexos sociais, econômicos e ambientais. Uma colaboração e tanto!

      Além de funcionar como uma loja, o Banco é também um local de encontro, onde as pessoas podem trocar conhecimento sobre tecidos e seus usos. É ou não é uma iniciativa pra apoiar? <3

      Por enquanto, são 3 unidades do espaço: São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. E a gente fica na torcida pra que essa ideia se espalhe pelo Brasil todo!

      FARM + Banco de Tecidos
      Xô disperdício de matéria-prima! Nos juntamos ao espaço doando rolos de tecidos que não seriam mais utilizados na nossa fábrica. Nessa primeira doação foram mais de 200kg de tecidos que vão ganhar vida nova pra muitas pessoas que criam com amor!

      NOSSO TECIDO 

      O Nosso Tecido é uma startup que tem o propósito sustentável de fazer a ponte entre a indústria têxtil e o consumidor final, que pode ser você aí que tá lendo 🙂 Através da venda dos tecidos adquiridos, eles contribuem pra moda circular permitindo que cada metro ganhe um novo significado.

      Colaborando com o e-commerce do projeto, profissionais, pequenos empreendedores, estudantes de moda, costureiras, oficinas e artesãos contribuem pro futuro da moda mais sustentável dando vida nova a toda essa matéria-prima que seria inutilizada. Demais, né?

      FARM + Nosso Tecido

      Duplamos com a galera do Nosso Tecido e doamos mais de 300 rolos de tecidos doados totalizando mais de 3000 metros de tecido que podem virar blusas, calças, objetos artesanais, brinquedos e tantas outras coisas que a imaginação permitir!

      Ah, esse sábado, o pessoal do Nosso Tecido preparou um evento de lançamento super bacana da chegada dos tecidos doados pela FARM por lá, pra galera sampa conhecer e escolher os cortes favoritos. Vem ver o evento e cola lá!

      Mulheres do Sul Global

      Essa é uma iniciativa que é amor e empoderamento do ínicio ao fim! O Mulheres do Sul, projeto da Emanuela Farias, promove a liberdade econômica de mulheres refugiadas através do ofício da costura, com o desenvolvimento de jornadas empreendedoras e redes de trabalho com valorização das identidades e conexões entre as diferentes culturas. E claro, não poderíamos deixar de colaborar com um projeto tão potente! Vamos contar já já sobre essa história toda 🙂

      Isso tudo é re-FARM e ainda vem muito mais por aí! A gente tá só no começo do caminho por um mundo mais colorido, colaborativo e sustentável! Aproveita e vem ver a nossa coleção re-FARM re-ROUPA 

      27.07.18
    • re-FARM re-ROUPA, coleção nova

      Tem coleção nova de re-FARM re-ROUPA no ar! Lembra que lançamos a parceria ano passado? Ela voltou com tudo com várias peças que ganharam vida nova a partir do upcycling, afinal, transformar é urgente. 

      Nos unimos à Gabi Mazepa, do Re-Roupa, pra criar novas peças FARM a partir dos nossos próprios resíduos de tecido: roupas com pequenos defeitos, retalhos de corte e sobras de matéria-prima e aviamento foram garimpados pra dar vida à coleção da parceria.

      Essa é uma das iniciativas do projeto re-FARM, nossos primeiros passos pra gente repensar, reduzir, reutilizar, reciclar. Juntos! 

      Nessa edição, nos unimos ao Instituto Alinha no desenvolvimento de cada peça: lenços, calças, camisas, bombers… Tudo com muita cor do jeito que a gente ama! 

      Você já parou para pensar quem fez suas roupas? Qual a condição de trabalho dessas pessoas? O Alinha é um negócio social focado na melhoria das condições de trabalho e de vida de costureiros e costureiras. Além de ajudar as oficinas de costura a se tornarem alinhadas com segurança, recursos, legalização… conectam confecções e estilistas interessados em contratar uma oficina garantindo preços e prazos justos. Tudo gratuito! Demais, né?

       

      As peças do re-FARM re-ROUPA são feitas à mão, uma a uma, com um mix original de estampas. Ou seja, cada peça é única. E nessa história boa já reaproveitamos mais de 2.000 metros de tecidos e centenas de peças juntos. Um orgulho e tanto de estar fazendo nossa parte pelo bem-estar do planeta 🙂

      Agora que você já tá por dentro de tudo, vem junto com a gente nessa! A coleção tá uma explosão de criatividade, cor, alegria e claro, respeito ao nosso meio-ambiente <3

      Vem ver a novidade no site e nas lojas selecionadas:
      FARM ipanema
      FARM centro II
      FARM rio sul
      FARM rio design barra
      FARM village mall
      FARM harmonia
      FARM higienópolis
      FARM villa lobos

      18.07.18
    • feirinha re-FARM, foi lindo!

      Esse fim de semana rolou a 3ª edição da nossa Feirinha re-FARM, um evento especial que faz parte do projeto re-FARM, pra gente seguir junto com iniciativas pelo reduzir, reutilizar, repensar e reciclar.

      Nesses 2 dias tivemos a presença de muita gente querida e parceiros com produtinhos super bacanas! Ah, ainda rolou achados de coleções passadas da FARM, Foxton e Fábula. Olha só tudo que teve por aqui:

      BEM-ESTAR

      Pra cuidar do corpo, mente e alma, estiveram por aqui a galera da Chá Dao, GLITRA, UNNA Beauty e Bhava – Biocosméticos. Várias opções de coisinhas pra cuidar de si e quem quem a gente ama <3

      FEITO À MÃO

      Sabe o artesanal que a gente ama? Teve uma coisa mais linda que a outra! Le Calheiros, Studio Lily, Alma Objetos Cerâmicos, mafuá, Rede ASTA e Mulheres do Sul Global trouxeram suas ideias e iniciativas que colaboram pra um mundo mais colorido, feito à mão e com o coração 🙂

      GASTRONOMIA

      As delícias ficaram por conta do Nordic Kombucha, Enoteca Volante, Cerveja Complexo do Alemão, Le Molho, tipi'óka, ASA açaí, Grão+Grão, ser veg culinária, Purifica e DetoxJá. Várias bebidinhas e comidinhas pra experimentar e levar pra casa. Difícil foi escolher o mais gostoso!

      NOSSA GALERA

      A galera que faz parte do time FARM também marcou presença com muita criatividade! Ladrilha, Carolê, studio camu, Folie Carnaval, meiota e os brigadeiros da Andressa encantaram todo mundo com produtinhos super fofos <3

      MÚSICA

      Claro que não podia faltar música, né? As meninas do Samba Que Elas Querem, a DJ Lili Prohmann e DJ Bieta fizeram todo mundo dançar e curtir o dia com muita animação!

      OFICINAS

      A gente ama customização e upcycling, por isso convidamos o João Incerti da nossa equipe de estilo-arte e as meninas do re-ROUPA pra facilitarem duas oficinas super bacanas que deram vida nova à peças antigas e resíduos que seriam descartados.

      E como a ideia é pensar cada vez mais no bem-estar do planeta, duplamos com o movimento lixo zero, o meu copo eco e os purificadores Europa pra fazer um evento ainda mais sustentável!

      Olha que bacana: o movimento lixo zero ficou responsável pela gestão dos resíduos da Feirinha. O resultado? 183kg de recicláveis encaminhados pras recicladoras e 14kg enviados pra compostagem (vão virar adubo!).

      Já os purificadores Europa distribuíram água fresquinha pra todo mundo! Ao final do evento a galera bebeu 2.400 litros de água que significa uma economia de  4.800 garrafas de 500ml ou  12.000 copos de 200ml. Demais, né?

      A gente amou ver todo mundo por lá! E se vc não conseguiu ir, a dica é ficar de olho nas nossas redes sociais pra acompanhar as novidades que vêm por aí 🙂
       

      09.05.18
    • feirinha re-FARM: as boas do bairro!

      Esse fim de semana acontece mais uma edição na nossa Feirinha RE-FARM <3 uma das iniciativas do projeto RE-FARM pra gente caminhar junto em direção ao reduzir, reutilizar, repensar e reciclar.

      São 2 dias super especiais com parceiros queridos pra gente fazer a energia circular! Ó que galera bacana que vai estar por aqui:

      gastronomia 
      Nordic Kombucha – Rio de Janeiro | Enoteca Volante | Cerveja Complexo do Alemão |
      Le Molho | tipi'óka | ASA açaí | Grão+Grão | ser veg culinária | Purifica | DetoxJá

      feito à mão
      le calheiros | Studio Lily | Alma Objetos Cerâmicos | mafuá | Rede ASTA | Mulheres do Sul Global

      bem-estar
      Chá Dao | GLITRA | UNNA Beauty | Bhava – Biocosméticos | 

      nossa galera
      Ladrilha | carolê | studio camu | Folie Carnaval | meiota | brigadeiros da andressa

      música
      sábado | dj Lili Prohmann
      domingo | dj Bieta :: Style :: Music :: Dance :: ProdSamba Que Elas Querem

      Ah, além disso teremos várias peças de coleções passadas da FARM, Foxton e Fábula por preços especiais!

      A dica é aproveitar o dia pra curtir as boas de São Cristóvão, nosso bairro do <3 e as redondezas:

      Feira de São Cristóvão
      O Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, mais conhecido como Feira de São Cristóvão, é um lugar super especial que celebra a cultura nordestina de várias formas: a literatura de cordel, o repente, a culinária típica, o forró e o povo. De noite, a animação é mais do que garantida, rolam vários karaokês pra galera ir reunida e relembrar as músicas da adolescência!

      CADEG
      O Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (estado da Guanabara! olha que lugar cheio de história) é um mercado que abastece diversos restaurantes, empórios e floriculturas do Rio. Usando os melhores ingredientes da cidade, os restaurantes do mercado foram descobertos há alguns anos por um público em busca de comida boa a preço justo. Ir até Benfica pra se deliciar com um belo bacalhau é um programa e tanto pro fds!

      Quinta da Boa Vista
      Antiga residência da Família Real, a Quinta hoje em dia é um lugar bacana pra fazer piqueniques, passear de bike e curtir um solzinho. Ah, por lá também fica o Museu Nacional, o mais importante museu de ciências do Brasil. Atualmente é ligado à UFRJ. A estrela do acervo é a ala de arqueologia, onde se encontram sarcófagos e múmias egípcias. Luzia, o fóssil humano mais antigo encontrado nas Américas, também está no museu. As salas dedicadas à etnologia mostram belos artefatos criados por povos das Américas, África e Pacífico Sul. Nas ciências naturais, o destaque vai para a ala de geologia, com sua impressionante coleção de meteoritos.

      Museu de Astronomia e Ciências Afins
      Grudadinha com a nossa fábrica,bem em frente está o Museu de Astronomia e Ciências Afins. Uma unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC que realiza pesquisas, preservação de acervos, divulgação e história da ciência e da tecnologia no Brasil. Esse fds rola Observação do Sol, Observação do Céu e outras coisas bem legais, vem ver a programação!

      Oba! Agora que você já tá por dentro das boas da vizinhança, é só organizar seu roteiro e aproveitar o dia 🙂
       

      04.05.18
    • re-FARM, re-ROUPA: transformar é urgente!

      Amanhã, em todas as lojas, a gente lança uma super novidade. É a coleção RE-FARM RE-ROUPA, em parceria com Re-Roupa. A ideia vem sendo desenhada há um tempo, da necessidade de reaproveitarmos nossos tecidos sem uso… Hoje, no Brasil, cerca de 170k toneladas de resíduos têxteis são descartados por ano e 85% desse material vai parar nos aterros sanitários, sem reaproveitamento! Esses dados são inquietantes, né? 

      Foi então que nos unimos à Gabi Mazepa, do Re-Roupa, pra criar novas peças FARM a partir dos nossos próprios resíduos de tecido: roupas com pequenos defeitos, retalhos de corte e sobras de materia-prima e aviamento foram garimpados pra dar vida à coleção re-FARM re-ROUPA que chega às lojas da Harmonia (SP) e de Ipanema (RIO) amanhã (6/12) e hoje à noite no e-FARM. 


       
      "Nós acreditamos que é possível estender o ciclo de vida dessas roupas já existentes usando processos criativos inovadores como ferramenta. Além da preocupação clara com o reaproveitamento, faz parte do conceito do projeto Re-Roupa valorizar a mão de obra local e capacitar costureiras para esse processo criativo chamado Upcycling", conta Gabi.
       
      Todas as peças da coleção foram produzidas no ateliê da Re-Roupa no Rio de Janeiro, em parceria com costureiras empreendedoras que trabalham de forma independente empoderando a mão de obra local. As peças são feitas à mão, uma a uma, dando vida a peças que compartilham modelagens similares, porém com combinações exclusivas de estampas antigas e novas da marca.
       
      "A parceria com o Re-Roupa é uma super novidade e um novo e grande passo dentro do re-FARM. Tudo porque a coleção faz parte de uma metodologia queressignifica a vida útil de materiais até então descartados, algo tão importante para caminharmos no sentido da redução dos nossos impactos ambientais negativos e aumento do nosso impacto social positivo. As palavras chaves desta virada são colaboração e consciência" – diz Taci Abreu, nossa head de marketing.  
       
      “Pra nós do Re-Roupa esse desafio é um dos que mais nos motiva: aplicar a nossa metodologia para dar novo destino para os materiais que estavam inutilizados em estoques de grandes empresas. Desta forma pretendemos promover transformação neste setor”, explica Gabi Mazepa, do Re-Roupa.
       
      O primeiro passado tá logo aqui, à frente. Vamos? 

      05.12.17
    • feirinha Re-FARM

      No último fim de semana de setembro rolou a nossa feirinha Re-FARM! Ela chegou com tudo pra dar os primeiros passos em direção ao reduzir, reutilizar, reciclar e repensar. 

      Foram dias super importantes pra gente apresentar nossa parceria lindona que faz a energia circular, o Re-FARM Re-Roupa – que chega já já nas nossas lojas!

      O Re-FARM começou com o coletivo de bodies feitos com sobra de matéria prima em dezembro do ano passado – que contamos aqui, em agosto desse ano foi a vez das bombers, com 20 modelos lindos feitos a partir do reaproveitamento tecidos inutilizados. Agora, juntinho com o Re-Roupa, selecionamos roupas antigas pra criar roupas novinhas! 1 peça antiga + 1 peça antiga + muita criatividade = 1 peça pra lá de linda! Demais, né?

      O Re-FARM é a nossa maneira de começar a concretizar uma vontade muito grande de reduzir nosso impacto ambiental e aumentar nosso impacto social. E o Re-Roupa propõe a criação de roupas novas a partir de matérias-primas que eram consideradas resíduo: fins de rolo de tecido, retalhos, roupas com pequenos defeitos, propondo ir na contra-mão do processo acelerado.
      Essa parceria tá só começando e a gente já ama demais! Batemos um papo com a Gabi Mazepa, criadora do Re-Roupa que também conta como essa dupla dá super certo:

      "A coleção Re-FARM Re-Roupa é uma das ações do projeto Re-FARM, que conta também com peças desenvolvidas pela própria FARM e outras pela Rede Asta. Mergulhamos no estoque de peças de coleções passadas ou itens com pequenos defeitos da FARM pra criar essa coleção e provar que as roupas podem ter uma vida mais longa. Foi lindo! Remixamos saias de 2013 com blusas de 2015, calças de 2010 com estampas de 2016 pra criar novidades em 2017…”, conta a Gabi Mazepa, criadora do Re-Roupa!

      Colaboradores da FARM e convidados queridos vieram conhecer as roupas criadas pela parceria, além de curtir um som delícia com a nossa banda flor de sal, o Grupo A Infinita Cadência, Diogo Jobim e DJ Filipe raposo. Ah, e claro, experimentar produtinhos da galera da FARM e de diversas marcas e parceiros que colaboram pro bem-estar do nosso planeta! 

      Ah, pedimos a todos que trouxessem 1 kilo de alimento! Doamos esse arrecadação pra ONG Recriando Raízes. A instituição atua em Costa Barros, zona norte do Rio, apoiando 120 crianças que participam do projeto no contra turno da escola. Lá, recebem reforço escolar com atividades digitais e lúdicas, música, informática, artesanato, reciclagem e quinzenalmente participam de atividades culturais externas (circo, museus, teatro, visitas, etc). E, sempre que possível, a ONG oferece café da manhã, almoço e lanche. Assim, os alimentos foram super bem-vindos! 

      Agora, vem conhecer nossos parceiros!

      Cicero
      A marca produz cadernos artesanais mergulhando no universo artístico que a gente ama!
      É só dar uma olhada no instagram da marca que você se apaixona fácil!
       
      Copo Capim Selo Verde
      Os copos ecológicos da nossa feirinha foram do capim selo verde, nada de jogar copinho de plástico à toa no lixo, né?
       
      Dantes editora
      É uma nave editorial que abre caminhos entre sonhos e leitores. Os projetos da Dantes geram livros, exposições, encontros, aulas, roupas, jardins e muito mais. Vale dar o confere!

      Ibeji Limpeza Consciente
      É uma linha de produtos de limpeza naturais e biodegradáveis produzidos artesanalmente e livre de contaminantes. Seguro para crianças, pets e alérgicos. É amor à ao meio ambiente!
       
      Lola Cosmetics
      Sim! Tivemos a visita da Lola. Marca vegana e cruelty free de produtinhos mara pros mais diversos tipos de cabelo. Amamos!

      Soma ayurveda
      Os produtos Soma Ayurveda são formulados com produtos 100% naturais, a partir do uso de ervas, óleos vegetais e óleos essenciais. É pra relaxar e amar!
       
      Carol Cronemberger
      A Carol produz cosméticos sustentáveis a partir do consumo consciente e natural! Ah, ela também ensina a criar os produtinhos! Não é um amor?
       
      Amí Sucos
      É suco da fruta e só – tudo isso! A Amí usa a prensagem a frio, todo o sumo das frutas e vegetais é extraído, garantindo 5 vezes mais nutrientes que  sucos feitos em centrífugas e liquidificadores. E a gente garante que é uma delícia!
       
      Amma Chocolates
      A Amma produz chocolates orgânicos cuidando de pessoas e do meio em que elas vivem. O objetivo é mais do que oferece um chocolate delicioso, preservam e reflorestam a Mata Atlântica do Sul da Bahia, promovendo a recuperação socioeconômica da região por meio do cacau. Demais, né?
       
      BemSão Doces
      A BemSão fabrica doces artesanais sem refinados e industrizalizados. Ainda produzem opções sem glúten e sem lactose, doces lowcarb e doces veganos! Uma delícia!
       
      Hoba Sorvetes
      São os queridinhos sorvetes veganos orgânicos sem glúten e com muito sabor!
       
      O Batidão
      Batida é bom e a gente ama! O batidão já figurinha conhecida nos nossos eventos. Eles fazem batidas maravilhosas com amendoim, coco, abacaxi e outros sabores!

      Cachaça Leblon
      É uma cachaça fina de alambique produzida artesanalmente em Patos de Minas-MG. Ô trem bão, sô!
       
      Cerveja Praya
       Claro, ela não podia faltar! Nossa sereia, com rótulo e sabor especial da FARM esteve presente florindo o evento e dando o sabor que só a Praya tem!
       
      Restaurante Puro
      No bairro do Jardim Botânico e sob o olhar do Cristo Redentor. É ali que se encontra o Puro, restaurante brasileiro contemporâneo, com receitas elaboradas e deliciosas. E eles vieram dar uma palinha do quão maravilhoso é o cardápio!
       
      tipi’oka
      Doce ou salgada, a tapioca é tão importante que já é considerada Patrimônio Imaterial e Cultural da cidade de Olinda (PE), sabia? E a tipo’oka representa como ninguém os sabores mais que especiais dessa iguaria!
       
      Ah, nossa banda flor de sal tá nas 10 finalistas da categoria “new talent” do DMX Brasil o maior evento de música digital do mundo! A final acontece em SP nos dias 6, 7 e 8 de novembro! E quem escolhe é você! Bora trazer mais esse brilho pra FARM?  Vota lá na nossa flor www.dmx.art.br
       
      Votou? Aproveita e ouve aqui o novo single PIPA pra abraçar a primavera! 

       

      11.10.17