• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      categoria: de tudo um pouco

    • Juntos pela Amazônia

      Entre os dias 5 e 12 de setembro a FARM convidou todo mundo da participar da Semana da Amazônia. Todas as nossas lojas, Brasil adentro e afora, além do site, estiveram junto com o nosso parceiro IDESAM – Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, pra ajudar a reflorestar o Apuí, um dos municípios que mais sofre com queimadas no Brasil.

      A cada compra feita doamos R$10 pro IDESAM atuar em 4 diferentes frentes estratégicas e urgentes no reflorestamento:

      1. Criação de Inteligência Estratégica sobre o desmatamento e queimadas em Apuí;

      2. Construção de um plano emergencial de prevenção e combate a incêndios florestais. O período de estiagem (seca) segue até novembro e estima-se ainda um aumento das queimadas;

      3. Articulação de iniciativas para o apoio ao combate ao fogo e queimadas existentes;

      4. Criação de uma agenda positiva para restauração dos ecossistemas através da restauração florestal em áreas estratégicas com o plantio de sistemas agroflorestais e sistemas silvipastoris mostrando que é possível conciliar a produção agropecuária e florestal com a conservação de florestas nativas.

      E olha que demais, nessa semana inteira de dedicação à ação conseguimos arrecadar 26.000 compras! Um total de R$260.000 doados para a causa. ♥

      Ou seja, após 10.000 árvores plantadas no programa do Clube FARM + Green Friday do ano passado, 5.000 árvores na Amazônia com o IDESAM e mais de 5.000 na Mata Atlântica junto com a Fundação SOS Mata Atlântica , a FARM junto com você, irá ajudar a reverter a situação das queimadas no Apuí e colaborar ainda mais pro bem-estar do nosso planeta 😉

      Agradecemos a todas e todos que apoiaram a causa e estão junto com a gente nessa! E claro, não vamos parar por aqui. Fica ligada nas nossas redes sociais, a nossa green friday tá chegando e vamos nos juntar. ♥

      01.11.19
    • Um cantinho pra chamar de seu

      Morar sozinha, ter o seu próprio cantinho arrumado e decorado do jeito que quiser, é um sonho para muita gente, né? Mas e quando a gente finalmente chega lá e não sabe nem por onde começar a organizar tudo, escolher a decor perfeita, ter tempo pra cozinha uma comida boa.. Pra dar aquele empurrãozinho esperto nessa hora tão importante, a gente selecionou 5 dicas que fazem toda a diferença 😉

      Simplifique a vida

      Primeiro de tudo: muita calma nessa hora! Se dê o seu próprio tempo entre mudança, organização, finanças e vida social. E a melhor maneira de equilibrar isso tudo é simplificar.

      Faça uma lista das suas prioridades diárias e junto com ela, uma lista do que é preciso fazer na casa nova. Assim, fica mais fácil saber o que é necessidade e o que pode ficar pra depois. Que tal chamar uma amiga pra ajudar a fazer isso?

      Organização é tudo!

      Seguindo essa ideia de simplificar a sua vida, nada como apostar num dia a dia mais organizado. E pra não cair no desespero, comece fazendo a cópia das chaves de casa!

      Sim, é sempre possível esquecer as chaves de casa no trabalho, na faculdade, na casa dos migxs ou, convenhamos, qualquer lugar. Se você deixar uma cópia das principais chaves da sua casa com alguém de confiança que more por perto, ninguém precisa se desesperar. Nem o chaveiro 🙂

      Pra complementar a vibe das listas, a dica é anotar as regrinhas da casa:

      – Com que frequência vou limpar a casa? Em que dias? Serei eu mesmo ou uma diarista?
      – As louças serão lavadas na hora? Ao final do dia? No começo do dia? Até encher a lava louças?
      – De quanto em quanto tempo vou trocar a toalha do banheiro, a roupa de cama, os panos de chão?

      Bora pra cozinha!

      Tudo bem que você pode não ser a melhor chef do mundo, mas saiba fazer o básico para se alimentar no dia a dia de forma saudável, sem se jogar nos congelados e industrializados. Na internet você pode encontrar várias receitinhas deliciosas pra experimentar!

      É possível sim comer comida de verdade sem gastar muito tempo.

      Compre alimentos naturalmente práticos: castanhas, amêndoas, pistache, banana, maçã, pêra, uva… a natureza já produz alguns alimentos que são práticos apenas para pegar e comer, sem sujar um prato sequer.

      Cozinhe com antecipação: se você é daquelas pessoas que não têm tempo para nada, cozinhe sua comida em quantidades maiores e guarde-a em porções em potes.

      Olá, vizinhos 🙂

      E a dica de ouro é: conheça a vizinhança. Isso vale pros seus vizinhos do prédio, vila, rua e até pros estabelecimentos que tem no bairro.

      É sempre bom saber onde tem farmácia, mercado, padaria, mercearia e o que mais de interessante estiver pelas redondezas. Assim fica mais fácil saber onde ir ou para onde ligar quando precisar de algo, né?

      Deixe a casa com seu jeito

      E claro, uma das vantagens mais especiais de morar sozinha é deixar o seu cantinho do jeito que você sempre sonhou. Mas a gente sabe que no começo o orçamento é curto, por isso, a dica é ir escolhendo aos poucos os itens de decor.

      A gente lançou essa semana uma novidade pra lá de especial pra quem tá nesse novo momento de mudança: a coleção FARM ♥ Tok&Stok. São duas linhas de decoração que misturam a alegria das nossas cores e estampas junto com o design favorito por todo o Brasil da Tok&Stok.

      E ó, tem de tudo! Almofadas, copos, louças, tapetes, rede, poltronas, jogo americano e muuuito mais. Dá uma olhada pra escolher os seus favoritos e deixar o seu cantinho com um jeito todo seu ♥

      Curtiu as dicas? Agora é só dar o primeiro passo e se jogar nessa nova fase da vida tão gostosa!

      22.10.19
    • Cuidar da natureza é coisa nossa!

      Essa semana acompanhamos a Cúpula do Clima, evento organizado pela ONU, em Nova York, para debater as ações de países do mundo todo para conter o aquecimento global. Entre assuntos urgentes e muito sérios, um dos maiores destaques foi a presença incrível de jovens de diversas nacionalidades empenhados na luta e na cobrança pelas mudanças nas atitudes e iniciativas de líderes mundiais.

      Entre essa garotada que vem chegando com muitas ideias e coragem de sobra pra fazer a mudança que querem ver no mundo, a ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos (!), alertou sobre a força e empenho da juventude na preservação do planeta Terra. “Aqui e agora, que nós colocamos um limite. O mundo está despertando. E a mudança está chegando, quer vocês queiram ou não.”, afirmou Greta no discurso de abertura do evento.

      E qual o nosso papel nesse despertar coletivo? A gente tem orgulho em dizer que estamos juntos com Greta e toda a galera que vem agindo no dia a dia pela preservação da natureza e a consciência ambiental que irá garantir um futuro possível para a vida no planeta. Por isso, a gente bateu um papo com o Pedro Horta, responsável pelo nosso comitê de sustentabilidade, que vem se formando aos poucos através das iniciativas que a FARM vem propondo de dentro pra fora.

      – Pedro, conta pra gente, como você vê essa mudança tão importante da indústria da moda por repensar o papel dela no cuidado com o meio ambiente e com as pessoas?

      “Essa mudança é fundamental, pois a moda precisa acompanhar os demais setores da nossa economia que já estão repensando os seus processos produtivos a fim de reduzir impactos ambientais e garantir o respeito aos direitos humanos e trabalhistas. Durante muito tempo a moda se manteve fora do foco desse movimento por não ser diretamente relacionada aos seus impactos, e nesse período, poucas marcas se propuseram a fazer alguma coisa à respeito. Mas, com o fast fashion, o desabamento do Rana Plaza e o avanço em pesquisas de impacto que levantaram novos riscos para a sociedade, como os plásticos nos oceanos, por exemplo, a indústria da moda entrou no foco da questão e as marcas precisam dar uma resposta a altura, com ações de monitoramento e controle de seus impactos e projetos efetivos de compensação e geração de impactos positivos.”

      E um dos nossos orgulho é fazer parte do A Moda pela Água, movimento idealizado por um parceiro antigo nosso, o Ecoera e, que reúne marcas, produtores da indústria têxtil, ONGs e consumidores não somente para repensar o uso da água na cadeia fashion, mas agir verdadeiramente com responsabilidade a esse recurso natural tão importante pra vida de todos.

      Através do movimento temos orgulho em ser uma marca Guardiã da Água, grupo que reúne as marcas que realmente estão dispostas a fazer parte da mudança e abriram as agendas para discutir de forma compartilhada o uso responsável da pelo recurso hídrico, na moda.

      E qual a importância para a FARM estar presente nessa iniciativa? Diz aí, Pedro…

      “Nós estamos em um dos únicos países do mundo que tem a cadeia inteira da moda, desde a produção do algodão até o consumidor final e também um dos países com a maior quantidade de água doce superficial do planeta. Ainda assim, passamos por uma crise hídrica no sudeste, região mais populosa e industrializada do país, há 5 anos atrás. Então, precisamos repensar o uso da água na nossa cadeia e o que podemos fazer para reduzir a pressão sobre os nossos recursos hídricos tão valiosos.

      O Movimento da Moda Pela Água deve ser o primeiro movimento interempresarial da moda que reúne empresas de todos os níveis da cadeia de valor para discutir uma questão ambiental e estar lá é importante para aprendermos cada vez mais sobre o assunto e os impactos da nossa cadeia neste recurso, e garantir que dali saiam propostas efetivas de impacto positivo.”

      Outro ponto super importante é o destino que damos aos tecidos excedentes da nossa produção. Desde 2017 começamos a repensar o que poderíamos fazer com as sobras de tecidos de coleções passadas e agora já são vários projetos incríveis que a gente tem a alegria em colaborar!

      Um deles é o Mulheres do Sul Global. Já contamos aqui sobre essa iniciativa que valoriza o trabalho de mulheres refugiadas através da costura e o resultado após um ano de parceria é um orgulho e tanto.

      O impacto social das nossas doações têxteis, entre 2018 e 2019, inclui a produção de mais de 6.500 peças e uma renda de mais de R$50.000 para o grupo de costureiras. Além disso, o impacto ambiental também foi super importante: foram 246kg de tecidos utilizados na confecção dos produtos o que significa um reaproveitamento de 82% das nossas doações. Demais, né?

      Além do Mulheres do Sul Global, outro projeto social que destinamos tecidos para ganhar uma vida nova é a Rede Asta, que há mais de 12 anos transforma artesãs em empresárias e resíduos em produtos, além da conexão entre os produtores e produtoras do feito a mão e o mercado consumidor.

      Através do reaproveitamento de tecidos da FARM, foram beneficiados grupos de artesãs de vários do lugares do Rio: Campo Grande, Nova Iguaçu, Rio Bonito, Niterói, Morro dos Macacos, Silva Jardim, Parada de Lucas, São João de Meriti, São Gonçalo, Morro do Alemão, Duque de Caxias, Manguinhos e outros mais.

      Ao todo foram 42 grupos beneficiados compostos por mais de 215 artesãs, aumentando em até 30% a renda dessas mulheres, através de produtos feitos à mão, por elas, como bolsas, almofadas, cadernos, tapetes, toalhas de mesa e vários outros objetos. Um resultado que nos traz uma alegria enorme ♥.

      Ah, e aqui dentro as mudanças conscientes pelo meio ambiente seguem a todo vapor!

      Junto com o Pedro e galera que vem desenvolvendo o nosso comitê de sustentabilidade instalamos no nosso escritório, em São Cristóvão, uma composteira de resíduos orgânicos, para reduzir o nosso descarte em aterros, emissões de carbono do transporte desse resíduo e de todo impacto dos adubos comprados para jardinagem, além, do custo de todas essas operações. Com essa novidade, compostamos no nosso jardim nosso resíduo orgânico e aproveitamos o adubo gerado no próprio jardim!

      Esses são os nossos primeiros passos no caminho pela sustentabilidade e pela colaboração na conscientização de todos e cada um pelo futuro do nosso planeta. E você, como tem feito a sua parte?

      25.09.19
    • O futuro a gente faz agora

      Viver em uma cidade grande, muitas vezes longe da natureza, pode dar um sensação que é difícil ajudar o meio ambiente e até ter um estilo de vida mais sustentável. E se você tá nessa dúvida por onde começar pra reduzir os seus próprios impactos no nosso planeta, a notícia é que é possível e mais simples do que a gente imagina!

      Ressignificar nossas atitudes em respeito às causa socioambientais é mais do que necessário. É urgente! E como o futuro a gente faz com as ações do presente, selecionamos várias dicas pra você começar ai, de onde estiver, a fazer parte da mudança consciente que precisamos ver no mundo.

      Menos carne, mais floresta

      Você sabia que a pecuária é uma das principais atividades responsáveis pelo desmatamento das matas brasileiras? Por sermos educados desde pequenos a consumir carne vermelha, talvez seja difícil tirar do seu dia a dia. Mas que tal começar aos poucos, um dia por vez?

      O Segunda Sem Carne é uma iniciativa super bacana que mostra como é possível a gente diminuir o nosso consumo de proteína animal, trocando por proteína vegetal, pelo menos 1 vez por semana. E claro, você pode se desafiar a diminuir esse consumo conforme for descobrindo maneiras deliciosas de fazer essa troca tão importante!

      Hora de repensar nosso lixo

      O nosso consumo desenfreado produz uma quantidade de lixo insustentável ao planeta. E quando falamos no consumos de plástico essa situação é ainda mais alarmante. Segundo as Nações Unidas, se isso não for solucionado, teremos mais plástico do que peixes nos oceanos até 2050. Precisamos mudar isso, certo?

      A dica é substituir aquele copinho plástico e canudo por uma caneca, um copo durável e o que mais sua criatividade permitir a reduzir o descarte desnecessário de plásticos no lixo.

      Uma ideia é ter o copo de silicone do Menos 1 Lixo, iniciativa criada em 2015 pela Fe Cortez pra gente agir por um mundo mais sustentável. Prático e todo fofo, dá pra levar ele na bolsa e carregar por onde for. É só escolher o que mais combina com você 🙂

      Outra alternativa são os canudos ecológicos como os nossos, que você encontra nas lojas FARM e pra quem prefere comprar pela internet, tem os da Mentah. O primeiro modelo da marca, e um dos favoritos, é feito em vidro, livre de BPA, termoresistente, durável e lavável. Ele ainda vem acompanhado por um escovinha pra deixar ele sempre limpinho! E claro, vale conhecer os outros canudos e escolher o seu preferido.

      Cada descarte no seu lugar

      Aquela ideia de que lugar de lixo é no lixo ganhou um up com a nova consciência ambiental. Descartar tudo que consideramos lixo em um lugar infelizmente não ajuda a mudar a nossa situação atual de materiais descartados que estão prejudicando a natureza. Por isso, é super importante sabermos o destino certo de cada item.

      A dica é conferir o portal do eCycle, que além de produzir conteúdos educativos muito interessantes sobre sustentabilidade e respeito ao mesmo ambiente, dão infos de onde descartar os mais diferentes tipo de materiais pelo Brasil todo. E se não rola um destino específico, o eCycle dá alternativas ao uso desse item específico. Demais, né?

      Ah, e pra repensar o que a gente considera como lixo e até ressignificar esse pensamento, reutilizando materiais e objetos por mais tempo e de forma criativa, vale acompanhar as dicas da Cristal Muniz, no Uma Vida sem Lixo.

      A Cristal dá diversas e impensáveis sugestões de como a gente pode reutilizar coisas, ter práticas mais sustentáveis e fazer trocas no nosso dia a dia pelo futuro do nosso planeta.

      Por uma moda mais sustentável

      E claro, a gente não poderia ficar de fora dessa mudança de pensamento e atitude. Por isso, pra reduzir o consumo das sacolas de papel em nossas lojas, criamos a Sacola Reutilizável, que já são um xodó por todos as cidades!

      São 3 modelos super fofos com estampas coloridas e alegres, do jeito que a gente ama. É pra usar na praia, na aula, no mercado, nas compras, todo dia. Afinal dá pra ser do bem e continuar na moda! 🙂

      Curtiu as dicas? Agora é só começar a praticar pra gente fazer hoje, um futuro como o nosso planeta merece e precisa! <3

      26.08.19
    • Dia da Infância

      24 de agosto é a data que a Unicef escolheu para promover o dia da infância,uma data para lembrar que todas as crianças têm direito a uma vida plena de acolhimento, saúde e alegria. A Fábula acredita que apoiar e valorizar a infância é a base para a construção de um mundo mais justo e mais bonito. Em homenagem à infância, a fábula vai colorir o céu da orla do rio com um aviãozinho que vai levar pelos ares um dos nossos motes favoritos: brincar é urgente.

      Texto feito com amor pela artista Nina Becker. 

      24.08.19
    • Amor à natureza é floresta em pé!

      Em 21 de setembro do ano passado a gente lançou o clube FARM, o nosso programa de reflorestamento e fidelidade, onde você, que é farmete de carteirinha, ajuda a reflorestar a Floresta Amazônica e a Mata Atlântica por R$10 reais mensais, e ainda garante exclusividades como acesso ao preview de coleções, descontos e experiências super bacanas. Falta pouco menos de 1 mês para completarmos um ano de clube, lançado no dia da Árvore. Mas, será que temos motivos pra festejar ou para relembrar mais uma vez a importância de agir – agora! – pelo futuro do meio ambiente que nos cerca e faz parte do no nosso dia a dia?

      O planeta está a cada dia dando mais sinais que o nosso consumo e todas as nossas ações não estão só interferindo no meio ambiente, mas prejudicando toda as vidas que dependem da natureza pra viver. Inclusive a nossa, seres humanos.

      Essa semana, o céu da maior metrópole do país escureceu como nunca antes visto. Não por apenas uma frente fria ou qualquer outro fenômeno natural, mas por ações destrutivas feitas por pessoas. São Paulo escureceu e o Brasil – e o mundo! – abriram os olhos pro resultado alarmante das queimadas que vêm ocorrendo na Floresta Amazônica.

      O Brasil registrou, entre janeiro e o último dia 19 de agosto, um aumento de 83% das queimadas em relação ao mesmo período de 2018, com 72.843 focos de incêndios até o momento. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que monitora o desmatamento por meio de imagens de satélite.

      O fogo está progredindo mesmo em áreas de proteção ambiental: 68 incêndios foram registrados em territórios indígenas e áreas de conservação somente nesta semana, a maioria deles na região amazônica. O estado de Mato Grosso, na região centro-oeste do Brasil, lidera as queimadas com 13.682 focos de incêndio em 2019. Um aumento de 87% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o INPE. Mesmo entre julho e setembro, quando é proibido promover queimadas naquele Estado, houve um aumento de 205% no número de incêndios.

      Então, mais do que nunca, chegou a hora de refletirmos sobre como estamos agindo enquanto sociedade e enquanto indivíduos. Pensar que a Floresta Amazônica, as reservas indígenas, as nascentes de rios, a vida selvagem, não estão lá. Estão aqui, no nosso país, do nosso lado, no nosso dia a dia.

      Temos parceiros socioambientais incríveis que estão há um tempo nos acompanhando nesses pequenos-grandes passos pela mudança consciente que queremos ver no mundo. Fundação SOS Mata Atlântica, Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (IDESAM), Instituto Socioambiental (ISA) e os Yawanawá são as nossas grandes colaborações por ações tão importantes que fazem a diferença nessa nova e necessária visão de mundo. Mas precisamos agir mais e principalmente, conscientizar mais e mais pessoas, juntos!

      No primeiro ano, o Clube FARM tem como meta o plantio de 5 mil árvores nativas em cada bioma, ou seja, 10 mil árvores plantadas por meio das parcerias com a SOS Mata Atlântica e o IDESAM. E falta muito pouco pra gente alcançar esse número tão importante. Porém, ainda precisamos seguir ainda mais persistentes depois das queimadas alarmantes e notícias tão preocupantes em relação ao cuidado com as nossas florestas que não param de chegar.

      E se você quer fazer parte dessa força tarefa pela vida que pulsa e pede ajuda nas matas, rios e mares e não sabe como começar a gente ajuda! A dica é acompanhar as notícias, novidades e iniciativas do nossos parceiros e toda a galera que tá se posicionando nesse momento tão importante pelas nossas florestas.

      Vá atrás das informações, dados, notícias. Acompanhe o trabalho dos institutos ambientais. Compartilhe conhecimento pela vida da natureza. Mude os hábitos que prejudicam o meio ambiente. Esteja presente nessa causa!

      A caminhada continua e pra gente continuar refletindo e principalmente, agindo, pelo meio ambiente, então dá uma pausa um pouquinho no que estiver fazendo e presta atenção na mensagem dos povos a floresta, feito pelo nosso parceiro Instituto Socioambiental (ISA), que completa esse ano, 25 anos de luta pela vida nas matas e pela floresta em pé.

      23.08.19
    • 5 iniciativas pra colaborar com os animais

      Para fazer a diferença e transformar o mundo em um lugar melhor, precisamos colocar a mão na massa e lutar pelo o que acreditamos, né? E quando se trata da defesa dos direitos animais, isso não poderia ser diferente. Pensando nisso, a gente trouxe pra coleção É o bicho!, todo o nosso amor e carinho com os animais das nossas florestas, rios e mares junto com causas super importantes que a gente acredita e que contribuem para a preservação e cuidado com o meio ambiente. Quer saber mais sobre o tema e ainda não sabe de que forma contribuir com a causa?

      Selecionamos 5 projetos lindos que atuam na proteção animal pra você ficar por dentro, colaborar e acompanhar!

      INSTITUTO VIDA LIVRE

      O Vida Livre é uma das nossas parcerias super importantes dessa coleção e atua desde 2015 desenvolvendo projetos de reabilitação e conservação da fauna silvestre, com animais vítimas de perigos urbanos e tráfico de fauna.

      Além das ações de preservação e conscientização, o instituto promove ações de soltura que acontecem em 3 áreas criadas pelo Instituto e entre elas, a primeira Área de Soltura de Animais Silvestres da cidade, a ASAS Vida Livre Serra do Matogrosso, em Saquarema.

      Falamos aqui sobre a nossa parceria e sobre um dia super emocionante de soltura dos animais que a gente teve a alegria enorme de participar junto com o Vida Livre!

      Curtiu a ideia? Todos os recursos do instituto são de contribuições voluntárias que viabilizam os projetos e iniciativas que priorizam a recuperação, o manejo e a soltura dos animais que são acolhidos pelo Vida Livre. Então, é mais do que importante a ajuda de todo mundo, certo? Confere aqui como colaborar!

      AMPARA Animal

      A Associação das Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados, mais conhecida como AMPARA Animal, é uma organização que ajuda a fornecer ração, medicamentos e serviços de atendimento veterinário para abrigos e protetores independentes – que, geralmente, não possuem muitos recursos. Por isso, elas têm a preocupação de conscientizar seus parceiros sobre a gravidade do abandono dos bichinhos de estimação.

      Hoje, a iniciativa ampara cerca de 250 protetores, beneficiando mais de 100 mil animais por ano e conscientizando adultos e crianças sobre esse cenário tão triste de abandono de animais.

      Além disso, o AMPARA também oferece serviços de castração e feiras de adoção. Através da Unidade Móvel de Atendimento Veterinário, (UMA-Vet), acontecem os mutirões de castração em comunidades carentes e atendimentos em clínicas conveniadas. Já ouviu falar no “Adotar é Tudo de Bom”? Gerenciado pelas mulheres incríveis do AMAPA, é o maior programa de adoção do país e acontece em 11 estados brasileiros, desmistificando preconceitos e esclarecendo prejulgamentos, valorizando a imagem da causa animal e mudando a forma como as pessoas a enxergam. Lindo, né?

      Pra completar, em 2016, a associação deu vida à AMPARA Silvestre, com foco em conservação ao reabilitar animais que possam ser devolvidos à natureza e também oferecer bem-estar aos bichinhos condenados ao cativeiro.

      E para ajudar essa causa tão necessária, são várias formas pra escolher. Você pode ser um voluntário, ajudar com lar provisório, apadrinhar ou adotar um animal e doar qualquer quantia para contribuir com as campanhas e projetos! Escolhe aqui a melhor forma pra você e conta pra galera sobre a iniciativa 😉

      Associação 4 patinhas

      Com a ajuda de voluntários do Rio de Janeiro todo, a Associação 4 Patinhas faz um trabalho incrível de recolhimento e reabilitação de animais em situação de risco, em um sítio dedicado a servir de abrigo para esses bichinhos abandonados, além de investir na conscientização através de campanhas de adoção e de cuidados com os animais.

      Tudo começou com a  adoção da encantadora gatinha Lilo, em 2004, e após esses 15 anos já são mais de 2000 animais que ganharam um novo lar com muito amor e atenção. A ONG se mantém através da contribuição dos associados e padrinhos, a arrecadação em campanhas, e a colaboração de voluntários e parceiros. E todo valor recebido é revertido no cuidado dos animais que recebem muito amor na casa da ONG, em Guapimirim e em lares temporários animais esterilizados, vermifugados e vacinados aguardando adoção.

      BEE OR NOT TO BE

      Você tá por dentro da importância das abelhas pra gente e todo o meio ambiente? Esses bichinhos tão pequenos são os maiores polinizadores do planeta e fazem parte do ciclo de vida de mais de 85% das plantas entre flores das matas, florestas e áreas verdes. Ou seja, são muito importantes pra todo o equilíbrio dos ecossistemas.

      Por isso, a gente tá só admiração pela iniciativa Bee or not to be, a ONG que desenvolve projetos socioambientalistas pela defesa e apoio à proteção das abelhas. Criada pelo professor Lionel Gonçalves, o projeto promove publicações, pesquisas, consultorias, campanhas e eventos relacionados à causa que ajuda na luta pela preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável.

      Segundo o Bee or not to be, o Brasil possui a maior biodiversidade de abelhas do planeta: são cerca de 3.000 espécies, entre abelhas nativas, solitárias e com ferrão, que diariamente visitam as flores e perpetuam harmonicamente, a vida de milhares de espécies de plantas. E com o aumento gradativo de agrotóxicos nas plantações, a vida delas pode simplesmente desaparecer!

      Para combater esse desaparecimento, a iniciativa promove o estímulo e suporte à atividade de criação de abelhas (apicultura e meliponicultura), além do apoio à lideranças e organizações que investiguem, combatam e divulguem as causas do desaparecimento das abelhas no Brasil e na América Latina.

      “Se contemplarmos a natureza com olhos abertos, perceberemos que milhares de plantas e animais dependem das abelhas, do serviço de polinização realizado por elas. Entendemos que proteger as abelhas é proteger o frágil equilíbrio dos ecossistemas na natureza. E que, ao fazê-lo, estamos zelando pelas futuras gerações do próprio homem. Também nós, seres humanos, somos natureza”, defende Lionel.

      E pra ajudar à causa tão singular, vale conhecer todos os projetos criados pela Bee or not to be e colaborar pra que a proteção às abelhas siga firme e forte! <3

      SANTUÁRIO TERRA DOS BICHOS

      O Santuário Terra dos Bichos cuida de mais de 400 animais de 15 espécies diferentes. Foram inclusive, os responsáveis por abrigar 96 porcos do acidente na rodovia da Rodoanel, em São Paulo, em 2015. Além deles, estão por lá araras, cabras, tartarugas, cachorros e outros animais.

      O objetivo é cuidar deles da melhor forma possível e conseguir adotantes responsáveis para cuidar e amar esses bichinhos. Para manter o sítio que fica em São Paulo, eles promovem visitas monitoradas com o intuito de promover um trabalho educacional e conseguir apoio no cuidado dos bichinhos.

      A visita é uma oportunidade super especial para conhecer o trabalho do santuário e ver de perto todos os animais, além de experimentar uma comida vegana deliciosa. E claro, dá pra ajudar a causa de outras formas: você pode apadrinhar um porquinho, doar uma quantia pontual, doar todo mês o valor que for possível, comprar comidas veganas do Santuário, organizar um evento beneficente e divulgar o trabalho promovido por eles.

      Ah, pra acompanhar as próximas datas das visitas é só acompanhar as redes sociais do santuário! 😉

      Por aqui, a gente tá amando essas iniciativas e mais ainda, poder colaborar com à causa animal com peças têm a venda revertida para o cuidado e proteção desse movimento tão lindo de se ver e você pode conferir a coleção todinha aqui!

      02.08.19
    • Vida livre é todo dia!

      Você já conhece o Vida Livre, né? Instituto parceiro de “É o Bicho” que trabalha em prol da soltura e reabilitação de animais silvestres vítimas do tráfico de fauna no Brasil.

      Eles existem há quatro anos e já contabilizam mais de 6000 animais silvestres de diversas espécies resgatados e atendidos, atuando em sete projetos de reabilitação e soltura no estado do Rio de Janeiro. Isso tudo faz com que eles sejam, hoje, o principal parceiro do IBAMA-RJ na reabilitação e destinação desses animais silvestres no estado, ativando outras instituições e pessoas para a causa.

      Bom, tê-los como parceiro e poder ajudar nessa causa que é tão verdadeira pra gente já é um presentão. Mas, se já não bastasse, eles deram pra gente a oportunidade de viver um dos dias mais especiais da nossa história: uma ação de soltura.

      Foi pela manhã que saímos da fábrica da FARM em direção a uma fazenda, no interior do Rio. Lá, sob a supervisão do Roched Seba, sócio-fundador do Vida Livre, e da Dani Aires, veterinária do Instituto, soltamos maritacas, gaviões, jibóias, uma coruja e um cagado, e introduzimos um tucano para reabilitação.

      O Vida Livre fala sobre liberdade a todos os seres vivos. E estar tão perto desses animais por alguns segundos foi privilégio e aprendizado. Nos emocionamos, rimos, nos libertamos e libertamos esses seres.

      “Um dos momentos mais emocionantes foi a soltura da coruja. Antes de alçar voo, ela olhou para trás, onde estávamos, como se estivesse estabelecendo um contato de agradecimento conosco. Foi lindo, emocionante. Impossível esquecer aquele olharzinho”, conta Fernanda Cardoso, analista de comunicação da FARM.

      A gradenza de cada animal solto é inimaginável. Os sons, as cores, os movimentos. Tudo isso reforça a necessidade urgente de cuidarmos do meio que é deles, e é nosso. De proteger e nos proteger junto.

      “Se eu pudesse definir a minha relação com a natureza em uma palavra seria ‘sou’. Nós somos a natureza.”, conta Roched.

      Só é possível juntos.

      Muito amor e longevidade ao Vida Livre! ♥

      30.07.19
    • Festa junina em casa!

      Durante todo esse mês de junho, o que você mais viu por aqui foram postagens sobre festas juninas, certo? Mas como botar isso tudo – produção de moda, make e até mesmo as receitinhas juninas se não rolou nenhuma festa pertinho de você?

      Faz a sua própria festa junina! Hoje a gente tem dicas mara pra você montar uma decoração fofa e barata na hora de receber seus amigos pra um arraiá animado.

      As bandeirinhas, clássicas na decoração de uma festa junina, podem ser feitas com qualquer tipo de papel. Se liga como é fácil!

      Você vai precisar de

      papel seda
      tesoura
      cola
      barbante

      1. Dobra uma folha de papel de seda no sentido do comprimento por quatro vezes
      2. Faça um corte diagonal da ponta direita para o centro do papel
      3. Abra as dobras, e tá pronta a bandeirinha de duas pontas! Aproveita a parte do meio para fazer a bandeirinha de uma ponta.
      4. É só ir colando no barbante, alternando entre os modelos de bandeirinhas.

      Festa junina sem brincadeiras típicas não tem graça, né? E nem precisa ser criança! Os brindes podem ser itens do universo adulto, ao invés de brinquedos, que tal? Vem aprender a fazer uma pescaria!

      Material:

      Peixinhos de plástico (você encontra em papelarias e lojas de artigos pra pesca)
      Tesoura
      Barbante
      Uma caixa de papelão (aproveita a que chegou com seu desejo da FARM!)
      Areia

      Como fazer?
      1. Coloca o nome de cada brinde grudado no peixe
      2. Amarra uma ponta do barbante no anzol e outra na vara
      3. Enche a caixa de areia
      4. Enterra os peixinhos na areia só com a boca pra cima

      Aí é só desafiar a galera a pescar e ganhar brindes!


      A decoração fica ainda mais linda se a gente pensa em uns adereços diferentões, né? Bora aproveitar aquelas latas de leite em pó que vão pro lixo pra fazer umas alguns enfeites?

      Material:

      Lata de leite em pó
      Tesoura
      Fita adesiva
      Retalhos de tecido
      Barbante

      Como fazer?

      1. Com um abridor de lata, fura dois lados da lata de leite em pó
      2. Passa o barbante em cada furo e dá um nozinho
      3. Corta tiras do retalho
      4. Cola as tirinhas no fundo da lata com fita adesiva

      É só pendurar!

      Outras dicas boas:

      Chapéus de palha são ótimos e super versárteis. Podem ser usados pra fazer um painel, pra colocar doces na mesa, e, claro, pra dar um toque final na sua produção de moda!

      Se não der pra fazer fogueira, aposta nas velas. Pra não ter risco, que tal usar aquelas de led?

      Pipocas estouradas dão leveza e também ficam lindas na decoração!



      27.06.19
    • Rolou no clube – Maio

      Com o fim de maio, a gente chega com tudo pra contar o que de mais especial rolou pras clientes clube FARM. O nosso clube de reflorestamento vem tentando trazer cada vez mais benefícios e experiências pra que, além de ajudar a reflorestar a amazônia e a mata atlântica, as clube farmetes tenham exclusividade e vantagens por aqui.

      Vem ver o que rolou!


      Feirinha re-FARM


      Quem faz parte do clube conseguiu fazer inscrição antecipada e garantir em primeira mão os ingressos para um dos nossos eventos mais disputados com música, bazar, comidinhas mara e muito mais! A feirinha re-FARM foi um sucesso!


      Dia do e-FARM

      No fim de semana do dia da internet, rolou uma promo daquelas que a gente ama! Todo mundo que garantisse seus desejos no nosso site usando o código de uma vendedora ganhou 20% off + frete grátis! A melhor parte é que quem é clube farmete teve as primeiras 24 horas de promo exclusivas e pôde fazer suas comprinhas antes de todo mundo.


      É o amor – nossa festa junina

      Mais uma experiência #mundoFARM que só quem faz parte do nosso clubinho do amor pode viver com a gente! Abrimos inscrições pra festa junina que rola hoje aqui no escritório! Cada cliente vai poder curtir um showzinho de forró, quadrilha e comes e bebes deliciosos com a galera aqui no jardim da fábrica!

      Curtiu? Quer viver isso também? Não perde tempo, clica aqui pra assinar o clube!

      31.05.19
    • Rolou no clube – Abril

      Com o fim de mais um mês, chegou a hora da gente falar um pouco mais sobre o que tem rolado no nosso clubinho do amor! O clube FARM é o nosso programa de reflorestamento que reúne as farmetes mais apaixonadas e dá alguns benefícios!

      Em abril, tivemos ações bem bacanas, vem ver!

      Começamos o quarto mês do ano com o preview de Anunciação, nossa coleção de alto inverno. Só quem faz parte do clube conseguia garantir as suas novidades antes de todo mundo, pela loja e pelo site!

      Ainda na primeira semana do mês, rolou também a convenção de atacado, evento em que apresentamos nossa próxima coleção em primeira mão para representantes e lojistas de multimarcas. Seis farmetes de carteirinha foram convidadas para assistir o nosso desfile e participar da festa.

      Como abril é o mês do Fashion Revolution, movimento que questiona quem faz as roupas que a gente ama usar por aí, convidamos 10 participantes do clube FARM pra visitar a nossa fábrica e conhecer grande parte do processo de produção dos desejos que elas amam. Foi uma manhã super divertida!

      Por fim, já de olho no mês de maio, abrimos as inscrições da nossa feirinha re-FARM antecipadamente pra quem faz parte do nosso clubinho do amor! As nossas clube farmetes puderam se inscrever pro evento e pras oficinas antes de todo mundo!

      Curtiu as novis? A gente tá preparando muito mais coisas legais pra você que é farmete de carteirinha e assina o clube FARM.
      Ainda não tá no nosso clube? Clica aqui pra fazer parte e ajudar a reflorestar a Amazônia e a Mata Atlântica!

      02.05.19
    • FARM Global + friends

      A nossa primeira loja fora do Brasil abre hoje para o grande público e a gente é só orgulho! É o início, digamos, físico, de uma jornada global, que, desde março, conta com um e-commerce. Nosso primeiro endereço fica no bairro do Soho, em Nova York.

      Pra imprimir todo o nosso borogodó e a nossa brasilidade, convidamos os arquitetos Marcelo Rosenbaum e Renata Gaia. Os dois fizeram uma super pesquisa com referências diversas da nossa cultura, buscaram artesãos conectados com a nossa realidade.

      “A FARM é solar, tem alegria e representa o Brasil. Eu gosto de imaginar que as pessoas passarão a reconhecer essa atmosfera brasileira no nosso espaço. É isso que a loja representa. Está sendo um presente, as coisas fluem com muita facilidade, a energia é ótima”, disse Rosenbaum.

      Além de toda a arquitetura e visual merchandising, o Brasil tá presente também entre os nossos parceiros que toparam nos acompanhar nesse voo! No nosso cantinho global, é possível encontrar os desejos de Zerezes, Yawanawa, Granado, WaiWai e Havaianas.

      Vai pra NY? Que tal aparecer por lá? Estamos com as portas e o coração abertos pra te receber ♥

      25.04.19