• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      categoria: beleza

    • Novidadinhas da Semana

      O fim de semana tá chegando, e com ele vem as novidadinhas do adoro pra você ficar por dentro dos melhores rolês!
      Vem ver!

      RJ

      Luedji Luna chega ao Circo Voador com a turnê Um Corpo no Mundo, acompanhada da mesma banda que a acompanhou na gravação do álbum. O show rola nessa sexta! Bora?

      Luíza Boê e Gabriela Garrido se apresentam nesta sexta, dia 31, na Audio Rebel. Luíza acaba de lançar o primeiro álbum 100% autoral, e Gabriela apresenta as músicas de “Entre”, seu trabalho mais recente. Vamos?

      – Última chamada pra quem quer ver a peça Navalha na Carne. A montagem encerra a temporada neste fds no Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues, de quinta à domingo, às 19h.

      SP 

      – A festa Ressaca do Tim vai tomar conta do Miscelânea Cultural! A banda de Qubrada vai tocar neste sábado os grandes clássicos do síndico, além de sucessos dos reis do suingue, como Jorge Ben Jor, Simonal, Seu Jorge, etc. Partiu?

      – Imperdível! Destaque no rap nacional, Black Alien comemora 25 anos de carreira com show gratuito no Centro Cultural da Juventude neste sábado.

      BH

      – O Pôr do Sol da Juventude Bronzeada leva o melhor da música baiana para o São Bento, em Belo Horizonte. A banda da festa começa a tocar às às 17h30, bem no cair da tarde. Só vamos!

      Recife 

      Essa é pra quem curte ritmos latinos! Domingo, dia 2, é dia de Cubana, no Clube Bela Vista. A festa, de mais de 25 anos, une diversas gerações que curtem salsa, gyaracha e cumbia.

      Bora?

      30.08.18
    • Nossa feira orgânica

      Imagina um dia de sol e aquela vontade boa de fazer um almoço com alimentos fresquinhos e orgânicos pra família. A gente pensa logo em ir a uma feira que esteja rolando pelo bairro ou pela cidade, né? A gente ama tanto que pensamos em trazer aqui pra dentro, no nosso jardim, uma feira orgânica pra chamar de nossa! 

      Quem é do Rio ou vem visitar a cidade, já deve ter descoberto uma das feiras xodós que fazem parte do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas, são 21 espalhadas por vários bairros. E agora, vai rolar uma especialmente pro nosso time do escritório, na próxima semana! A galera vai poder levar pra casa frutas, verduras, legumes e produtinhos sem agrotóxicos e com muito amor!

      A gente bateu um papo com o Marcos Melo, gestor do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas e diretor da Essência Vital que é responsável por 8 feiras do circuito, pra contar porque é tão bom e saudável fazer parte desse movimento!

      Marcos, conta pra gente, como surgiu a ideia das feiras orgânicas no Rio?

      O movimento pela criação de feiras orgânicas no Rio vem das décadas de 70 e 80 com o esforço de grupos ecologistas que iniciaram a produção orgânica na região serrana. Através de organizações de agricultores, agrônomos e moradores do campo e da cidade surgiu a primeira feira orgânica no Rio em 1994, na Glória.
      Mas foi só em 2010, com a chegada da feira orgânica do Bairro Peixoto, em Copacabana, que o chamado Circuito Carioca de Feiras Orgânicas (CCFO) tomou forma com o apoio da Prefeitura enquanto projeto oficial de política pública por meio de um decreto municipal.

      O Circuito permitiu o desenvolvimento de uma tecnologia social que pode ser replicada em diversos lugares, com regras específicas pro funcionamento e comercialização dos alimentos orgânicos. Um projeto único no Brasil!
      Hoje o Circuito possui 21 feiras orgânicas, com quatro organizações gestoras e está ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI), da Prefeitura do Rio.

      E além das feiras orgânicas do Circuito, essas organizações gestoras realizam projetos especiais e pontuais em ambientes privados como shoppings, empresas – a FARM <3, e eventos com forma de abrir novas frentes, criar canais alternativos de venda pros agricultores, ampliar e democratizar o acesso de público e fomentar o setor.

      – Em tempos de agrotóxicos e questões que dificultam o acesso à alimentação saudável, como você percebe o papel das feiras orgânicas?

      Diferente das feiras comuns, as feiras orgânicas têm os agricultores, empreendedores formais e alimentos 100% certificados como livres de agrotóxicos. Isso significa que pra que uma feira possa ser chamada de orgânica são necessários muito cuidados e valores agregados. Isso traz diversos benefícios pra todo mundo!

      Como dito, o Circuito Carioca de Feiras Orgânicas é um projeto de política pública voltado para o apoio e fomento da agricultura familiar dedicada à produção de alimentos orgânicos com certificação. Isso permite a fixação e sustentação socioeconômica dessas famílias no campo. Esse então é um dos primeiros e mais valiosos papéis desempenhados pelas feiras orgânicas: a inclusão e preservação dos nichos familiares no campo. Isso evita o êxodo para as cidades.

      Um segundo papel muito importante é sobre a prioridade da venda direta ao consumidor. Toda a parte de alimentos in natura produzidos localmente é vendida diretamente pelos agricultores e seus familiares, que se deslocam de suas terras nas madrugadas de véspera. Desse modo, nas feiras orgânicas do Circuito não existe a figura do atravessador que predomina nas feiras comuns. Isso também diferencia as feiras orgânicas dos grandes mercados que visam maximização de lucros.

      A venda de alimentos orgânicos in natura e processados vindo de outros estados é limitada nas feiras orgânicas e permitida apenas para um mix de produtos pro consumidor e são realizadas por parceiros microempreendedores formais.

      Todo o trabalho possui uma visão sistêmica. Do cultivo da terra com preservação da biodiversidade sem o uso e contaminação de agrotóxicos até a ponta final com preços mais acessíveis ao consumidor, tudo se diferencia. As feiras orgânicas são nossa esperança de um futuro mais saudável, justo e sustentável, elas são insubstituíveis!

      – Quem ainda não conhece as feiras orgânicas pode se questionar em relação ao preço dos alimentos. Mas a gente sabe que essa conta vira na verdade um investimento em saúde, né? Quais as medidas pra, aos poucos, mudar a consciência da população?

      É importante a gente sempre ter em mente a diferença entre preço e valor. Preço é o que pagamos em moeda pelo alimento. Valor é tudo aquilo que o alimento agrega desde sua semeadura até sua venda ao consumidor. O preço dos alimentos orgânicos é formado por um conjunto expressivo de valores agregados, que não existem nos alimentos comuns. Não há como comparar um alimento cultivado com enormes cuidados ambientais com outros que degradam nosso meio ambiente e envenenam nossas famílias. Existe uma falsa economia com os alimentos convencionais. O custo à saúde com o consumo de alimentos cultivados com agrotóxicos no final é enorme.

      Mas entendemos que a diferença de preços afeta e leva o consumidor a fazer escolhas. O Brasil possui um grave problema de distribuição de riquezas e de renda e isso, sem dúvida, é um fator que dificulta o acesso da população aos alimentos orgânicos que possuem maior qualidade em decorrência dos cuidados e valores que agregam. O maior dos problemas está na renda e não no preço do alimento orgânico. É claro que também existem outros problemas como, por exemplo, falta de escala (pequena produção orgânica no país), alta tributação e especulação por parte de mercados oportunistas, três fatores que elevam o preço final dos orgânicos aos consumidores. Mas nas feiras orgânicas podemos atenuar alguns desses gargalos, melhorar os preços e facilitar o acesso aos orgânicos.

      Ao contrário do que é possível imaginar e diferentemente do que ocorre em grandes mercados, os preços praticados nas feiras orgânicas são mais justos. Diante de tantos esforços para fazermos chegar até a sociedade alimentos com a certificação de uma produção sustentável e puríssima, 100% livre de agrotóxicos, o que se cobra nas feiras é o que o alimento vale. E nas feiras ainda há a possibilidade de conversas e descontos na hora de pagar que não existem nos mercados comuns.

      Todos no setor orgânico tentam realizar um constante trabalho de educação junto à população, mas isso deveria contar com um forte apoio de nossos governantes. Enquanto isso não acontece, as feiras são nossos melhores espaços de diálogo e por meio delas realizamos esse trabalho pedagógico instrucional com a população.

      Com o tempo entenderemos que caro mesmo é consumir alimentos que poluem nossas águas, degradam nossas terras, envenenam nossos agricultores e famílias, geram doenças degenerativas, exterminam nossa biodiversidade e só enriquecem a indústria dos agrotóxicos.

      O alimento orgânico puro, nunca deve ter seu preço percebido como custo, mas como investimento que cuida de nosso meio ambiente e de nossa saúde.

      Consumir alimentos orgânicos é então um cuidado com a nossa saúde e a de quem a gente ama, por isso, não poderíamos deixar de trazer pra dentro da nossa casa que é a FARM, uma feira orgânica especial pra galera de dentro. A expectativa por aqui tá a mil e por aí?

      Estamos muito felizes com a oportunidade dessa parceria! Acreditamos que a FARM esteja fazendo história e dando um grande exemplo de responsabilidade socioambiental e de cuidado com a saúde e bem-estar daqueles que atuam na empresa. Queremos que dê certo e que todos abracem com carinho a feira orgânica para que se torne fixa, um momento de celebração e alegria.

      Vai ser uma felicidade só mesmo! E pra galera de fora… quais os bairros o Circuito ocupa e como saber mais infos sobre esse roteiro?

      Atualmente o Circuito Carioca de Feiras Orgânicas conta com 21 feiras em bairros cariocas. Para ter acesso a lista completa dos endereços é só acessar o mapa de geolocalização. Nossa organização Essência Vital é responsável pela gestão de oito dessas feiras do Circuito, que ocorrem nos bairros Botafogo, Flamengo, Laranjeiras, Urca, Leme, Gávea, Tijuca (Praça Xavier de Brito) e Grajaú. Temos uma página bem bacana no facebook, é só acompanhar a gente por lá!

      Saúde, cuidado e conhecimento andam sempre juntos! Escolhe a feira mais pertinho de você e vai lá experimentar as delícias orgânicas. Já já a gente conta como foi a nossa feira por aqui, fica de olho <3

      31.07.18
    • cristais – limpeza e benefícios pro feminino

      Natureza Feminina tem tudo a ver com intuição, cura natural, conexão com a própria natureza e o universo que nos rodeia, por isso, convidamos a Malu Lobo, terapeuta cristalina, formada em ayurveda e mestre em aromaterapia e aura-soma pra contar pra gente como fazer a limpeza dos cristais e pra falar sobre a relação entre alguns cristais e a natureza feminina.

      A Malu foi uma das oficineiras da nossa convenção e guiou a galera na oficina “cura cristalina – harmonizando corpo, mente, emoção e espírito com o poder dos cristais”. Nesse dia abraçado por um tanto de energia boa, aprendemos sobre o poder dos cristais e o reequilíbrio energético através do uso deles. Também rolou um papo sobre o uso dos Yoni Eggs – cristais que trabalham a cura de memórias uterinas -, na manifestação e no empoderamento da energia feminina.

      Bateu uma super vontade de ficar por dentro desse universo? Então aproveita seu encontro com a própria intuição e vem sentir a energia com a Malu, que conta agora pra gente como fazer a limpeza dos cristais em casa e ainda deu a dica das pedras que despertam a energia do feminino. É conexão pura! Fala pra gente, Malu <3

      “É chegada a hora em que mais uma vez aqueles encarregados de curar e trabalhar pela iluminação avançarão e usarão os cristais e as pedras como recursos para trazer à Terra um novo raio, um novo caminho e uma nova raça. Os cristais e as pedras fazem, em grande medida, parte da transformação planetária da qual todos nós participamos. Seja qual for o meio escolhido para utilizá-los, faça-o de modo ético e consciente”.

      Esse trecho é da Katrina Raphael e tem tudo a ver com esse momento 🙂

      CRISTAIS – GEMAS DA TERRA – MEDICINA DA TERRA
      Os cristais são uma estrutura organizada que difundem e potencializam luz. Todo cristal puxa e passa energia por sua estrutura, qualificando-a e devolvendo-a melhorada.

      A nossa tendência, quanto mais ficamos doentes e tristes, é reforçar a energia da forma assimétrica. Quando olhamos para qualquer forma bonita (natureza, cristais, arte, etc) nos curamos. Quando vemos a estrutura de um cristal percebemos que viemos aqui para ser luz. Quando olhamos para um cristal nos vemos, pois o cristal retrata o nosso modelo original, aquilo que estamos caminhando para ser – um Ser de luz.

      Terapia Cristalina (Crystal healing)
      É a modalidade de healing que trabalha com a geometria sagrada e a frequência cromática do reino mineral para equilibrar o corpo físico, mental, emocional e energético.

      Influências adversas sobre as funções normais do corpo, da mente e consciência podem ser revertidas através do uso das gemas.

      As pedras e gemas são manifestações exteriores de determinadas formas de energia e esses materiais contêm receptáculos de energia prânica que podem ser utilizadas para propósitos curadores.

      O cristal, quando em contato com nosso corpo, lapida nosso Ser, organiza e amplifica nossa energia. Por isso, são poderosos aliados no nosso dia-a-dia.

      Limpeza
      – Para limpar seus cristais basta lavá-los em água corrente. Coloque-os numa peneira, pingue 3 gotas de óleo essencial de lavanda e deixe a água correr. Pode também lavá-los na água do rio e do mar. Água da chuva também limpa a energia e eles adoram.

      – Pode também usar a fumaça da sálvia branca e do palo santo para limpar seus cristais.

      – Após lavar deixe-os pegando a luz do sol e da lua por 3 dias antes de usar.

      Se um cristal quebra coloque-o num vaso com terra, mas nunca jogue-o fora, ok?

      NATUREZA FEMININA E OS CRISTAIS
      Quando falamos em feminino, nos referimos ao nosso lado receptivo, acolhedor, intuitivo, amoroso, na nossa energia yin. Essa energia é potencializada quando captamos o Soma da lua. Determinados cristais potencializam essa energia quando usados em contato com nosso corpo.

      DRUSA / Agregado de Cristais
      É a origem de todos os cristais. Apresenta alta carga energética. É ótima para recarregar outros cristais, amuletos, talismãs, etc – tudo que colocamos dentro da drusa está num campo energético de altíssima freqüência.
      A Drusa está relacionada à harmonização de pessoas, pois simboliza a relação harmoniosa sua com todas as pessoas que têm que conviver. Deve ficar no lugar da casa onde a maioria das pessoas costumam conviver juntas.

      BOLA DE CRISTAL
      A bola de cristal é usada estimular o lado direito do cérebro, ativar criatividade e intuição

      Dica de exercício com a sua bola de cristal
      Sentar-se em posição confortável.
      Apagar as luzes e acender uma lanterna.
      Apoiar a bola de cristal na boca da lanterna, inspirar e elevar a bola até a altura do 3o olho.
      Fechar os olhos e abrir.
      Olhar para um ponto fixo no interior da bola.
      Esse exercício amplia a glândula pineal e a intuição. É só acreditar!

      RUBI – CHÁKRA BÁSICO
      É o cristal da juventude, jovialidade – Os antigos consideravam o Rubi, como o sangue da Terra que representava a força do amor e da vida. O Rubi refaz nossa conexão com nosso reservatório de energia, ativa e vitaliza o corpo através da ação do fluxo sanguíneo. Trabalha a auto-estima e a energia Shakti (feminina).

      ÁGATA – CHAKRA GERADOR
      A ágata é o cristal que registra toda a evolução da humanidade, por isso sua relação com todo processo de evolução e transição. A ágata ajusta o nosso relógio biológico nos ajudando a passar por esses processos de transição, como menarca, maternidade e menopausa. É um cristal que estabiliza o campo feminino, pois estabiliza os ciclos, os hormônios, a lua. Muito importante para harmonizar todas as fases do sagrado feminino donzela, mãe e anciã.

      PEDRA DA LUA – CHAKRA GERADOR
      A pedra da lua faz conexão com a energia da lua com o aspecto feminino da natureza emocional. É a pedra dos ciclos femininos. Alivia os sintomas da TPM, as dores da mestruação e os sintomas da menopausa. Nos conecta com a energia da Lua, despertando nossa intuição.

      QUARTZO ROSA – CHAKRA CARDÍACO
      É a pedra fundamental do chakra cardíaco. Representa o Amor Incondicional, e acende a chama rosa desse amor nos corações. Acalma a mente e as emoções. É a pedra do colo, sua principal atuação é suavizar, apaziguar, aconchegar e acolher. Potencializa a energia do amor, do auto amor e do amor pelo próximo e por todos os Seres.

      ÁGUA MARINHA- CHAKRA LARÍNGEO
      Sua energia representa a capacidade de verbalização, a expressão da verdade interior e universal através do poder da palavra falada. Relaciona-se também intimamente com a essência angélica de cada ser. Reduz o estresse e acalma a mente. Ativa a intuição e abre a clarividência. Junto com o quartzo rosa é uma das pedras mais calmantes.

      AMETISTA – CHAKRA FRONTAL 
      É a pedra da transformação e da renovação. Indicada para qualquer situação de perda, pois de forma sublime comunica que não há morte, apenas transição e troca de formas. Limpa a aura de energias negativas, eleva espiritualmente melhorando nossa qualidade energética.

      Agora é só fazer seu acreditar, seguir sua intuição e deixar a energia boa fluir! 🙂

      30.07.18
    • Isso é re-FARM: iniciativas que a gente <3

      Você já sabe que o re-FARM é a nosso primeiro projeto com foco em sustentabilidade e reaproveitamento de matéria-prima, né? Juntas e juntos, a gente vai caminhando em direção ao reduzir, repensar, reutilizar e reciclar! Dentro desse projeto, duplamos com outras iniciativas importantes pro bem-estar do planeta como o Nosso Tecido e o Banco de Tecidos. Tá lindo de ver e fazer parte dessa transformação! 

      BANCO DE TECIDO

      O Banco de Tecido é um espaço onde tecidos de sobras de criação ganham a chance de serem usados em novas roupas e itens desenvolvendo uma cadeia de produção mais sustentável. Além de venda dos tecidos, o banco também funciona com o modelo de crédito no qual você deposita seu tecido antigo e pode tirar novos. Olha que demais!

      Por lá, eles oferecem uma solução criativa para quem está buscando se adequar à Política Nacional Brasileira de Resíduos Sólidos – é assunto sério, viu? Assim, o projeto é um sistema inclusivo e circular que transforma atores da cadeia têxtil em usuários ativos. Interconectados, todos eles impulsionam um ciclo sustentável, com reflexos sociais, econômicos e ambientais. Uma colaboração e tanto!

      Além de funcionar como uma loja, o Banco é também um local de encontro, onde as pessoas podem trocar conhecimento sobre tecidos e seus usos. É ou não é uma iniciativa pra apoiar? <3

      Por enquanto, são 3 unidades do espaço: São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. E a gente fica na torcida pra que essa ideia se espalhe pelo Brasil todo!

      FARM + Banco de Tecidos
      Xô disperdício de matéria-prima! Nos juntamos ao espaço doando rolos de tecidos que não seriam mais utilizados na nossa fábrica. Nessa primeira doação foram mais de 200kg de tecidos que vão ganhar vida nova pra muitas pessoas que criam com amor!

      NOSSO TECIDO 

      O Nosso Tecido é uma startup que tem o propósito sustentável de fazer a ponte entre a indústria têxtil e o consumidor final, que pode ser você aí que tá lendo 🙂 Através da venda dos tecidos adquiridos, eles contribuem pra moda circular permitindo que cada metro ganhe um novo significado.

      Colaborando com o e-commerce do projeto, profissionais, pequenos empreendedores, estudantes de moda, costureiras, oficinas e artesãos contribuem pro futuro da moda mais sustentável dando vida nova a toda essa matéria-prima que seria inutilizada. Demais, né?

      FARM + Nosso Tecido

      Duplamos com a galera do Nosso Tecido e doamos mais de 300 rolos de tecidos doados totalizando mais de 3000 metros de tecido que podem virar blusas, calças, objetos artesanais, brinquedos e tantas outras coisas que a imaginação permitir!

      Ah, esse sábado, o pessoal do Nosso Tecido preparou um evento de lançamento super bacana da chegada dos tecidos doados pela FARM por lá, pra galera sampa conhecer e escolher os cortes favoritos. Vem ver o evento e cola lá!

      Mulheres do Sul Global

      Essa é uma iniciativa que é amor e empoderamento do ínicio ao fim! O Mulheres do Sul, projeto da Emanuela Farias, promove a liberdade econômica de mulheres refugiadas através do ofício da costura, com o desenvolvimento de jornadas empreendedoras e redes de trabalho com valorização das identidades e conexões entre as diferentes culturas. E claro, não poderíamos deixar de colaborar com um projeto tão potente! Vamos contar já já sobre essa história toda 🙂

      Isso tudo é re-FARM e ainda vem muito mais por aí! A gente tá só no começo do caminho por um mundo mais colorido, colaborativo e sustentável! Aproveita e vem ver a nossa coleção re-FARM re-ROUPA 

      27.07.18
    • re-FARM re-ROUPA, coleção nova

      Tem coleção nova de re-FARM re-ROUPA no ar! Lembra que lançamos a parceria ano passado? Ela voltou com tudo com várias peças que ganharam vida nova a partir do upcycling, afinal, transformar é urgente. 

      Nos unimos à Gabi Mazepa, do Re-Roupa, pra criar novas peças FARM a partir dos nossos próprios resíduos de tecido: roupas com pequenos defeitos, retalhos de corte e sobras de matéria-prima e aviamento foram garimpados pra dar vida à coleção da parceria.

      Essa é uma das iniciativas do projeto re-FARM, nossos primeiros passos pra gente repensar, reduzir, reutilizar, reciclar. Juntos! 

      Nessa edição, nos unimos ao Instituto Alinha no desenvolvimento de cada peça: lenços, calças, camisas, bombers… Tudo com muita cor do jeito que a gente ama! 

      Você já parou para pensar quem fez suas roupas? Qual a condição de trabalho dessas pessoas? O Alinha é um negócio social focado na melhoria das condições de trabalho e de vida de costureiros e costureiras. Além de ajudar as oficinas de costura a se tornarem alinhadas com segurança, recursos, legalização… conectam confecções e estilistas interessados em contratar uma oficina garantindo preços e prazos justos. Tudo gratuito! Demais, né?

       

      As peças do re-FARM re-ROUPA são feitas à mão, uma a uma, com um mix original de estampas. Ou seja, cada peça é única. E nessa história boa já reaproveitamos mais de 2.000 metros de tecidos e centenas de peças juntos. Um orgulho e tanto de estar fazendo nossa parte pelo bem-estar do planeta 🙂

      Agora que você já tá por dentro de tudo, vem junto com a gente nessa! A coleção tá uma explosão de criatividade, cor, alegria e claro, respeito ao nosso meio-ambiente <3

      Vem ver a novidade no site e nas lojas selecionadas:
      FARM ipanema
      FARM centro II
      FARM rio sul
      FARM rio design barra
      FARM village mall
      FARM harmonia
      FARM higienópolis
      FARM villa lobos

      18.07.18
    • inspiralooks pro meca 2018

      Oba, o MECAInhotim começa hoje! E se você ainda não sabe o que usar nos três dias de evento, a gente ajuda: preparamos uma seleção de looks que são a cara do festival e que estão na liqui com até 70% off. Aproveita!

      Um bom vestidão é o pedido perfeito pra curtir o festival com muito conforto e estilo. E quanto mais estampado melhor, viu? Sorte a nossa que tem vários modelos lindos na liqui! Pra fechar, é só caprichar nos acessórios, sem medo: vale misturar colares, óculos, chapéu…


      E se bater um frio em Minas… É só jogar um kimono por cima! Além de estilosos, eles deixam o look superdespojado, a cara do festival…Na liqui, temos desde o de tricot, mais quentinho, até o kimono + bomber, combinação diferente e com uma pegada boho. Qual o seu favorito?


      T-shirt descolada, não tem erro! Aposte nos modelos grandinhos e combine com shorts ou saia: é confortável e estiloso! Pra fechar, capriche no calçado: pode ser uma bota, tênis, sandália estampada… Nunca foi tão fácil montar o look, viu? 

      O body é uma peça superversátil: dá pra usar com calça, saia, short e montar vários looks diferentes! Na liqui, tem modelo pra todos os estilos, com bordado, lurex, estampa… Escolhe o que é a sua cara e se joga!

      Look decidido, agora é hora de se divertir muito no festival. Aproveita!

      29.06.18
    • brilho bom pro planeta

      Já tá no preparo do agito pra folia carnavalesca? Não esquece de pensar nos resíduos que a gente deixa pela rua e pelo meio ambiente, ein. Ó, a gente vai dar uma ajudinha nas escolhas do brilho certo pra você, pra galera toda e também pro planeta, olha que beleza. Chega mais pra conhecer a pura bioglitter e a glitra, marcas de purpurina que pensam em todo mundo! 

      A Pura esteve com a gente no convite do nosso Abre Alas. Nosso time do coração ganhou esses vidrinhos puro amor pra sair brilhando por aí com a mente tranquila! É glitter orgânico, vegano e artesanal.  

      Feito à base de algas e minerais, o Pura pode ser usado sem peso na consciência, além de ter um brilho lindo e cores exclusivas. Como o processo é artesanal, cada lote tem tons únicos. É só se jogar! 

      A Glitra marcou presença no lançamento do nosso Abre Alas, porpurinando todo mundo no bloco + animado de São Cristóvão! 
      Ele é biodegradável feito à base de plantas, sem microplásticos e sem matar peixinhos, que fofura! Pra brilhar sem culpa, né? 

      E aí, já escolheu a produ pro carna? Agora é só escolher seu brilho favorito e contar os dias pra data mais animada do ano, oba! 

       

      23.01.18
    • fim de ano é renovação!

      Já estamos na contagem regressiva pro adeus a 2017 e de braços bem abertos pra receber 2018 com muito energia boa! E nesse verãozão, nada como um banho cheio de boas vibrações pra entrar nesse novo ciclo com tudo, né? 

      Ó, a dica é dar um bizu na Coité que transforma a vibe boa da natureza em produtinhos naturais, artesanais, terapêuticos e sustentáveis, do jeitinho que a gente ama!

      Pra finalizar o ano por aqui, demos pros nossos colaboradores do coração um sabonetinho pura renovação, feito com amor, arruda e sal grosso. Ah, e esse banho xô uruca é ótimo também pra quem curte como se não houvesse amanhã as festas de fim de ano!

      Pensando nisso, a naturóloga Mariana Vitte Nardi do W Spa, preparou um passo-a-passo de como fazer um ritual detox pro corpo e mente:

      1 – Opte por uma alimentação mais leve no dia do ritual e se hidrate bastante, pra que ele consiga realmente desintoxicar o organismo, eliminando todas as toxinas acumuladas, seja por causa do álcool, comidas gordurosas ou cansaço e falta de sono gerados por horas acordado.

       2 – Reserve um tempo para você durante o dia e vá para o banho. O banho é o melhor momento pra fazer esse ritual, pois ele realmente retira as impurezas físicas e relaxa a mente para receber esse processo de limpeza energética. Pode ser feito no chuveiro ou para quem tem banheira também.

       3 – Tenha em mãos óleos essenciais de canfora e eucalipto e espalhe por todo o corpo. Com uma automassagem leve, faça movimentos circulares onde há tensão e pontos de estresse como costas, pernas, pescoço, pés.

       4 – Em seguida, prepare uma mistura com sal marinho, hortelã, eucalipto e uma raspinha de gengibre. Com um maçerador, amasse todos os ingredientes e acrescente um pouco de água morna. Com a mistura pronta, e após colocar uma luva de seda, vá friccionando pelo corpo, esfoliando em movimentos circulares. Nessa hora, a pessoa vai ter uma sensação de leveza e refrescância imediatas.

       5 – Tome um banho morno. Com toda a mistura no corpo e o aroma expelido no ambiente, a pessoa se sentirá mais tranqüila e menos inchada também. Uma boa dica seria fazer esse ritual antes de ir para uma sauna. Com o vapor do ambiente, os ingredientes e a mistura terão os mesmos efeitos que em um banho morno.

       6 – Pra finalizar e potencializar os efeitos do ritual detox,faça um chá de gengibre e hibisco e relaxe com o olfato e o paladar.

       Ingredientes:
      – 2 colheres de sopa de hibisco
      – 2 colheres de sopa de gengibre ralado;
      – 1 litro de água;
      – Mel para adoçar

      Modo de preparo:
      Leve a água ao fogo por 8 minutos, quando estiver bem quente, mas antes de começar a ferver adicione o gengibre, tampe e deixe descansar por 5 minutos. Em seguida, adicione o hibisco e deixe por mais 5 minutos. Coe e sirva com mel. Ah, todos os produtos podem ser encontrados em lojas de produtos naturais. 

      Aproveita! 
       

      26.12.17
    • bonita por natureza

      Muxima significa "coração" no dialeto angolano Kimbundu, uma das línguas Bantas mais faladas no continente Africano, e é também uma nova marca de beachwear com raízes africanas, swingue brasileiro, sotaque português e um pezinho na Inglaterra, fruto de uma amizade que rodou continentes e pelo amor a terra, ao que ela inspira e produz. 

      O resultado são peças naturais, simples e bonitas, como o rosto corado de sol, todas feitas com fibras orgânicas, tingidas manualmente com pigmentos naturais e modeladas pra um corpo que quer ficar a vontade, ouvindo o barulho do mar. As criações das amigas Ana e Maria dão desejo de um tempo sem pressa, mas com muito charme, mais perto da natureza, e quem não quer?

      Conversamos um pouco com a Maria Braga D'Alo pra saber um pouco mais sobre essa história:

      A Muxima tem nome africano, e foi criada entre Rio, Lisboa e Londres, o que conecta vocês e a marca a todos esses lugares?

      Muxima é uma relação de afeto com um continente, com o planeta, que vai além de fronteiras políticas. Assim como o mar, Muxima pra nós é força, beleza e liberdade. Ana, minha parceira, e eu fomos colegas de escola. Nós nos reencontramos em Londres há uns 8 anos atras quando as duas morávamos por aqui… desde então não nos separamos mais, com mensagens semanais e muita sincronia. Ela estudou moda e sempre trabalhou com isso (estamparia, design, textiles). Depois de passar um tempo com a gente no Rio ela se mudou para Luanda, Angola, de onde vem sua família, e lá começou uma linha de biquinis.

      No meio tempo, eu comecei a perceber que tinha dificuldade de achar biquinis e maiôs que gostasse nas lojas (peças dos anos 50 e 70 que eu só achava em lojas de segunda mão). Quando a Ana voltou pra Lisboa há dois anos atrás decidimos juntar forças e reinventar a Muxima, com cortes mais clássicos e materiais sustentáveis!

      Conta um pouco sobre a produção artesanal… onde ela é feita?

      A produção é feita em Portugal onde podemos assegurar a qualidade do produto como também garantir que os direitos dos trabalhadores estão a ser cumpridos. Os acabamentos artesanais são feitos no nosso atelier numa antiga lavandaria de uma quinta em Sintra.

      E o algodão? Como é fazer um produto orgânico e com tanta qualidade num mundo que pede e precisa disso, mas ao mesmo tempo dificulta tanto esse processo?

      Acreditamos que hajam alternativas às fibras sintéticas provenientes do petróleo. Assim como os governos deveriam criar incentivos pra redução de nossa pegada de carbono, nós, os consumidores, também temos essa responsabilidade e podemos agite diariamente. A Muxima, acredita que não acabou aqui. O público é o principal responsável pelas tendências, por isso acreditamos na importância da conscientização coletiva para que o ecológico deixe de ser nicho. Querer um produto ético não é só uma questão política e social, mas a conservação do meio-ambiente é intrínseca a ideia de verão, praia, bem-estar pessoal.

      A Muxima tem alguma loja física além do site (que é lindo!)?

      Por enquanto só vendemos online, e temos muito pedidos na Califórnia, que por sinal é onde vemos a garota Muxima que tanto idealizamos, alguém de bem consigo e com o planeta.

      Uma ideia pura e bonita como tudo que é feito com o coração! 
       

      30.10.17
    • bela como antigamente

      Tem pouco tempo que uma nova onda de cosméticos começou a invadir nossos sonhos com um apelo que misturava muitas coisas irresistíveis. Orgânicos, artesanais, e formulados com óleos essenciais e elementos puros da natureza, a nova era da cosmética vem aliando beleza ao wellness, a vontade cada vez maior de se sentir bem.

      É só entender a beleza com algo que vem do olhar pra dentro, de se aproximar com a sabedoria ancestral que buscava na natureza as respostas pro que o corpo pedia, e trazer de volta uma sensação total de bem-estar através do cheirinho, da textura e do prazer em usar algo feito de forma mais carinhosa e consciente. 

      Mas agora um novo passo parece ter sido dado nessa busca, que vai além da beleza e promete trazer mais delícias pro nosso cuidado geral, marcas que além dos cuidados com o rosto e o corpo sugerem também xaropes, bálsamos e óleos que podem estimular a imunidade, dar um boost de energia e até dar uma forcinha na nossa vida sexual.

      Como é o caso do afrodisíaco Love Cardial, criado pela marca californiana Poppy and Someone, feito com flor de maracujá, canela, cardamomo e outras especiarias usadas pela medicina Ayurveda como a erva indiana Shatavari, o elixir garante mais energia, vitalidade e sensualidade com apenas uma colherada, hmm!
       

      Criada pelas mesmas bandas, a Fat and the Moon também mistura o conhecimento tradicional das ervas pra colar nos mesmos produtos a cura e o bem- estar. A marca também cria beelzuras feitas `a mão, com princípio ético durante toda a produção, da escolha das plantas `a embalagem e desperta desejos com uma gama imensa de produtos que vão desde máscaras, `a hidratantes, passando pela Kooch Quench, um lubrificante feito de cera de abelha, com lavanda e camomila que promete o céu!

      Na mesma linha gostosura e formosura, a inglesa Stripped Skincare nasceu numa pesquisa pessoal pro combate da acne com uma pegada mais natural, sem produtos químicos, conservantes ou material sintético. O resultado tem sido digno de louvores na internet, entre óleos com calêndula e lavanda veganos que melhoram a aparência da pele em dias.

      O futuro da beleza olha pro passado… e nosso corpo e alma agradecem! 

      18.10.17