• Tire suas dúvidas sobre pedidos, trocas e devoluções.
    Atendimento nos dias úteis das 9h as 18h.
  • Receba dicas de estilo, via Whatsapp, para realizar uma compra personalizada!

sua mochila está vazia

      categoria: astral

    • Retiro Espelho de vênus

      Deusa da beleza e do amor na mitologia, Vênus na astrologia é o planeta que revela nossos gostos, valores, o que nos atrai e como atraímos. Então além de nos inspirar a moda, o design e a arte, com os recursos que dispõe nossa Vênus nós seduzimos, sensualizamos, transamos e sentimos prazer. Vênus é, portanto, essencial pra nossa autoestima e superimportante na nossa dinâmica de relacionamento.

      Nesse equinócio da primavera, no fim de semana de 21, 22 e 23 de setembro, vou oferecer meu primeiro retiro, dentro de um projeto chamado Oficina Astral Magia, cuja proposta é um mix de aulas de astrologia + trabalho de corpo + atividades criativas. Assim, vocês poderão não apenas adquirir mais conhecimento, como incorporar o princípio astrológico em questão.

      O tema desse retiro da primavera é Espelho de Vênus, já que a estação das flores é a mais venusiana. Vou reunir um grupo só de mulheres na pousada Vila do Açu, no topo da serra dos Órgãos, na região de Petrópolis (RJ), um paraíso natural entre montanhas, com um rio e uma piscina natural, pra aproveitar os quatro elementos da natureza (terra, água, ar e fogo) e fazer uma bruxaria! O alinhamento cósmico do equinócio, momento em que o dia e a noite têm a mesma duração, é quando o Sol ingressa em Libra, signo regido por vênus, que estará em Escorpião, o signo da transformação. E a lua estará quase cheia!

      Convido vocês a virem comigo nessa experiência única de se olhar no espelho pra reconhecerem sua própria beleza! Enquanto usufruem de uns dias de descanso, aprendem mais sobre nossa musa inspiradora, dançam, tomam banho de sol, mergulham no rio, criam coisas bonitas e libertam o seu erotismo. Os recursos que vou ensinar vocês levarão pra vida. Tudo pra viver com mais amor e criatividade!

      Mais informações e inscrições: mainamello.agenda@gmail.com

       

       

       

       

      15.09.18
    • FARM astral – setembro

      Depois de dois ciclos astrológicos pontuados por eclipses e planetas retrógrados, de muitas revisões, questionamentos internos, desafios emocionais, afetivos, profissionais, ufa! Começa um ciclo pra pôr a casa em ordem! A lua nova em Virgem no dia 9 de setembro vem pra trabalhar o foco, organização, planejamento, colocar em prática as decisões e a vida andar pra frente outra vez! Se a coisa já não vem pronta, se podemos ter alguma dificuldade maior, é em lidar com nossa sensibilidade – afinal, estamos cansados das sacudidas que levamos, e um pouco desiludidos também. Mas sonhar é alimento pra vida – tudo começa no sonho, na imaginação e no desejo, pra só então ganhar corpo!

      Mercúrio não só já está direto, como vai passar a maior parte do mês em Virgem, signo que rege e funciona superbem. Pensamento afiado, atenção aos detalhes e capacidade de articulação ajudarão a melhorar a qualidade dos diálogos. A gente se entender melhor é o primeiro passo pra se entender melhor com os outros. Então é o momento de fazer aquela autoanálise, buscar as terapias e tratamentos que podem nos ajudar, aproveitando que Virgem é um signo de saúde! E falando em entendimento, temos sempre que olhar pro Marte, que é o planeta de ação, que acionamos pra batalhar pelas nossas conquistas mas com que entramos numas brigas também. Nos últimos dois meses com Marte retrógrado, já encaramos muitos conflitos, tantos que agora, com ele já em movimento direto, estamos mais preparados pra colaborar uns com os outros, não estamos? Quero muito acreditar que sim. Marte em Aquário a partir do dia 10 tem a força revolucionária da união de forças, da coletividade, da inovação, da quebra de padrões, tudo isso a que o mundo resiste pelo medo do novo, sempre desconhecido… e estamos querendo muito uma vida nova!

      Vênus, planeta da beleza, da atração, dos gostos e valores, do sexo!, entra em Escorpião junto com a lua nova, pra mexer beeeem com o nosso desejo… haja intensidade! E vamos ter que ser bem delicados com isso, porque Vênus vai retrogradar do início de outubro até meados de novembro. Vamos falar sobre isso no próximo Farm Astral, mas por ora saibam que será como uma prévia de como precisamos transformar nossa afetividade e nossas relações pra viver com mais prazer. Porque ainda falta alguma coisa no nosso íntimo… Em setembro tem o equinócio da primavera, estação das flores, tão venusiana, tão inspiradora! Será na virada do dia 22 para o 23, quando o Sol entra em Libra. E tudo isso vai culminar logo em seguida, no dia 24, com a lua cheia em Áries extravasando nossas paixões! Não brinquem com fogo, crianças!

      Que a esperança seja sempre nossa companheira presente. O futuro se faz aqui e agora. Muito amor pra nós!

       

      10.09.18
    • Novidadinhas da Semana

      O fim de semana tá chegando, e com ele vem as novidadinhas do adoro pra você ficar por dentro dos melhores rolês!
      Vem ver!

      RJ

      Luedji Luna chega ao Circo Voador com a turnê Um Corpo no Mundo, acompanhada da mesma banda que a acompanhou na gravação do álbum. O show rola nessa sexta! Bora?

      Luíza Boê e Gabriela Garrido se apresentam nesta sexta, dia 31, na Audio Rebel. Luíza acaba de lançar o primeiro álbum 100% autoral, e Gabriela apresenta as músicas de “Entre”, seu trabalho mais recente. Vamos?

      – Última chamada pra quem quer ver a peça Navalha na Carne. A montagem encerra a temporada neste fds no Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues, de quinta à domingo, às 19h.

      SP 

      – A festa Ressaca do Tim vai tomar conta do Miscelânea Cultural! A banda de Qubrada vai tocar neste sábado os grandes clássicos do síndico, além de sucessos dos reis do suingue, como Jorge Ben Jor, Simonal, Seu Jorge, etc. Partiu?

      – Imperdível! Destaque no rap nacional, Black Alien comemora 25 anos de carreira com show gratuito no Centro Cultural da Juventude neste sábado.

      BH

      – O Pôr do Sol da Juventude Bronzeada leva o melhor da música baiana para o São Bento, em Belo Horizonte. A banda da festa começa a tocar às às 17h30, bem no cair da tarde. Só vamos!

      Recife 

      Essa é pra quem curte ritmos latinos! Domingo, dia 2, é dia de Cubana, no Clube Bela Vista. A festa, de mais de 25 anos, une diversas gerações que curtem salsa, gyaracha e cumbia.

      Bora?

      30.08.18
    • Conexão lunar com a Bebel Clark

      A gente acabou de lançar a lookbook novo, Fases da Lua, que celebra a energia dos ciclos lunares – nova, crescente, cheia e minguante, e a relação desses períodos com a nossa alma, nosso corpo e a nossa natureza feminina. E pra dar ainda mais vida a essa história, convidamos a Bebel Clark, nossa super parceira da coleção – e de sempre, pra nos inspirar a nos conectar ainda mais com céu e a lua de cada dia. 

      A Bebel, que é terapeuta, comunicadora e estudiosa do Feminino Essencial conta pra gente sobre o poder e as influências da Lua na vida dela e na vida de todas nós, mulheres. Deixa a intuição fluir e sente essa energia boa!

      Desde pequena eu tenho uma ligação profunda com a Lua. Me lembro dos momentos em que olhava para o céu à noite, vidrada na beleza da lua e das estrelas. A vida me fez canceriana, e por isso, ainda por cima sou regida pela Ela. Cíclica, emotiva, intensa, romântica, amorosa, cuidadora, chorona… enfim.

      A Lua é importante desde que o mundo é mundo. Os antigos calendários eram lunares (o mês durava de uma lua nova até a outra), cada quarto durava uma semana e havia treze lunações (ciclos da lua) em um ano. Ela costuma influenciar o plantio, a colheita, as estações, o tempo, a caça, a pesca, as plantas, árvores, animais e divindades.

      A Lua também representa o princípio feminino, a fonte da vida, a intuição, o inconsciente, as energias psíquicas, e rege não somente as marés, mas todas as nossas águas, inclusive as internas, como as emoções e a menstruação.

      Através de suas fases, ela reflete as mesmas flutuações que acontecem no nosso corpo e na nossa mente.
      Nós mulheres precisamos nos conectar com nossa natureza lunar, e (re)lembrar que ela é parte essencial dos processos naturalmente cíclicos que nos acontecem. O corpo feminino é lunar, a Lua rege seios, ovários, útero, menstruação e gestação.

      A cada semana, uma fase distinta da Lua nos traz a possibilidade de termos consciência sobre nós mesmas e o que sentimos. Saber como elas nos afetam e como podemos fazer bom uso destas energias lunares é um passo importante:

      LUA NOVA
      momento de plantar sementes, intenções, refletir sobre o que queremos neste novo ciclo mensal. Escuridão da Lua reflete o convite a olharmos para dentro.

      LUA CRESCENTE
      período de expansão, vitalidade, crescimento, realização dos sonhos, criatividade, energia.

      LUA CHEIA
      tempo de celebração, sociabilidade, cuidado, alegria, extroversão, beleza, autoconfiança, amorosidade.

      LUA MINGUANTE
      hora de se recolher, silenciar, meditar, descansar, separar o joio do trigo, refletir sobre o que foi bom e o que não foi no mês que passou.

      É vital para todas nós equilibrar Sol e Lua dentro de nós, princípios de razão e emoção, pensamento e intuição, aprendendo a nos cuidar mais e melhor, nos honrar e respeitar nossos tempos, ritmos e flutuações na medida do possível dentro de nossas rotinas.

      Um dos recursos valiosos para se conhecer melhor é a astrologia. No seu mapa natal, você pode verificar onde fica a sua Lua de nascimento, que representa as suas emoções e a forma como você lida com sua parte emocional.

      Você também pode dançar, escrever, pintar, meditar, bordar, ler, participar de círculos e retiros para mulheres, praticar yoga, fazer um diário sobre seu ciclo menstrual, cuidar de animais, crianças e plantas, ter uma horta em casa, buscar hobbies que te dêem prazer e relaxamento, anotar seus sonhos, partilhar com outras mulheres sobre suas vidas e fazer terapias para sua própria integração (incluindo tratamentos naturais e holísticos como florais, aromaterapia, homeopatia, reiki, acupuntura, pranaterapia, cristais, fitoterapia).

      Se conhecer é uma jornada eterna. Unidas vamos mais longe, abençoadas pelo poder da Lua!

      Bebel Clark 

      Entender e explorar a conexão Lua e suas fases é uma das tantas formas através da qual a gente pode caminhar aos poucos em direção ao nosso autoconhecimento e a uma relação mais verdadeira e essencial com o mundo a nossa volta. 

      Aproveita e vem acompanhar o trabalho potente da Bebel:
      instagram: @bebelclark
      youtube: /bebelclark
      facebook: /bebelclarkessencial
      e-mail: bebelclarkessencial@gmail.com

      02.08.18
    • Nossa feira orgânica

      Imagina um dia de sol e aquela vontade boa de fazer um almoço com alimentos fresquinhos e orgânicos pra família. A gente pensa logo em ir a uma feira que esteja rolando pelo bairro ou pela cidade, né? A gente ama tanto que pensamos em trazer aqui pra dentro, no nosso jardim, uma feira orgânica pra chamar de nossa! 

      Quem é do Rio ou vem visitar a cidade, já deve ter descoberto uma das feiras xodós que fazem parte do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas, são 21 espalhadas por vários bairros. E agora, vai rolar uma especialmente pro nosso time do escritório, na próxima semana! A galera vai poder levar pra casa frutas, verduras, legumes e produtinhos sem agrotóxicos e com muito amor!

      A gente bateu um papo com o Marcos Melo, gestor do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas e diretor da Essência Vital que é responsável por 8 feiras do circuito, pra contar porque é tão bom e saudável fazer parte desse movimento!

      Marcos, conta pra gente, como surgiu a ideia das feiras orgânicas no Rio?

      O movimento pela criação de feiras orgânicas no Rio vem das décadas de 70 e 80 com o esforço de grupos ecologistas que iniciaram a produção orgânica na região serrana. Através de organizações de agricultores, agrônomos e moradores do campo e da cidade surgiu a primeira feira orgânica no Rio em 1994, na Glória.
      Mas foi só em 2010, com a chegada da feira orgânica do Bairro Peixoto, em Copacabana, que o chamado Circuito Carioca de Feiras Orgânicas (CCFO) tomou forma com o apoio da Prefeitura enquanto projeto oficial de política pública por meio de um decreto municipal.

      O Circuito permitiu o desenvolvimento de uma tecnologia social que pode ser replicada em diversos lugares, com regras específicas pro funcionamento e comercialização dos alimentos orgânicos. Um projeto único no Brasil!
      Hoje o Circuito possui 21 feiras orgânicas, com quatro organizações gestoras e está ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI), da Prefeitura do Rio.

      E além das feiras orgânicas do Circuito, essas organizações gestoras realizam projetos especiais e pontuais em ambientes privados como shoppings, empresas – a FARM <3, e eventos com forma de abrir novas frentes, criar canais alternativos de venda pros agricultores, ampliar e democratizar o acesso de público e fomentar o setor.

      – Em tempos de agrotóxicos e questões que dificultam o acesso à alimentação saudável, como você percebe o papel das feiras orgânicas?

      Diferente das feiras comuns, as feiras orgânicas têm os agricultores, empreendedores formais e alimentos 100% certificados como livres de agrotóxicos. Isso significa que pra que uma feira possa ser chamada de orgânica são necessários muito cuidados e valores agregados. Isso traz diversos benefícios pra todo mundo!

      Como dito, o Circuito Carioca de Feiras Orgânicas é um projeto de política pública voltado para o apoio e fomento da agricultura familiar dedicada à produção de alimentos orgânicos com certificação. Isso permite a fixação e sustentação socioeconômica dessas famílias no campo. Esse então é um dos primeiros e mais valiosos papéis desempenhados pelas feiras orgânicas: a inclusão e preservação dos nichos familiares no campo. Isso evita o êxodo para as cidades.

      Um segundo papel muito importante é sobre a prioridade da venda direta ao consumidor. Toda a parte de alimentos in natura produzidos localmente é vendida diretamente pelos agricultores e seus familiares, que se deslocam de suas terras nas madrugadas de véspera. Desse modo, nas feiras orgânicas do Circuito não existe a figura do atravessador que predomina nas feiras comuns. Isso também diferencia as feiras orgânicas dos grandes mercados que visam maximização de lucros.

      A venda de alimentos orgânicos in natura e processados vindo de outros estados é limitada nas feiras orgânicas e permitida apenas para um mix de produtos pro consumidor e são realizadas por parceiros microempreendedores formais.

      Todo o trabalho possui uma visão sistêmica. Do cultivo da terra com preservação da biodiversidade sem o uso e contaminação de agrotóxicos até a ponta final com preços mais acessíveis ao consumidor, tudo se diferencia. As feiras orgânicas são nossa esperança de um futuro mais saudável, justo e sustentável, elas são insubstituíveis!

      – Quem ainda não conhece as feiras orgânicas pode se questionar em relação ao preço dos alimentos. Mas a gente sabe que essa conta vira na verdade um investimento em saúde, né? Quais as medidas pra, aos poucos, mudar a consciência da população?

      É importante a gente sempre ter em mente a diferença entre preço e valor. Preço é o que pagamos em moeda pelo alimento. Valor é tudo aquilo que o alimento agrega desde sua semeadura até sua venda ao consumidor. O preço dos alimentos orgânicos é formado por um conjunto expressivo de valores agregados, que não existem nos alimentos comuns. Não há como comparar um alimento cultivado com enormes cuidados ambientais com outros que degradam nosso meio ambiente e envenenam nossas famílias. Existe uma falsa economia com os alimentos convencionais. O custo à saúde com o consumo de alimentos cultivados com agrotóxicos no final é enorme.

      Mas entendemos que a diferença de preços afeta e leva o consumidor a fazer escolhas. O Brasil possui um grave problema de distribuição de riquezas e de renda e isso, sem dúvida, é um fator que dificulta o acesso da população aos alimentos orgânicos que possuem maior qualidade em decorrência dos cuidados e valores que agregam. O maior dos problemas está na renda e não no preço do alimento orgânico. É claro que também existem outros problemas como, por exemplo, falta de escala (pequena produção orgânica no país), alta tributação e especulação por parte de mercados oportunistas, três fatores que elevam o preço final dos orgânicos aos consumidores. Mas nas feiras orgânicas podemos atenuar alguns desses gargalos, melhorar os preços e facilitar o acesso aos orgânicos.

      Ao contrário do que é possível imaginar e diferentemente do que ocorre em grandes mercados, os preços praticados nas feiras orgânicas são mais justos. Diante de tantos esforços para fazermos chegar até a sociedade alimentos com a certificação de uma produção sustentável e puríssima, 100% livre de agrotóxicos, o que se cobra nas feiras é o que o alimento vale. E nas feiras ainda há a possibilidade de conversas e descontos na hora de pagar que não existem nos mercados comuns.

      Todos no setor orgânico tentam realizar um constante trabalho de educação junto à população, mas isso deveria contar com um forte apoio de nossos governantes. Enquanto isso não acontece, as feiras são nossos melhores espaços de diálogo e por meio delas realizamos esse trabalho pedagógico instrucional com a população.

      Com o tempo entenderemos que caro mesmo é consumir alimentos que poluem nossas águas, degradam nossas terras, envenenam nossos agricultores e famílias, geram doenças degenerativas, exterminam nossa biodiversidade e só enriquecem a indústria dos agrotóxicos.

      O alimento orgânico puro, nunca deve ter seu preço percebido como custo, mas como investimento que cuida de nosso meio ambiente e de nossa saúde.

      Consumir alimentos orgânicos é então um cuidado com a nossa saúde e a de quem a gente ama, por isso, não poderíamos deixar de trazer pra dentro da nossa casa que é a FARM, uma feira orgânica especial pra galera de dentro. A expectativa por aqui tá a mil e por aí?

      Estamos muito felizes com a oportunidade dessa parceria! Acreditamos que a FARM esteja fazendo história e dando um grande exemplo de responsabilidade socioambiental e de cuidado com a saúde e bem-estar daqueles que atuam na empresa. Queremos que dê certo e que todos abracem com carinho a feira orgânica para que se torne fixa, um momento de celebração e alegria.

      Vai ser uma felicidade só mesmo! E pra galera de fora… quais os bairros o Circuito ocupa e como saber mais infos sobre esse roteiro?

      Atualmente o Circuito Carioca de Feiras Orgânicas conta com 21 feiras em bairros cariocas. Para ter acesso a lista completa dos endereços é só acessar o mapa de geolocalização. Nossa organização Essência Vital é responsável pela gestão de oito dessas feiras do Circuito, que ocorrem nos bairros Botafogo, Flamengo, Laranjeiras, Urca, Leme, Gávea, Tijuca (Praça Xavier de Brito) e Grajaú. Temos uma página bem bacana no facebook, é só acompanhar a gente por lá!

      Saúde, cuidado e conhecimento andam sempre juntos! Escolhe a feira mais pertinho de você e vai lá experimentar as delícias orgânicas. Já já a gente conta como foi a nossa feira por aqui, fica de olho <3

      31.07.18
    • cristais – limpeza e benefícios pro feminino

      Natureza Feminina tem tudo a ver com intuição, cura natural, conexão com a própria natureza e o universo que nos rodeia, por isso, convidamos a Malu Lobo, terapeuta cristalina, formada em ayurveda e mestre em aromaterapia e aura-soma pra contar pra gente como fazer a limpeza dos cristais e pra falar sobre a relação entre alguns cristais e a natureza feminina.

      A Malu foi uma das oficineiras da nossa convenção e guiou a galera na oficina “cura cristalina – harmonizando corpo, mente, emoção e espírito com o poder dos cristais”. Nesse dia abraçado por um tanto de energia boa, aprendemos sobre o poder dos cristais e o reequilíbrio energético através do uso deles. Também rolou um papo sobre o uso dos Yoni Eggs – cristais que trabalham a cura de memórias uterinas -, na manifestação e no empoderamento da energia feminina.

      Bateu uma super vontade de ficar por dentro desse universo? Então aproveita seu encontro com a própria intuição e vem sentir a energia com a Malu, que conta agora pra gente como fazer a limpeza dos cristais em casa e ainda deu a dica das pedras que despertam a energia do feminino. É conexão pura! Fala pra gente, Malu <3

      “É chegada a hora em que mais uma vez aqueles encarregados de curar e trabalhar pela iluminação avançarão e usarão os cristais e as pedras como recursos para trazer à Terra um novo raio, um novo caminho e uma nova raça. Os cristais e as pedras fazem, em grande medida, parte da transformação planetária da qual todos nós participamos. Seja qual for o meio escolhido para utilizá-los, faça-o de modo ético e consciente”.

      Esse trecho é da Katrina Raphael e tem tudo a ver com esse momento 🙂

      CRISTAIS – GEMAS DA TERRA – MEDICINA DA TERRA
      Os cristais são uma estrutura organizada que difundem e potencializam luz. Todo cristal puxa e passa energia por sua estrutura, qualificando-a e devolvendo-a melhorada.

      A nossa tendência, quanto mais ficamos doentes e tristes, é reforçar a energia da forma assimétrica. Quando olhamos para qualquer forma bonita (natureza, cristais, arte, etc) nos curamos. Quando vemos a estrutura de um cristal percebemos que viemos aqui para ser luz. Quando olhamos para um cristal nos vemos, pois o cristal retrata o nosso modelo original, aquilo que estamos caminhando para ser – um Ser de luz.

      Terapia Cristalina (Crystal healing)
      É a modalidade de healing que trabalha com a geometria sagrada e a frequência cromática do reino mineral para equilibrar o corpo físico, mental, emocional e energético.

      Influências adversas sobre as funções normais do corpo, da mente e consciência podem ser revertidas através do uso das gemas.

      As pedras e gemas são manifestações exteriores de determinadas formas de energia e esses materiais contêm receptáculos de energia prânica que podem ser utilizadas para propósitos curadores.

      O cristal, quando em contato com nosso corpo, lapida nosso Ser, organiza e amplifica nossa energia. Por isso, são poderosos aliados no nosso dia-a-dia.

      Limpeza
      – Para limpar seus cristais basta lavá-los em água corrente. Coloque-os numa peneira, pingue 3 gotas de óleo essencial de lavanda e deixe a água correr. Pode também lavá-los na água do rio e do mar. Água da chuva também limpa a energia e eles adoram.

      – Pode também usar a fumaça da sálvia branca e do palo santo para limpar seus cristais.

      – Após lavar deixe-os pegando a luz do sol e da lua por 3 dias antes de usar.

      Se um cristal quebra coloque-o num vaso com terra, mas nunca jogue-o fora, ok?

      NATUREZA FEMININA E OS CRISTAIS
      Quando falamos em feminino, nos referimos ao nosso lado receptivo, acolhedor, intuitivo, amoroso, na nossa energia yin. Essa energia é potencializada quando captamos o Soma da lua. Determinados cristais potencializam essa energia quando usados em contato com nosso corpo.

      DRUSA / Agregado de Cristais
      É a origem de todos os cristais. Apresenta alta carga energética. É ótima para recarregar outros cristais, amuletos, talismãs, etc – tudo que colocamos dentro da drusa está num campo energético de altíssima freqüência.
      A Drusa está relacionada à harmonização de pessoas, pois simboliza a relação harmoniosa sua com todas as pessoas que têm que conviver. Deve ficar no lugar da casa onde a maioria das pessoas costumam conviver juntas.

      BOLA DE CRISTAL
      A bola de cristal é usada estimular o lado direito do cérebro, ativar criatividade e intuição

      Dica de exercício com a sua bola de cristal
      Sentar-se em posição confortável.
      Apagar as luzes e acender uma lanterna.
      Apoiar a bola de cristal na boca da lanterna, inspirar e elevar a bola até a altura do 3o olho.
      Fechar os olhos e abrir.
      Olhar para um ponto fixo no interior da bola.
      Esse exercício amplia a glândula pineal e a intuição. É só acreditar!

      RUBI – CHÁKRA BÁSICO
      É o cristal da juventude, jovialidade – Os antigos consideravam o Rubi, como o sangue da Terra que representava a força do amor e da vida. O Rubi refaz nossa conexão com nosso reservatório de energia, ativa e vitaliza o corpo através da ação do fluxo sanguíneo. Trabalha a auto-estima e a energia Shakti (feminina).

      ÁGATA – CHAKRA GERADOR
      A ágata é o cristal que registra toda a evolução da humanidade, por isso sua relação com todo processo de evolução e transição. A ágata ajusta o nosso relógio biológico nos ajudando a passar por esses processos de transição, como menarca, maternidade e menopausa. É um cristal que estabiliza o campo feminino, pois estabiliza os ciclos, os hormônios, a lua. Muito importante para harmonizar todas as fases do sagrado feminino donzela, mãe e anciã.

      PEDRA DA LUA – CHAKRA GERADOR
      A pedra da lua faz conexão com a energia da lua com o aspecto feminino da natureza emocional. É a pedra dos ciclos femininos. Alivia os sintomas da TPM, as dores da mestruação e os sintomas da menopausa. Nos conecta com a energia da Lua, despertando nossa intuição.

      QUARTZO ROSA – CHAKRA CARDÍACO
      É a pedra fundamental do chakra cardíaco. Representa o Amor Incondicional, e acende a chama rosa desse amor nos corações. Acalma a mente e as emoções. É a pedra do colo, sua principal atuação é suavizar, apaziguar, aconchegar e acolher. Potencializa a energia do amor, do auto amor e do amor pelo próximo e por todos os Seres.

      ÁGUA MARINHA- CHAKRA LARÍNGEO
      Sua energia representa a capacidade de verbalização, a expressão da verdade interior e universal através do poder da palavra falada. Relaciona-se também intimamente com a essência angélica de cada ser. Reduz o estresse e acalma a mente. Ativa a intuição e abre a clarividência. Junto com o quartzo rosa é uma das pedras mais calmantes.

      AMETISTA – CHAKRA FRONTAL 
      É a pedra da transformação e da renovação. Indicada para qualquer situação de perda, pois de forma sublime comunica que não há morte, apenas transição e troca de formas. Limpa a aura de energias negativas, eleva espiritualmente melhorando nossa qualidade energética.

      Agora é só fazer seu acreditar, seguir sua intuição e deixar a energia boa fluir! 🙂

      30.07.18
    • Isso é re-FARM: iniciativas que a gente <3

      Você já sabe que o re-FARM é a nosso primeiro projeto com foco em sustentabilidade e reaproveitamento de matéria-prima, né? Juntas e juntos, a gente vai caminhando em direção ao reduzir, repensar, reutilizar e reciclar! Dentro desse projeto, duplamos com outras iniciativas importantes pro bem-estar do planeta como o Nosso Tecido e o Banco de Tecidos. Tá lindo de ver e fazer parte dessa transformação! 

      BANCO DE TECIDO

      O Banco de Tecido é um espaço onde tecidos de sobras de criação ganham a chance de serem usados em novas roupas e itens desenvolvendo uma cadeia de produção mais sustentável. Além de venda dos tecidos, o banco também funciona com o modelo de crédito no qual você deposita seu tecido antigo e pode tirar novos. Olha que demais!

      Por lá, eles oferecem uma solução criativa para quem está buscando se adequar à Política Nacional Brasileira de Resíduos Sólidos – é assunto sério, viu? Assim, o projeto é um sistema inclusivo e circular que transforma atores da cadeia têxtil em usuários ativos. Interconectados, todos eles impulsionam um ciclo sustentável, com reflexos sociais, econômicos e ambientais. Uma colaboração e tanto!

      Além de funcionar como uma loja, o Banco é também um local de encontro, onde as pessoas podem trocar conhecimento sobre tecidos e seus usos. É ou não é uma iniciativa pra apoiar? <3

      Por enquanto, são 3 unidades do espaço: São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. E a gente fica na torcida pra que essa ideia se espalhe pelo Brasil todo!

      FARM + Banco de Tecidos
      Xô disperdício de matéria-prima! Nos juntamos ao espaço doando rolos de tecidos que não seriam mais utilizados na nossa fábrica. Nessa primeira doação foram mais de 200kg de tecidos que vão ganhar vida nova pra muitas pessoas que criam com amor!

      NOSSO TECIDO 

      O Nosso Tecido é uma startup que tem o propósito sustentável de fazer a ponte entre a indústria têxtil e o consumidor final, que pode ser você aí que tá lendo 🙂 Através da venda dos tecidos adquiridos, eles contribuem pra moda circular permitindo que cada metro ganhe um novo significado.

      Colaborando com o e-commerce do projeto, profissionais, pequenos empreendedores, estudantes de moda, costureiras, oficinas e artesãos contribuem pro futuro da moda mais sustentável dando vida nova a toda essa matéria-prima que seria inutilizada. Demais, né?

      FARM + Nosso Tecido

      Duplamos com a galera do Nosso Tecido e doamos mais de 300 rolos de tecidos doados totalizando mais de 3000 metros de tecido que podem virar blusas, calças, objetos artesanais, brinquedos e tantas outras coisas que a imaginação permitir!

      Ah, esse sábado, o pessoal do Nosso Tecido preparou um evento de lançamento super bacana da chegada dos tecidos doados pela FARM por lá, pra galera sampa conhecer e escolher os cortes favoritos. Vem ver o evento e cola lá!

      Mulheres do Sul Global

      Essa é uma iniciativa que é amor e empoderamento do ínicio ao fim! O Mulheres do Sul, projeto da Emanuela Farias, promove a liberdade econômica de mulheres refugiadas através do ofício da costura, com o desenvolvimento de jornadas empreendedoras e redes de trabalho com valorização das identidades e conexões entre as diferentes culturas. E claro, não poderíamos deixar de colaborar com um projeto tão potente! Vamos contar já já sobre essa história toda 🙂

      Isso tudo é re-FARM e ainda vem muito mais por aí! A gente tá só no começo do caminho por um mundo mais colorido, colaborativo e sustentável! Aproveita e vem ver a nossa coleção re-FARM re-ROUPA 

      27.07.18
    • re-FARM re-ROUPA, coleção nova

      Tem coleção nova de re-FARM re-ROUPA no ar! Lembra que lançamos a parceria ano passado? Ela voltou com tudo com várias peças que ganharam vida nova a partir do upcycling, afinal, transformar é urgente. 

      Nos unimos à Gabi Mazepa, do Re-Roupa, pra criar novas peças FARM a partir dos nossos próprios resíduos de tecido: roupas com pequenos defeitos, retalhos de corte e sobras de matéria-prima e aviamento foram garimpados pra dar vida à coleção da parceria.

      Essa é uma das iniciativas do projeto re-FARM, nossos primeiros passos pra gente repensar, reduzir, reutilizar, reciclar. Juntos! 

      Nessa edição, nos unimos ao Instituto Alinha no desenvolvimento de cada peça: lenços, calças, camisas, bombers… Tudo com muita cor do jeito que a gente ama! 

      Você já parou para pensar quem fez suas roupas? Qual a condição de trabalho dessas pessoas? O Alinha é um negócio social focado na melhoria das condições de trabalho e de vida de costureiros e costureiras. Além de ajudar as oficinas de costura a se tornarem alinhadas com segurança, recursos, legalização… conectam confecções e estilistas interessados em contratar uma oficina garantindo preços e prazos justos. Tudo gratuito! Demais, né?

       

      As peças do re-FARM re-ROUPA são feitas à mão, uma a uma, com um mix original de estampas. Ou seja, cada peça é única. E nessa história boa já reaproveitamos mais de 2.000 metros de tecidos e centenas de peças juntos. Um orgulho e tanto de estar fazendo nossa parte pelo bem-estar do planeta 🙂

      Agora que você já tá por dentro de tudo, vem junto com a gente nessa! A coleção tá uma explosão de criatividade, cor, alegria e claro, respeito ao nosso meio-ambiente <3

      Vem ver a novidade no site e nas lojas selecionadas:
      FARM ipanema
      FARM centro II
      FARM rio sul
      FARM rio design barra
      FARM village mall
      FARM harmonia
      FARM higienópolis
      FARM villa lobos

      18.07.18
    • Cura Natural – Gio, Sotaques FARM

      A natureza é fonte de descobertas, conexão e até cura de dentro pra fora. Nem sempre é fácil entender por onde a gente pode começar pra reconhecer os poderes que as plantas, as flores, as frutas… têm na nossa alma e no nosso corpo. Por isso, ler e se inspirar ajuda muito!

      A Gio Simões que é de Recife e faz parte do Sotaques FARM conta pra gente um pouquinho da energia boa que ela vem descobrindo através da cura natural. Olha só!

      Há pouco mais de um ano deixei o centro de Recife para morar no meio do mato, na fazenda onde passei boa parte da minha infância. Tomados pela energia natural daqui, eu e meu marido não conseguíamos mais nos imaginar em qualquer outro lugar. Quando uma mulher artista vive em comunhão com a natureza e se dispõe a ser dela instrumento de criação, sua intuição desperta. Aqui, eu comecei a ouvir a minha.

      Estimulada silenciosamente por esse lugar tão poderoso, passei a criar uma série de imagens intuitivas em diálogo com ele – um emaranhado entre fotografias, colagens e pinturas -, e aos poucos sentia que me tornava cada vez mais parte integrante de todos os elementos vitais desse entorno natural. Passei a estudar e buscar uma maior compreensão dos mistérios das ciências ocultas e iniciei uma jornada mágica de autoconhecimento e cura aprendendo com os melhores mestres: a água, a terra, o fogo, o ar, a Lua, o Sol, os animais e alguns seres elementais.

      O processo de reconhecer e honrar minha divindade interior, assim como as divindades em cada ser vivo ao meu redor, me fez desenvolver meus próprios rituais de transformação.

      No meu jardim – minha farmácia natural -, é meu corpo que encontra cura.

      Já descobri aqui mais de 40 espécies de plantas medicinais que podem ser usadas com infinitas possibilidades em diversas terapias. Pouco a pouco, venho estudando cada uma, suas propriedades curativas, seus efeitos no corpo, indicações, diferentes formas de uso. Não tenho a pretensão de me tornar uma especialista em fitoterapia, vendo os resultados positivos que venho colhendo, acredito na importância de compartilhar e passar adiante o que aprendo.

      Escolhi aqui do meu jardim três ervas medicinais de energia feminina e com qualidades curadoras:

      Lavanda
      Além do perfume delicioso, seu óleo essencial é muito útil no tratamento de pele, com propriedades cicatrizantes e regeneradoras. A Lavanda atua bem em todos os chakras no corpo físico, mental e espiritual. Promove profundo relaxamento, aliviando a energia física e mental. Calmante e ansiolítica, ela também favorece o sono. Energeticamente a lavanda traz paz interior, nos ajuda a desenvolver o potencial empreendedor e a ter uma visão estratégica da vida. Quando defumada, seu aroma é um atrativo feminino, deixa o lar mais suave, limpa, purifica,favorece o romance e o bem-estar da família.

      Formas de uso: Infusão(chá), compressa, escalda-pés, cremes, inalação, vaporização, defumação, banho quente e massagem com óleo essencial.

      Camomila
      Energeticamente a camomila age no coração dissolvendo mágoas, o ódio e promovendo a consciência do perdão, além de afastar pensamentos negativos. Ela restabelece a esperança e a fé, eliminando o estresse emocional. Possui propriedades anti-inflamatórias benéficas e para a pele em casos de irritações, alergias, coceiras e picadas de insetos. Também indicada para aliviar a TPM e outros distúrbios menstruais. Melhora o sono e a qualidade dos sonhos.

      Formas de uso: Infusão(chá), compressa,banhos de assento, inalação, vaporização, defumação, banho quente e massagem com óleo essencial.

      Artemísia
      A queridinha da minha horta farmacêutica! Ela atua na harmonização do sexto chakra (terceiro olho), associado com a intuição. É também considerada uma planta mágica, poderosa e muito ligada a energia feminina, sagrada para os orientais e chamada de “Erva das Bruxas”, “Erva da Lua” ou “a Deusa das planas”, ligada à Deusa Ártemis, das florestas e da caça. Excelente diurético, regulariza o funcionamento do estômago, fígado, rins, bexiga e pulmões, sua melhor amiga durante o ciclo menstrual, ameniza cólicas, sintomas de menopausa e quase todas as doenças ligadas ao ciclo feminino.

      Formas de uso: chá, banho, defumação, massagem com óleo essencial, e vaporização do útero.

      Muitas são as maneiras de desencadear e libertar os poderes inatos de regeneração e cura. Mas é sempre importante a gente levar em consideração o nosso estilo de vida e modo de estar no mundo para que realmente as mudanças ocorram. Acima de tudo, é preciso acreditar no seu próprio poder de cura interior, e nunca, nunca parar de buscar. O caminho é longo, mas gratificante! 

      16.07.18
    • o feminino de cada signo

      Na astrologia, as distinções entre feminino e masculino seguem o mesmo sentido do yin e do yang do Tao (que significa “caminho”): são energias complementares, as forças receptiva (yin) e ativa (yang) que compõem tudo no universo. Assim como podemos dividir os signos em elementos, também os dividimos entre feminino e masculino. Os signos yin são os do elemento água e terra, e os yang, de fogo e ar.

      Todos nós temos todos os signos no nosso mapa astral. Ou seja, todos somos feitos de yin e yang. Essas energias vão muito além das questões de gênero, que o mapa individual nem distingue – não dá pra afirmar se o mapa é de uma mulher ou de um homem se não soubermos de quem é. A composição das duas forças varia pra cada um e pode ser experimentada de jeitos muito criativos. Tanto é que podemos até ser transexuais! Quão maravilhoso é isso?

      Estamos aqui buscando inspirações astrais pra nossa natureza feminina. E o que é essa natureza? Ela é sempre receptiva, porque germina as sementes da vida – o que não quer dizer que seja sempre passiva e não seja também ativa, até porque ela mesma é fertilizadora na dinâmica da criação. Porque mesmo no yin, há o yang! O masculino é a força que põe tudo em movimento, que inicia, que conquista, que dá aquela sacudida, e as mulheres também têm essa potência pra fazer o que bem entenderem, pra buscar por sua própria conta aquilo que querem realizar e cultivar. Não se é mais mulher porque se tem menos yang e nem se é mais homem porque se nega o yin. A imagem lindíssima que representa isso é aquele círculo metade branco metade preto com uma ondulação no centro indicando movimento e duas bolinhas da cor inversa em cada uma das partes. Conseguem visualizar a interdependência? Um não existe sem o outro!

      Vivemos no planeta Terra, feito por mais de 71% de água! Os dois elementos femininos predominam na nossa natureza, mas eles só existem porque somos iluminados pelo Sol. Se não recebêssemos a yang luz solar dessa forma equilibrada – nem demais, nem de menos -, a Terra seria estéril. Isso já diz bastante sobre a nossa experiência de vida aqui na Mãe Terra ser tão emocional. Em outras palavras, estamos aqui pra aprender a amar!

      Então quando falamos do feminino de cada signo, seja este um signo mais yin ou yang, entendemos que essa é uma força afetiva, que é a disposição em acolher, cuidar, nutrir, se envolver, amar! E tem muita forma de amar, né?! Então eu convido vocês a se aprofundarem nessa jornada zodiacal pela natureza feminina e amorosa <3

      ÁRIES
      No primeiro signo do zodíaco, a energia feminina se mostra proativa. Como signo regido por Marte, o seu yin é mais yang. Não é do tipo que sugere, mas que deixa bem clara a sua intenção. Não gosta de esperar, mas de estimular. O amor pra Áries é um jogo em que nasceu pra vencer, e cujo prêmio é o êxtase! Fogos de artifício, paixão, vermelho! Atraída pelo desafio, a energia feminina de Áries é objetiva: eu gosto disso, eu quero você. São mulheres guerreiras, excitadas, conquistadoras!

      TOURO
      A energia feminina de Touro é muito venusiana, já que Vênus é seu planeta regente. E como signo do elemento terra, Touro é bem yin na sua receptividade: acolhe, protege e nutre. Tem os cinco sentidos do corpo bem sensíveis, uma coisa de pele, de cheiro, de gosto. Por isso gosta não só de usufruir da própria sensualidade, como também de se aproximar dos outros de um jeito convidativo. E aí a beleza tem seu pedestal! São vaidosas as taurinas, mas também muito queridas; pura sedução!

      GÊMEOS
      Gêmeos tem uma energia interativa que responde ao ambiente e às pessoas. Um pouco yang, porque é curiosa e vai atrás; um pouco yin, porque é flexível e se adapta. Fertilidade pra Gêmeos é manter a troca rolando e a vida em movimento! Mesmo sendo bem ligadinha nos estímulos circundantes, por ser um signo de ar, essa energia é mental. Trazendo isso pro feminino, temos o jogo das palavras, as entrelinhas entre o que se diz e o que não se diz, que provocam todo um frisson! A geminiana é uma mulher inteligente, articulada e perspicaz!

      CÂNCER
      A Lua representa nosso ciclo menstrual: na fase nova, recolhidas, sangramos e nos transformamos; crescente somos terra fértil florescendo; na lua cheia expressamos toda a potência do feminino como mulheres, mães, amigas e cuidamos do mundo; na minguante nos despimos e adquirimos a sabedoria do tempo e da experiência, nos preparando para recomeçar outra vez. Câncer é a mulher cíclica e inteira em todas as suas fases. Uma energia sentimental, imaginativa, delicada, mágica. O amor como uma força que se infiltra!

      LEÃO
      Signo regido pelo Sol, a força de Leão é solar. É nesse signo que o feminino se afirma criativo, potente e tão capaz de fertilizar quanto de ser fertilizado. A leonina é uma mulher que nasceu pra ser estrela, que magnetiza nossa atenção e infiltra seu calor nos nossos corações! Ela sabe o que é amor próprio, e da perspectiva feminina a luz solar é ainda mais generosa e agregadora. Honrar a própria essência significa honrar cada essência. Todas brilham!

      VIRGEM
      Único signo no zodíaco representado por uma mulher, Virgem é a própria natureza feminina! Terra fértil de sensações, que se dedica a cultivar e oferecer suas folhas, grãos e frutos. A virginiana é uma mulher que aprecia a simplicidade do que é natural, está aí pra ajudar, servir, ser útil e melhorar tudo que toca. Mas é claro que é seletiva, porque aperfeiçoa o que já tem potencial e descarta o que não serve. Isso tem a ver com a reciclagem e o não desperdício de energia. Ao contrário do que entendemos por virgindade, o signo de Virgem não fala de castidade, mas de ser dona de si mesma, ao autorrespeito e à autovalorização. Um amor puro e devoto!

      LIBRA
      É o outro signo da energia venusiana que encanta e seduz. Mas Libra, por ser do elemento ar, é a inteligência humana criando a beleza. Por isso que a libriana gosta tanto de se arrumar, decorar e fazer arte, porque sua energia feminina é harmonizadora! Ética e estética: nos dois pratos da balança podemos ter elementos diferentes, mas que se equivalem em um mesmo peso ou medida. Ela é receptiva para equilibrar as relações, estimular a paz no ambiente e a justiça social. Tudo porque a beleza nos inspira a ser nossa melhor versão. Pra Libra, o AMOR é um ideal!

      ESCORPIÃO
      A escorpiana mergulha em águas profundas, nos mistérios da existência. Universo inconsciente, Escorpião representa o ciclo de vida, morte e renascimento que se repete por toda a eternidade e promove todo tipo de transformação. Das cinzas se renasce ainda mais forte! A energia feminina de Escorpião é emocional e sexual: fascina, instiga, mexe com os instintos. É assim que atrai o outro pras profundezas de si, onde acontece a união entre corpo e alma, e uma reação química: o êxtase! A mulher de Escorpião é uma feiticeira do amor, uma mulher que se empodera com as voltas que a vida dá!

      SAGITÁRIO
      A sagitariana busca a verdade. O sentido da vida é ela mesma que vai descobrir com suas experiências e aprendizados, vivendo a sua liberdade até a flecha acertar o alvo. É o signo mais aberto e honesto do zodíaco, e na sua expressão feminina distribui alegria generosamente por onde passa, magnetizando as pessoas! Tem também os seus lampejos de intuição. Meio selvagem, meio sagrada, a energia feminina apaixonada de Sagitário liga os pontos e compartilha o conhecimento. Quanto mais ensina o que sabe, mais sábia ela fica, é uma força instintiva e espiritual que se retroalimenta. É a luz que guia os outros na jornada de encontro à força criadora!

      CAPRICÓRNIO
      A estrutura e o poder de realização de Capricórnio têm na sua expressão feminina um amor sólido, que se responsabiliza por quem ama, que oferece tudo que pode e educa pra vida. Firme, forte, mas de coração mole, a capricorniana não se entrega fácil, mas quando o faz é pra sempre. É uma energia de comprometimento, que precisa de tempo e experiência pra amadurecer. Pra capricorniana isso é uma necessidade de conforto e segurança, ainda que a mulher de Capricórnio seja uma líder e uma executiva. Mas no que diz respeito ao amor, ela precisa fortalecer seus entes queridos!

      AQUÁRIO
      Signo da amizade e da comunidade, Aquário tem no seu feminino o amor altruísta. É uma energia festiva, que reúne todo mundo em uma só emoção. As ondas de Aquário são eletrizantes e a aquariana é a mulher mais humanitária do zodíaco. Ela vive pra revelar aos outros o que enxerga: um futuro mais inclusivo, igualitário e justo, e o faz com afeto e pelo AMOR. Idealista, militante das causas e dos direitos sociais, solidária, inventiva e revolucionária, é se aproximando das pessoas que ela encontra a sua razão de viver. Ela é livre pra amar a todxs como são!

      PEIXES
      Assim como todas as águas escoam pro mar, todo amor se encaminha pro coração de amor incondicional da pisciana. Ela própria está aqui aprendendo a amar sem restrições, enquanto se relaciona com as pessoas que precisam da sua compreensão. A energia feminina de Peixes se doa! Ela envolve sutilmente em uma aura mística, mágica, assumindo a forma do recipiente que a contém. E assim, usando a sua intuição, ela sente todas as dores e todas as alegrias, aceita e toma pra si a missão de entregar tudo de volta pra Deusa, a fonte universal do amor pra onde tudo retornará purificado.

      Feito pela Maína Mello, nossa astróloga do <3

      12.07.18
    • FARM astral – maio

      O céu está tremendo com mais uma grande mudança no astral – e nós aqui na Terra vamos sentir o impacto! Amanhã, Urano, o inovador planeta do futuro, regente de Aquário, ingressa em Touro pela primeira vez em 84 anos. Urano passa cerca de sete anos em cada signo e estava desde 2010 em Áries, aonde vinha estimulando nosso lado mais independente (individualista pra alguns, né?), libertário e revolucionário. Urano atua muito sobre o coletivo. Logo no seu primeiro momento em Áries, lá atrás, eclodiu a Primavera Árabe, a revolta popular que depôs ditadores de vários países, lembram? E desde então, como temos discutido a democracia! Então, o que podemos esperar de seu trânsito em Touro, que coincide com a lua nova neste mesmo signo e que, por isso, o potencializa ainda mais nessa chegada?

      Por cada signo que passa, Urano vai revolucionando os temas e padrões representados por este. Em Touro, signo do elemento terra e do mundo material, temos, em primeiro lugar, a nossa relação com a natureza. E um questionamento que deve bater forte clamando por mudanças é sobre o uso dos recursos naturais e a ecologia. Teremos que ser mais sustentáveis, no que a preocupação em diminuir o consumo, utilizar materiais biodegradáveis e reciclar o máximo deve fazer cada vez mais parte do nosso cotidiano. Até as tecnologias terão que ser desenvolvidas com mais responsabilidade pelo planeta, e isso porque viveremos em um mundo mais tecnológico, embora iremos sentir também forte o chamado de retorno a uma vida mais natural. Isso porque a tendência é que muitas das pesquisas que cientistas e inventores desenvolveram nos últimos anos de Urano em Áries sejam incorporadas nos próximos anos de Urano em Touro.

      Tudo isso deve mexer com as estruturas de trabalho, no que ainda vai provocar mudanças significativas no sistema capitalista. Com Urano em Touro, nossos empregos não serão mais os mesmos – desde mudanças nas legislações trabalhistas mundo afora até novas formas mais “livres” de prestar serviço, com mais pessoas se tornando freela, autônoma, trabalhando de casa e por aí vai. Outra novidade que ainda pode crescer é no setor financeiro: as moedas alternativas – desde os bitcoins, que têm a diferença de não pertencerem a nenhum Estado, portanto de livre circulação, até comunidades resolvendo adotar sua própria moeda ou, quem sabe, seu próprio sistema de “trocas”. E já que estamos falando de Touro, signo regido por Vênus, a musa cósmica, até as artes viverão anos de maior experimentação, com novas propostas, conceitos, olhares e formas de criar.

      Urano é um planeta que quebra o status quo ao promover mudanças nas estruturas estabelecidas. Que de repente sintoniza em uma outra frequência, estimulando a criatividade e a disposição em inovar, em fazer diferente. Ainda mais se do jeito que vinha não estava satisfatório! Individualmente, onde temos Touro no mapa astral estaremos mais abertos à renovação – ou pelo menos deveríamos estar! Aliás, o problema é não estar aberto, porque aí Urano põe pra quebrar mesmo. Que fique claro que com Urano não há regras e fórmulas, não há um formato que, de uma hora pra outra, todos teremos que corresponder em nossas personalidades, visão de mundo, esquemas de trabalho e jeitos de se relacionar. Temos, isso sim, é que entender nossa própria necessidade de transformação como uma mudança pessoal de padrão. Ou seja, se estava de um jeito, a tendência é que fique de outro. Mesmo que sejamos influenciados pelas correntes coletivas, a liberdade vem de dentro, e só você pode dizer o que é liberdade pra você.
       

      15.05.18
    • FARM astral – abril

      Os centauros são seres selvagens: metade humanos, metade cavalos, são guerreiros indomáveis. Mas Quíron, não: o mais sábio dos centauros foi professor de deuses e heróis. Inteligente, civilizado e bondoso, era versado nas artes, nas ciências, batalhas e terapias. Porém, enquanto ajudava o seu aluno Hércules em um dos seus doze trabalhos, foi acidentalmente ferido na coxa por uma flecha envenenada. O veneno não o matou, pois ele, filho de um titã, era imortal; mas tampouco cicatrizou. Quíron adquiriu ainda mais conhecimento médico tentando encontrar a cura pra sua dor. Mas ao final, pediu que Zeus que trocasse sua imortalidade pela vida de Prometeu, o titã que roubara o fogo dos deuses e dera aos humanos, e que por isso vinha sendo severamente castigado pelo deus do Olimpo. Zeus aquiesceu, libertando Prometeu e transformando Quíron na constelação de Sagitário.

      Quíron também deu nome a um asteróide que goza de uma condição especial no sistema solar: orbita o Sol como se fosse um planeta, localizado entre Saturno e Urano. No limiar entre o mundo visível a olho nu (até Saturno) e o que só foi descobertos pelo telescópio (a partir de Urano), portanto na fronteira entre o consciente e o inconsciente. No mapa astral Quíron representa uma ferida, uma dor que provoca uma profunda transformação e que pode resultar em sabedoria. Seu símbolo é uma chave. Cada um de nós tem Quíron em algum lugar do mapa, mas especialmente as pessoas que trabalham com algum tipo de cura costumam tê-lo em destaque. Por quê? Porque pra poder ajudar os outros, um curador tem que antes conhecer suas próprias dores.

      Quíron leva muito tempo pra completar uma volta ao Sol e passa cerca de 8 anos em cada signo. Desde fevereiro de 2011 ele estava em Peixes, e aí cada um pode analisar por que casa astrológica ele transitou em seu mapa pra compreender seu ensinamento nesses anos todos. Mas coletivamente, de alguma forma todos nós tivemos que lidar com a ferida do desamparo. De quem? De Deus. Talvez por isso muitas pessoas tenham precisado recuperar a Deusa. Talvez por isso uma busca espiritual mais verdadeira. Quíron em Peixes trata da dor como o caminho pra união. Ele estava em conjunção ao Sol na última lua nova de 17 de março, portanto muito atuante nesse ciclo em que aqui no Brasil choramos juntos por Marielle.

      Hoje, Quíron ingressa em Áries. Nos próximos anos, teremos que aprender a lidar com a nossa força de vontade que, se mal canalizada, pode se tornar agressividade. Então todos teremos, cada um ao seu modo, dependendo da casa astrológica onde tem Áries no mapa, que descobrir a própria força interior e a não se forçar sobre os outros. Áries é o primeiro signo do zodíaco, é enérgico e proativo. Pra alguns, isso pode significar ser menos individualista, impulsivo ou competitivo; pra outros, a ter mais iniciativa e coragem onde está faltando. Coletivamente, teremos que aprender a fazer menos guerra. Como? A partir da consciência de como nos machucamos e de como isso nos afasta de quem amamos. 
       

      17.04.18